Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

sábado, 10 de abril de 2010

Loudness - Soldier Of Fortune [1989] & Cozy Powell Forever: Live In Tokyo [1998]

Post em conjunto com o enrolão do Rock Silvão, que está me enrolando com esse post desde sábado.

Soldier Of Fortune [1989]

Depois de se mostrar para o mundo, com o sucesso de grandes pérolas do Heavy Metal como "Thunder In The East" e "Lightning Strikes", o Loudness já era a maior banda do Japão no final dos anos 80, mas o líder da banda, o guitarrista ultra-virtuoso Akira Takasaki achava que ainda não tinha conseguido o que queria, mesmo depois de ter excursionado com bandas como Mötley Crüe, AC/DC e Stryper e feito história colocando o Loudness por duas vezes no ranking da Billboard (pra quem não leu meu último post deles, o Loudness foi a primeira banda japonesa a conseguir entrar em qualquer ranking da Billboard), que era consolidar-se como um dos maiores super-grupos do mundo. Então, ele, em conjunto com o baterista Munetaka Higuchi, decidiu que era hora de demitir o vocalista Minoru Niihara e fazer uma jogada de marketing um tanto ousada: Contratar um vocalista ocidental.
O escolhido não poderia ser melhor: O grande vocalista Michael Vescera, que trabalharia mais tarde com Yngwie Malmsteen e com o Dr. Sin, por exemplo. Como falei anteriormente, a escolha não poderia ter sido melhor: Vescera é dono de uma voz única, com um timbre arregaçante, que combinou demais com o estilo mais farofão que a banda havia assumido.

Em meio à todo esse clima de prosperidade, "Soldier Of Fortune" foi gravado nos Estados Unidos, em vários estúdios famosos em Los Angeles, Hollywood e New Jersey e lançado em setembro de 1989, trazendo o que é, na minha opinião, o melhor álbum da banda, depois de "Thunder In The East". Um disco totalmente cruzão, com os vocais de Vescera totalmente rasgados, sem aquele sotaquezinho japonês nas letras e com Akira Takasaki totalmente inspirado, fazendo um trabalho mais que incrível nas 6 cordas, fazendo com que vários críticos musicais, até hoje digam que esse foi o melhor trabalho de Takasaki na guitarra, e, de fato é. Munetaka Higuchi e Masayoshi Yamashita também mostram um trabalho invejável na bateria e baixo, respectivamente, fazendo com que pelo menos na teoria, o Loudness realmente se tornasse um super-grupo.

Infelizmente, as coisas não saíram como Takasaki havia planejado, já que o álbum foi um fiasco nos Estados Unidos. O que salvou "Soldier Of Fortune", foram as altíssimas vendas no Japão, acompanhadas de uma mega-turnê na Terra do Sol Nascente, com Michael Vescera cantando até músicas em japonês, como Crazy Doctor.

Enfim, os destaques dessa pepitona Hard Rock ficam com "You Shock Me", "Lost Without Your Love", "Faces In The Fire", "Danger Of Love" e o rock anthem "Soldier Of Fortune", que além de ser a faixa-título, é uma das músicas mais poderosas do Loudness. Discaço!

Loudness com Michael Vescera - [1989 - 1991]

1. Soldier Of Fortune
2. You Shock Me
3. Danger Of Love
4. Twenty-Five Days
5. Red Light Shooter
6. Running For Cover
7. Lost Without Your Love
8. Faces In The Fire
9. Long After Midnight
10. Demon Disease

Michael Vescera - Vocais
Akira Takasaki - Guitarra
Masayoshi Yamashita - Baixo
Munetaka Higuchi - Bateria

(Links nos comentários - links on the comments)

Bruno Gonzalez


Cozy Powell Forever: Live In Tokyo [1998]

Pra ser sincero, nem eu sei bem a procedência desse registro. Aos fãs mais assíduos, peço mais informações sobre essa bootleg. Só pra constar, esse registro não é o oficial que circulou às vendas como pertencente à discografia da banda.

A voz de Minoru Niihara é tão inconfundível que eu obtive esse arquivo crente crente que Masaki Yamada (que foi vocalista do Loudness de 1992 à 2001, ou seja, nessa época Yamada estava na banda) estava assumindo os vocais. Tive uma baita surpresa, muito boa por sinal, ao saber que este foi um dos poucos concertos da breve reunião da formação original do Loudness (já que, na época, apenas Akira Takasaki integrava o grupo) que circulou apenas pelo Japão e que motivaria uma posterior reunião oficial.

"Cozy Powell Forever: Live In Tokyo" foi extraído de um show do dia 16 de novembro de 1998, na cidade de Tóquio, durante um tributo idealizado pelo baterista do próprio Loudness, Munetaka Higuchi (R.I.P.). Tal tributo incluiu outras bandas, tendo o Loudness como headliner.

O repertório consiste em músicas que Cozy Powell gravou ou tocou muitas vezes ao vivo, como clássicos do Rainbow, Deep Purple e Black Sabbath. A performance dos integrantes é simplesmente fantástica, principalmente com Niihara cantando perfeitamente bem e Higuchi mandando pra caralho. A sonzeira conta com um tecladista pra interpretar as faixas que contém teclados, como Burn e Stargazer.

A qualidade de som é impecável, então não há nada mais a acrescentar: rock n' roll oriental da melhor qualidade!

01. Kill The King
02. War Pigs
03. Mistreated
04. Still I'm Sad
05. Higuchi Drums Solo
06. Burn
07. Long Live Rock N' Roll
08. Stargazer
09. Light In The Black
10. All Night Long

Minoru Niihara - vocal
Akira Takasaki - guitarra
Masayoshi Yamashita - baixo
Munetaka Higuchi - bateria

(Links nos comentários - links on the comments)

by Silver

4 comentários:

Anônimo disse...

Soldier Of Fortune [1989]
(42,1MB ~ 128kbps)

http://www.megaupload.com/?d=LWVW8FZL



Cozy Powell Forever: Live In Tokyo [1998]
(100mb ~ 192kbps)

http://www.megaupload.com/?d=9QG0LBT4

Come Taste the Blog disse...

Caras que demais essa volta triunfante!!!!

jantchc disse...

só to aqui pra comentar q, apesar de não gostar do loudness com os vocalistas japoneses (acho o sotaque deles chato demais), adorei os dois cds deles com o vescera...

este é ainda melhor q o proximo com o vescera, mas o outro tb é muito bom

DieHard disse...

muito bom o disco, mas apesar do sotaquezinho japones ainda prefiro o Nihara no vocal kra, mas não deixa de serr com o vescera, a unica coisa lamentavel da banda na minha opnião foi ter saido do hard/heavy e transformado se nesse trash,new metal q eles fazem hj em dia =/