Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Boston - Boston [1976]


Um dos debuts mais vendidos e admirados de todos os tempos. Esta marca é pertencente aos considerados pais do AOR (Adult Oriented Rock), o Boston. Fundada no início dos anos 70, tendo como seu fundador o guitarrista Tom Scholz, que era mestre em engenharia mecânica, mas à noite guitarrista, onde conheceu os outros membros da banda, podemos dizer que nunca houve uma banda que lançasse um primeiro álbum tão primoroso como o lançado pelos rapazes de Boston.

Primeiro começando pela produção desta pérola, totalmente superior a tudo já feito antes, com o som cristalino, onde se pode identificar palmas ao fundo, e muitos detalhes em solo, com os instrumentos executados de maneira perfeita. Brad Delp destruindo nos vocais, dando um show à parte. Os riffs e solos de Tom Scholz são encantadores e Barry Gourdreau faz uma dupla perfeita com o mesmo. E a cozinha trabalhando redondinha com as atuações exatas, quase que cirúrgicas de Fran Sheehan no baixo e Sib Hashian na batera. Não à toa, a venda foi de 17 milhões de cópias, ficando no 3º lugar na parada da Billboard.

E o álbum já se inicia com a espetacular power ballad "More Than A Feeling". Essa foi à causadora de todo o sucesso do Boston e sobre ela apenas dois comentários. Primeiro, como esse Brad Delp canta, maldito. Duvido que ele não se borrou ao cantar essa música pela primeira vez. E o segundo que os riffs e solos dessa música são sensacionais, fazendo jus ao título de Power Ballad. E alem disso tudo como uma letra sobre fim de relacionamento o menos piegas possível, onde a banda com certeza gravou uma das mais sensacionais baladas da história do rock. Só com a mesma já valeria a pena ter escutado o debut, mas ainda temos grandes canções.

Após o estrondo inicial, somos presenciados com um rock de primeira, "Peace Of Mind", com uma letra sensacional, onde somos questionados dos valores os quais muitos decidem seguir e se realmente valem a pena: "Eu compreendo a indecisão, Mas eu não ligo se eu ficar pra trás, Pessoas vivendo em competição, Tudo o que eu quero é ter a minha paz de espírito". Mas uma vez temos uma chuva de riffs e um show de Sheehan, fazendo linhas de baixo que hipnotizam a qualquer um.


Saudoso Brad Delp. Esse deixou saudades...

Não satisfeitos com os dois shows iniciais, vem a extasiante "Foreplay / Long Time". Começando com um teclado progressivo ao cubo, somos convidados para uma viagem de dois minutos e meio iniciais, onde temos a banda mergulhada com o pé no progressivo tão em voga na época. Mas após essa viagem, somos presenteados com mais um baita rock n' roll, dessa vez com o astral lá em cima com palmas, solos, vocalizações e um final extremamente animado, a música perfeita para ficar feliz em um dia de fossa. Na modesta opinião deste que vos escreve, a melhor música deste álbum e uma das músicas mais felizes do rock, onde somos convidamos a correr atrás de nossos sonhos, mesmo que isso tome muito tempo nosso. Sensacional.

"Rock n' Roll Band" não deixa a peteca cair, sendo uma daquelas músicas em que a vontade é pegar um carro e sair feito um louco por aí, mais uma vez com atuação inspirada de Scholz e Delp, se mostrando uma dupla perfeita e afiadíssima. "Smokin' " nos apresenta um blues acelerado, onde a banda inteira mais uma vez se sai muito bem, com mais uma música empolgante.

"Hitch a Ride" é uma balada calma, com a banda mostrando mais uma vez sua capacidade, com um solo de teclado muito legal (chegando a lembrar alguns solos do Jon Lord) e mais um solo de Scholz, mostrando mais uma vez que ele pode ser considerado um dos grandes guitarras da história do rock, mas pouco lembrado pela grande maioria. Mas "Something About You" nos faz lembrar que este é um álbum de rock, mais uma vez nos trazendo mais um rock energético.

E finalizando este álbum, temos a balada "Let Me Take You Home Tonight", com mais uma vez a voz de Delp se sobressaindo e tendo mais um show do mesmo, finalizando este que com certeza é um dos maiores clássicos da história do rock. Essencial para aqueles que querem ouvir o que de melhor o rock já produziu.


01.More Than a Feeling
02.Peace of Mind"
03.Foreplay/Long Time
04.Rock and Roll Band
05.Smokin'
06.Hitch a Ride
07.Something About You
08.Let Me Take You Home Tonight


Brad Delp – Vocais
Tom Scholz – Guitarra solo, órgãos
Sib Hashian – Bateria
Barry Goudreau – Guitarra base
Fran Sheehan – Baixo


LINK NOS COMENTÁRIOS
LINK ON COMMENTS


By Weschap Coverdale



7 comentários:

Anônimo disse...

http://www.multiupload.com/115UU2RL44

мєαиѕтяєєт disse...

"Peace of Mind" ficou ainda melhor na versão do Stryper. Ótimo disco, fundamental para compreender o lado mais "sensível" do Hard Rock nos anos 80.

Kamelot disse...

Já falei isso uma vez e REPITO....Se existe uma banda de Rock INJUSTIÇADA na face da terra,sem dúvida nenhuma essa banda é o BOSTON!.
Pra começar quando se fala da banda todo mundo diz que conhece,e logo vem o refrãozinho de MORE THAN A FEELING e só..Uma pena pois todas as músicas dessa EXCEPCIONAL banda são maravilhosas.
O diferencial(na minha opinião)nessa banda são os VOCAIS....os mais belos que eu conheço em se tratando de ROCK.
Citar alguma música é no minimo "PECADO",pois aqui temos uma banda que nunca lançou um disco RUIM,e todas suas canções alem de melodias belissimas,trazem letras inteligentissimas...
Resumindo.....qualquer que seja o album do BOSTON...não pense..BAIXE!!!.
RECOMENDO......SEMPRE!!.

Lyn disse...

Mais uma banda de primeiro e um post dos bons.

jantchc disse...

acho q também só conheço more than a feeling..

mas a resenha me fez querer baixar o cd..

valeu..

Mateus disse...

Link quebrado, concertem por favor..

Mateus disse...

Link quebrado :x