Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

segunda-feira, 5 de julho de 2010

V.A. - Live At KNAC [1985-1989] Parte 3


Aqui estou eu, novamente, prestigiando as mais raras bandas que fizeram sucesso na Sunset Strip no final dos anos 80. Algumas fizeram moderado sucesso, conseguindo lançar discos, enquanto outras se perderam pelo tempo. Hoje os apresento o Shark Island, quando este ainda se chamava Sharks, e outra gravação já como Shark Island, e os desconhecidos Sahara, Snake Bite, Sky High, Stranger e Street Toys.

Shark Island (gravado em 1989)

Aqui a banda apresenta três clássicos gravados em 1989 no Whiskey, famosa casa de shows. O show completo acabou sendo lançado oficialemente pela banda. Na verdade a aparição da banda na rádio KNAC é justamente para divulgar esse disco. O que você vai encontrar por aqui são grandes faixas de Hard Rock, especialmente 'Paris Calling' que chegou a emplacar nos Estados Unidos. Recomendo ainda para ouvirem a discografia da banda, que consiste em 3 discos de estúdio. Destaque especial para o vocalista Richard Black que canta muito, chegando até a gravar com o super-grupo Contraband. 'Shake For Me' também empolga muito, te fazendo sair cantando por aí. Mais uma grande banda que merece o seu carinho

01. Get Some Strange / Paris Calling / Shake For Me

Richard Black - vocais
Spencer Sercombe - guitarra
Chris Hellmann - baixo
Greg Ellis - bateria

O Shark Island...

Street Toys

O Street Toys apesar de soar bem desconhecido pela esmagadora maioria aqui, sendo impossível encontrar algo sobre a banda pela net, merece grande destaque, e ainda me arrisco a dizer que de todas as gravações da KNAC, essa banda se destaca entre as 10 melhores, e olha que são aproximadamente 60 bandas. 'Totally Involved' é muito cadenciada, ótimo refrão, baixo bem presente, grande solo de guitarra e vocal que mais uma vez lembra o tom de Stephen Pearcy (Ratt) em algumas partes. Uma ótima faixa, muita qualidade. 'Goin' All The Way' comeca já com um riff bem envolvente e grudento. O refrão é mais uma vez um ponto alto do som, assim como a interpretação vocal, o perfeito solo e a cozinha perfeita, com baixo bem criativo. Dois verdadeiros clássicos obrigatórios para quem aprecia bom Hard Rock.

02. Totally Involved / Goin' All The Way

Sahara (gravado em 1989)

Temos aqui mais uma grande banda que nada se sabe sobre. Só conseguiu os integrantes porque é falado no comeco da gravação. Se trata de um ótimo quinteto de Hard Rock com teclados e vocal feminino que nos remete a uma banda de Aor em certos momentos. 'Goin' Crazy' é uma grande faixa, com destaque para o guitarrista e fundador da banda, que apresenta um belo solo, além de uma base pesada ao longo da audição. A tecladista também merece destaque a parte por colocar o teclado como audível em todo o som. O resto da banda também faz seu trabalho com maestria, Lizzie mostrando todo seu poder vocálico, e a cozinha segurando bem as pontos no decorrer do solo. 'Will You Remember Me' é mais um grande trabalho feito pelo quinteto, porém com uma veia mais romântica, tornando uma das melhores power-ballads que já passaram pelos meus ouvidos. Mais uma excelente banda, dessa vez com vocal feminino, que merece destaque especial. Incrível como muita banda ruim na época lançava discos, enquanto bandas extremamente perfeitas não conseguiam nada além de shows esgotados na Sunset Strip. Uma curiosidade da banda é que esta foi a responsável por Kip Winger abandonar o nome Sahara pra sua nova banda, assim que parou de acompanhar Alice Cooper, adotando seu sobrenome apenas como nome.

03. Goin' Crazy / Will You Remember Me

Phil Woodward - guitarra
Diane Arnes - teclado
Lizzie - vocal
John Spitle - bateria
Ryan Lindeman - baixo

Stranger

O Stranger se trata de mais uma grande banda que nada é possível encontrar na internet. Mais uma vez, falo a vocês que não se pode ignorá-la. Guitarras perfeitas, limpas e riffs criativos são o destaque fa faixa 'Don't You Want Me?'. A voz cativante também merece destaque, com rasgado leve e agudo em alguns momentos, lembrando bem de longe Rich Lewis do Animal em alguns momentos. 'Afterglow (Of Your Love)' é uma grande balada, onde tem como destaque o refrão, grudento como uma grande power-ballad. A cozinha perfeita, dando bom acompanhamento ao longo da faixa merece destaque também. Com certeza, um dos pontos altos do download. Para terminar um cover muito bem feito de 'Fox On The Run' do Sweet, com típica pegada oitentista. Com certeza um dos melhores covers desta canção, senão a melhor.

04. Don't You Want Me? / Afterglow (Of Your Love)
05. Fox On The Run

Sharks (gravado em 1985)

Aqui, mais uma vez a trupe de Richard Black aparece no arquivo, desta vez mostrando 2 faixas que viriam a fazer parte do primeiro disco da banda, de 1986. Ainda sob o nome de Sharks o grupo apresenta 'Excess Marks The Spot' e 'I'm Electric', mostrando que a banda desde seu comeco não estava para brincadeira, e pronta para dominar o cenário na época. O destaque aqui é á primeira canção, com uma melodia grudenta e agradável de se ouvir.

06. Excess Marks The Spot / I'm Electric

Richard Black - vocal
Spencer Sercombe - guitarra
Chris Hellmann - baixo
Walter Woodward II - bateria

Sky High (gravado em 1989)

Sem dúvidas esta é a banda mais pesada do arquivo, que mostra em uma faixa grandes influências de Skid Row, Spread Eagle e até Metallica. O vocalista mostra um talento a parte, lembrando Sebastian Bach, com gritos por toda a canção. Outro grande ponto da banda é sem dúvida o incansável baterista, que apresenta uma pegada diferente das bandas da época, com uma percurssão bem presente que chama bastante a atenção.

07. Severe Heat

Snake Bite

Com uma faixa apenas, o grupo originário de Los Angeles apresenta em 'Mama, Please Show Me The Way' uma introdução ao violão que mais parece se tratar de uma grande balada. Com a chegada dos instrumentos, agudos por conta do vocalista, nos damos conta que se trata de uma faixa pesada de muita personalidade. O ponto alto aqui é o vocalista, que mostra muita personalidade e talento fora do comum.

08. Mama, Please Show Me The Way

(Link nos comentários / Link on the comments)

Hairbanger

2 comentários:

Anônimo disse...

http://www.mediafire.com/?t25didyqnjm

sueco disse...

piroca, shark island rlz demais!!!!