Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

domingo, 23 de maio de 2010

Acid Bath - Paegan Terrorism Tactics [1996]


Na década de 90, enquanto o tal do grunge saía de Seattle para ganhar o mundo, diversos outros movimentos floresciam nos EUA. Na Califórnia o Kyuss e o Sleep ditavam as regras do stoner rock. Com várias influências em comum, em Louisiana surgia o sludge metal.

Esse estilo, do qual os Melvins de Washington haviam sido pioneiros, combinava elementos de southern rock, doom metal, Black Sabbath e hardcore punk para formar uma sonoridade pesada, suja e com tempos contrastantes. As bandas de destaque são Crowbar, Down (de Phil Anselmo), Eyehategod e Acid Bath, e é dessa última que trago o último e, ao meu ver, melhor disco.

Formado em uma pequena cidade ao sul de Nova Orleans por alguns jovens fãs de thrash metal, o Acid Bath nunca chegou ao mainstreen ou emplacou algum hit, mas adquiriu certo reconhecimento no meio underground, e é uma banda muito interessante.

Paegan Terrorism Tactics é o último trabalho da banda antes da separação causada pela morte do baixista fundador Audie Pitre.

Vamos ao álbum. Aqui ouve-se um sludge metal profundamente influenciado por death metal e grindcore. Ou seja, temos riffs 'sabbatheanos', tempos que aceleram e desaceleram várias vezes durante as faixas, vocais limpos na maior parte do tempo, mas que se tornam guturais muito bem feitos em certas passagens e um clima mórbido, no que o vocalista Dax Riggs chama de 'death rock'. Aliás, Riggs é o grande destaque da formação da banda, e é uma personalidade muito reconhecida no meio stoner/sludge.

No mais, como em todas as bandas de sludge, é muito reconhecível a semelhança com o stoner rock. Há ainda passagens acústicas, ou com guitarras limpas, que trazem uma atmosfera bastante depressiva, mas surpreendentemente bluezeira, como em Dead Girl.

A lírica mostra certa obsessão de Dax Riggs com a morte. As letras só falam disso e são cheias de passagens de humor negro.

Os destaques ficam para a já citada acústica Dead Girl, para a fantástica abertura Paegan Love Song, para a lenta Bleed Me An Ocean e para Venus Blue, que a crítica da época julgou que seria um hit se não fosse pela letra. E não posso deixar de citar os vocais de Dax Riggs como destaque. O vocalista combina uma bela voz com muita versatilidade ao ir do suave ao gutural, encaixando perfeitamente com o instrumental.

No mais, Acid Bath é uma banda que chama atenção, uma boa intrudoção ao sludge metal. Música com clima de domingo à noite, com certeza [risos]. Um som relativamente desconhecido que pode conquistar quem é fã de death, thrash, stoner e metal em geral. Baixe!

01. Paegan Love Song
02. Bleed Me An Ocean
03. Graveflower
04. Diab Soule
05. Locust Spawning
06. Old Skin
07. New Death Sensation
08. Venus Blue
09. 13 Fingers
10. New Corpse
11. Dead Girl*
12. Bonus Poem - The Beaultiful Downgrade*

* Dead Girl tem vários minutos de silêncio, seguido pela 'declamação' de Bonus Poem

Dax Riggs - vocais
Mike Sanchez - guitarra
Sammy Pierre Duet - guitarra, vocais de apoio
Audie Pitre - baixo, vocais de apoio
Jimmy Kyle - bateria

LINKS NOS COMENTÁRIOS
LINKS ON THE COMMENTS

Jp

2 comentários:

Anônimo disse...

http://www.4shared.com/file/PWaplAOE/BanhoAcido_Jp_Combe.html

(76,8mb - 192 kbps)

wolffpunk disse...

Massa esse som, eu tinha mas deletei sem querer, ainda bem q tem aqui!!
Valeu!!