Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Gary Moore - We Want Moore! [1984]


Durante a turnê para o excelente "Victims Of The Future", o guitarrista Gary Moore decidiu lançar seu terceiro álbum ao vivo, que foi gravado em quatro noites do ano de 1984: Londres (11 de fevereiro), Glasgow (14 de fevereiro), Tóquio (29 de fevereiro) e Detroit (23 de junho). Assim se deu "We Want Moore!", um bárbaro registro de uma ótima fase de sua carreira.

O irlandês, que ainda batalhava por um lugar ao sol como artista solo, já havia feito história com seu único disco gravado com o Thin Lizzy ("Black Rose: A Rock Legend") e com sua participação em "Still In Love With You", do álbum "Nightlife", também do Lizzy. E, de fato, viria a fazer mais história com sua excelentíssima carreira solo.

Aqui o caro ouvinte encontra um Hard Rock certeiro com um pé no Classic Rock e no Blues, com direito a composições de se tirar o folêgo, peso elementar e algumas pitadas de 80's Hard/Heavy, mas nada muito discrepante.

Em plena forma, Gary Moore está simplesmente mandando muito bem neste registro! Tanto na guitarra, com solos maravilhosos e criatividade fantástica, quanto nos vocais, com grandioso alcance e característico timbre, Moore realmente impressiona durante os 66 minutos de play, sem exageros.


A banda de apoio, liderada pelo multi-instrumentista Neil Carter, também merece ser mencionada por sua solidez e competência. A mesma conta com o lendário baterista Ian Paice na maioria das faixas deste registro, em concertos realizados pouco antes de sair para a reunião do Deep Purple, alguns meses depois.

O repertório foi baseado principalmente nos dois álbuns lançados anteriormente pelo irlandês: o já citado "Victims Of The Future" e seu respectivo antecessor, "Corridors Of Power". Ao meu ver, captou o melhor da carreira solo de Gary até então, com petardos do nível de "Cold Hearted" (com solos excelentes), "Empty Rooms" e da matadora abertura "Murder In The Skies". Só uma exceção foi feita para a clássica "Back On The Streets, do álbum de mesmo nome lançado em 1978.

Além das canções anteriormente citadas, é digno falar do cover "Shapes Of Things" do The Yardbirds, de "End Of The World" e do belo fechamento do play com o hino "Rockin' And Rollin'". Discão!

01. Murder In The Skies
02. Shapes Of Things (The Yardbirds cover)
03. Victims Of The Future
04. Cold Hearted
05. End Of The World
06. Back On The Streets
07. So Far Away
08. Empty Rooms
09. Don't Take Me For A Loser
10. Rockin' And Rollin'

Gary Moore - vocal, guitarra solo
Neil Carter - guitarra, teclados, backing vocals
Craig Gruber - baixo
Ian Paice - bateria

Músicos adicionais:
Bobby Chouinard - bateria em 2, 3 e 9
Jimmy Nail - vocal adicional em 10

(Links nos comentários - links at the comments)

by Silver

4 comentários:

Anônimo disse...

We Want Moore [1984]
http://www.multiupload.com/80MJMIPWG0

jantchc disse...

acabei de escutar o corridor of power e adorei..

baseado nele to bixando este aqui

valeu..

ps: não acredito q passaram 8 meses e ninguem q baixou comentou por aqui..

foda, ne?

Silver disse...

Pois é jantchc.
:(

Carlos disse...

Esse cara vai fazer uma PUTA falta!!!