Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Quiet Riot - Condition Critical [1984]


É muito fácil meter o pau em "Condition Critical". Aliás, vejo muitos reviews negativos sobre o mesmo, só porque não repetiu integralmente o sucesso do seu antecessor "Metal Health" (um clássico incontestável do metal, diga-se de passagem) e foi o último suspiro do Quiet Riot antes da decadência que enfrentou. Os "mimimis" são sempre os mesmos. Mas se trata de um dos meus prediletos da banda - que só lança coisa fina, por sinal.

Após a bem sucedida turnê realizada até o fim de 1983, como ato de abertura da turnê "Born Again" do Black Sabbath, o quarteto entrou de cabeça no estúdio e em julho de 1984 o ótimo "Condition Critical" dava as caras. É um aplausível sucessor do arrasa-quarteirões "Metal Health", mantendo o estilo anteriormente apresentado: guitarras pesadas de Carlos Cavazo, cozinha ferrenha dos cavalares Frankie Banali (bateria) e Rudy Sarzo (baixo), vocais muito bem colocados de Kevin DuBrow, backing vocals cativantes e composições genuinamente roqueiras, na melhor fusão entre Glam Rock setentista e Heavy Metal oitentista.

"Sign Of The Times" abre a bolacha com um clima pesado e ótimas guitarras, parecendo ser uma composição perdida do anterior lançamento. "Mama Weer All Crazee Now" se trata de uma clara aposta para emplacar nas rádios assim como fez "Cum On Feel The Noize". As duas são covers do Slade e são fantásticas, então a aposta deu certo - tanto pra mim quanto pros consumidores, pois o single fez sucesso. "Party All Night" e "Stomp Your Hands, Clap Your Feet" são dois hinos dignamente Hard: grudentos e pegajosos, com refrães cantarolantes e tudo o mais.


"Winners Take All", balada no estilo de "Thunderbird" principalmente pelo refrão crescente, cativa logo nas primeiras notas. Kevin exprime todo seu sentimento com belos vocais, sendo o destaque da canção. A faixa-título tem uma levada mais densa e com destaque na cozinha "sarzo-banal" (que de banal não tem nada, só de Banali hehe), apesar de DuBrow estar cantando como nunca. Na sequência tem-se "Scream And Shout", uma digna pedrada Hard n' Heavy com peso e velocidade na medida certa e "Red Alert", hino oitentista de bons riffs e teclado discreto. E para fechar com chave de ouro, mais fusão de Hard Rock com Heavy Metal com "Bad Boy" e "(We Were) Born To Rock".

"Condition Critical", apesar de não atingir o patamar do lançamento anterior, vendeu 3 milhões de cópias por todo o mundo, sendo metade desse número apenas nos Estados Unidos. Na terra do Obama, por sinal, chegou à 15ª posição das paradas gerais. Não foi o suficiente para que recebesse críticas ruins e não evitou que o irado Kevin DuBrow passasse a soltar declarações não muito amigáveis (citadas no post de "QR III" - visite o marcador e saiba mais), mas vale muito a conferida!

01. Sign Of The Times
02. Mama Weer All Crazee Now
03. Party All Night
04. Stomp Your Hands, Clap Your Feet
05. Winners Take All
06. Condition Critical
07. Scream & Shout
08. Red Alert
09. Bad Boy
10. (We Were) Born To Rock

Kevin DuBrow - vocal
Carlos Cavazo - guitarra, violão, backing vocals
Rudy Sarzo - baixo, backing vocals
Frankie Banali - bateria, percussão, backing vocals

Músicos adicionais:
Pat Regan - teclados
Chuck Wright - backing vocals
Randy Bishop - backing vocals

(Links nos comentários - links on the comments)

by Silver

10 comentários:

Anônimo disse...

Condition Critical [1984]
(60,2mb ~ 192kbps)

http://www.multiupload.com/4L9BF7TTPG

sueco disse...

legal que eles fazem uma participação especial no ''Todo Mundo O Cris'', com a presença ilustre do grande Boy George nos vocais!!

Weschap Coverdale disse...

Podem descer a lenha, mas eu amo esse disco! Clássico do estilo e Winners Take All é sublime!

Arthur Appel disse...

Quem fala mal do Condition Critical caga pra dentro, não pode haver outra explicação.Puta album de uma puta banda. Mama Weer All Crazee Now arregaça tudo!

\,,/

Hairbanger disse...

com uma pegada mais hair metal que o antecessor, esse disco é um dos meus preferidos de todo o estilo. aqui o falta de crueza caracterizada no metal health dá lugar a uma producao que parece ser mais cristalina, deixando o som um pouco mais amaciado, sempre com o belissimo trabalho de um dos quartetos mais queridos por mim. classico absoluto, possuo em vinil, mas como o without love do black n blue, estou em pensando soh para poder ouvir no pc, com fone, jah q no som fone n entra! parabens, magnifico post!

Adriano disse...

Cara, esse disco me lembra muito minha adolescência, muito bom! Sempre curti um som mais pesado, mas esse quiet e alguns do wasp estavam em constante rotação no toca discos!

мєαиѕтяєєт disse...

Ainda acho o QRIII melhor. Como o Metal Health é sem comparação, este aqui fica com a medalha de bronze.

Kevin DuBrow (carinhosamente lembrado pelos meus fellow americans como Kevin DuBrownie) era um puta vocalista. Nada técnico, mas tinha uma energia infindável. Uma pena q ele tenha deitado nos braços de Abraão sem eu tê-lo visto em ação.

O próprio Ronnie James Dio (outro q nos deixou cedo demais) reconhece o valor de Kevin. Durante as sessions do Hear 'n Aid, Ronnie, após ouvir Kevin gravar seus vocais para "Stars", disse, surpreso, algo como "está quase igual a mim". Ronnie era humilde, mas não usava de falsa modéstia. Se DEUS disse, tá dito e q assim seja!

Excelente post, Sil!

Rïca disse...

Silver,
Acredito que no meio da confusão você acabou tirando o nosso link da parceria (e com razão),mas creio que não tenha ficado nenhum ressentimento,o link de vcs ainda está la no Boteco,gostaria de saber se ainda quer continuar com a parceria.
E diga-se de passagem Condition Critical é um puta álbum.
Abraço,e prometo que não te encho mais o saco com isso rs.

John Charge disse...

Coincidencia ou não, os meus 2 ultimos posts foram no Long Live Rock'N'Roll do Rainbow e Vulgar Display Of Power do Pantera.

Qual a ligação disso com o Quiet Riot?

Há pouco comentei sobre pessoas que fazem falta no nosso meio. Pessoas que não deveriam ter morrido, porque carregavam muito o significado do rock/metal com elas, Dio e Dimebag Darrell.

Agora chegamos a Kevin DuBrow, um dos grandes nomes do vocal do metal e do hard rock, que também não deveria ter partido tão cedo.

Hairbanger disse...

o comentário foi feito em 18 de agosto, e o download tá vindo só hoje...