Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

House Of Lords - Sahara [1990]


"Sahara" é o segundo disco do House Of Lords, reencarnação do Giuffria, inicialmente liderada pelo tecladista Gregg Giuffria. Lançado pelo selo de Gene Simmons, $immons Records, o álbum demonstra certo amadurecimento em relação à estreia auto-intitulada de dois anos atrás.

O Hard melódico permanecia poderoso, mas os teclados davam cada vez mais espaço para nuances mais "guitarreadas" e a cozinha ganhava força e peso nas composições. Não obstante, o vocalista James Christian dispensa quaisquer comentários - é um dos melhores do Hard Rock e Gene deu uma de suas tacadas mais certeiras, musicalmente falando, ao recomendar a entrada de James no lugar do antigo frontman da banda Giuffria, David Glen Eisley.

Além disso, convidados de peso deram o ar da graça por aqui com backing vocals ou guitarras extras, como Mandy Meyer (Krokus), Rick Nielsen e Robin Zander (Cheap Trick), Doug Aldrich (Whitesnake, Hurricane), Chris Impellitteri, Ron Keel (Steeler, Keel), Steve Plunkett (Autograph) e Mike Tramp (White Lion). Fãs desses caras já podem saber que lá vem pedrada por aí.

A abertura com "Shoot" já mostra o poder de fogo do quinteto, com uma demonstração vocal de James Christian e, logo em seguida, um baita riff. Hard pesado e sensual. "Chains Of Love" vem em seguida, com uma melodia pra lá de viciante e um refrão apaixonante - uma canção envolvente que não perde o peso nem a classe.


O cover de "Can't Find My Way Home", original do Blind Faith, é uma das baladas mais lindas do gênero. James, o destaque da música, imprime sentimento aliado inicialmente à um violão preciso e posteriormente à um instrumental poderoso. "Heart On The Line", composta por Rick Nielsen, aterrissa meio melódica pelos teclados de Gregg Giuffria e meio blueseiras pelas guitarras de Nielsen. "Laydown Staydown", outro Hard digno de lap dance, vem em seguida, lembrando bastante o Whitesnake e o Aerosmith nos anos 1980.

A próxima é a faixa-título, de quase 6 minutos de duração e atmosfera mais densa. Gregg dá um show nos teclados e a cozinha de Chuck Wright (ex-baixista do Quiet Riot por sinal) e Ken Mary (baterista) simplesmente arrebenta. Em seguida, duas outras power ballads (os caras são bons nessa área) que conquistam até o mais revoltado: "It Ain't Love" e "Remember My Name", que apresentam um pé e meio no AOR e poderiam ter bombado nas FM's na época. E pra fechar com chave de ouro, duas hardeiras cheias de finesse e categoria: "American Babylon" e "Kiss Of Fire".

Tanto "Sahara" quanto o House Of Lords não tiveram o sucesso merecido. O play conquistou uma modesta 121ª posição nas paradas norte-americanas e os singles de "Can't Find My Way Home" e "Remember My Name" tiveram desempenho moderado, sendo que a última chegou à 72ª posição dos charts da Billboard. Mas essa pérola é uma audição pra lá de recomendada para os apreciadores de boa música!

01. Shoot
02. Chains Of Love
03. Can't Find My Way Home
04. Heart On The Line
05. Laydown Staydown
06. Sahara
07. It Ain't Love
08. Remember My Name
09. American Babylon
10. Kiss Of Fire

James Christian - vocal, violão
Michael Guy - guitarra, violão, backing vocals
Chuck Wright - baixo, backing vocals
Ken Mary - bateria
Gregg Giuffria - teclados, backing vocals

Músicos adicionais:
Rick Nielsen - guitarra, backing vocals
Chris Impellitteri - guitarra
Doug Aldrich - guitarra
Mandy Myer - guitarra
Mike Tramp - backing vocals
David Glen Eisley - backing vocals
Steve Plunkett - backing vocals
Steve Isham - backing vocals
Ron Keel - backing vocals
S.S. Priest - backing vocals
Billy Dior - backing vocals
Robbie Snow - backing vocals
Cheri Martin - backing vocals
Melony Barnet - backing vocals
Bruce Flohr - backing vocals
David Sluts - backing vocals
Shannon Wolak - backing vocals
Margie Rist - backing vocals
Erin Perry - backing vocals
Kimberly Gold - backing vocals
Aina Olson - backing vocals
Breta Troyer - backing vocals

(Links nos comentários - links on the comments)

by Silver

16 comentários:

Anônimo disse...

Sahara [1990]
(72mb ~ 192kbps)

http://www.multiupload.com/RZEMR2LE7X

Kamelot disse...

HOUSE OF LORDS..taí uma maravilhosa banda que todo mundo tem a obrigação de conhecer.
Falar dessa banda é difícil pois alem de gostar muito,curto muito o vocasi de JAMES CHRISTIAN,que na minha opinião figura entre as melhores vozes do gênero.
Falando de SAHARA...um album esplêndido do início ao fim,com músicas belissimas,e uma banda muito competente mandando ver em músicas que é impossivel não se apaixonar.
Abrindo o album temos a grandiosa "SHOOT",e de cara aquela pegada com melodia,e backing vocals excelente,e TECLADOS muito bem focados,"CHAINS OF LOVE",dá continuidade ao ataque sonoro,com um solo de guitarra belissimo,"CAN'T FIND MY WAY HOME",essa dispensa comentários,pois aqui JAMES CHRISTIAN,mostra o quão potente sua voz e melodiosa,executando perfeitamente essa belissima BALADA,...."HEART ON THE LINE" volta ao belissimo HARD do início,"LAYDOWN STAYDOWN",essa é daquelas músIcas que vc começar a POGAR mesmo sem perceber(e que BACKINGS..),"SAHARA" é uma excelente faixa,e mais um show de BACKINGS,e JAMES mandando muito bem ,e eis que chega a vez da MELHOR MÚSICA do album "IT AIN'T LOVE"...lindissima balada,com uma pegada hard no estilo HOUSE OF LORDS eh,eh..."REMEMEBER MY NAME",mais uma bela canção,uma Semi-Balada,com teclados e vocais arrebentando..."AMERICAN BABYLON",impossivel não cantar o refrão logo de cara,e que PEGADA que tem esse som meu deus do céu...o album fecha com a RÁPIDA "KISS OF FIRE",uma música mais acelerada,porém perfeita para fechar essa PÉROLA.
Eis aqui uma grande banda,até mesmo pela discografia,que deveria estar no patamar de bandas como KISS,FIREHOUSE,WHITESNAKE,etc..pois talento,e boa música,os caras teem de sobra.
Lembrando que JAMES CHRISTIAN ,alem do HOUSE OF LORDS,tambem tem sua carreira solo que leva apenas o seu nome,e tambem o projeto "VOICES OF ROCK".
Vale à pena conferir,e prestigiar essa GRANDE BANDA.
Parabens pelo POST..EXECELENTE!!.
RECOMENDO...e de 1 à 10,minha nota para esta banda é 1000.
Abraços.

Fabio disse...

Ouvi um disco mais recente (Cartesian Dreams) do House of Lords e achei muito bom, vou conferir esse para comparar :)

Eduardo disse...

Legal, eu gosto de Giuffria e não sabia dessa. Vlw Combe!

GrassHoper disse...

Post impecável!!!
Ainda tem esses músicos convidados que engradecem ainda mais esse clássico, só faltou o Jeff Scott Soto, kkkkkkkkkkk!!

Abraços!

caue disse...

Pode parecer mentira, mas hoje vindo pro trampo (umas 7 e tanto da manhã), caminhando pela rua, deparei-me pensando em que? HOUSE OF LORDS. Isso mesmo, e lembrei que há tempos não ouvia e nem lia nada por aqui sobre.

Conheci, como a maioria acredito, por meio do Giuffria (outra bandaça). Contudo prefiro o House of Lords. A pegada tem mais o pé no AOR e no Hard/Heavy.

Ouvi o primeiro play e apaixonei. Este Sahara só vem complememtar.

Parabéns, as always!
Fiquei feliz de ver esse post aqui hoje.

_gui disse...

comentário inutil: rolando a pagina bem rapido e sem meus óculos achei que a capa do disco era uma piroca. foi mal :(

Anônimo disse...

Ao contrário da maioria dos fãs, não considero este o melhor trabalho do HOL. Apesar das 17462978 participações especiais, não considero Sahara um discão. "Remember My Name" é açucarada demais para os meus ouvidos. Os caras possuem inúmeras baladas melhores, como "Edge of Your Life" (do primeirão) e "Spirit of Love" (do Demons Down). Destaque para a chicletona "Chains of Love", a progressiva "Sahara" e a injustiçada "American Babylon", hard rock furioso de atitude.

by Meanstreet @ work

ZORREIRO disse...

Nunca entendi por que sses caras, com a qualidade de som que botaram no mercado, nunca estouraram.

ZORREIRO disse...

ah, à primeira vista também achei que era uma piroca
huahuahuahuahuahua

Silver disse...

Acho que isso é uma resposta às vontades do inconsciente de vocês. (risos)

Bruno Gonzalez disse...

Esse disco é LINDO.

Ricardo_cd89 disse...

Essa é uma das minhas bandas favoritas! É incrível como músicas tanta qualidade não fizeram o merecido sucesso! O álbum é demais, tanto "Can't Find My Way Home" e a bela "Remember My Name", são músicas que nunca canso de ouvir! Boa música? Ótima música! ótimo post!

Kamelot disse...

Voltando para dizer que alem do HOUSE OF LORDS,JAMES CHRISTIAN(SOLO),VOICES OF ROCK...JAMES CHRISTIAN foi vocalista da banda "EYES"(Banda que antecede o HOL),uma banda muito bacana que faz um HARD ROCK de EXCELENTE QUALIDADE.
Eis aqui o LINE UP.
James Christian-bass /vocals
Mike Solar(Solak) Guitars/Vocals
Jeff batter-Keyboards/Vocals
Ritchie(CAT)Catalano-Drums/Vocals.
Tenho certeza que fãs de HOL,irão curtir essa banda.
Vale lembrar tambem que o mesmo JAMES tem uma participação especial no album da banda de HARD ROCK...."IMPULSIA",cujo vocalista é "Johan Längquist" (Vocals - ex-Candlemass),e Marcel Jacob tocando BAIXO.
Eis a dica para quem não conhece as bandas acima citadas.
Abraços.

bá disse...

UP! muito bom.

Dragztripztar disse...

Eu considero o debut do H.o.L. e o Demons Down alguns dos melhores trabalhos de Hard Rock.
Mas não curto o Sahara.
Só gosto de duas músicas: Remember My Name e Can't Find My Way Home.
O instrumental de todas as músicas são ótimos, mas as músicas mesmo acho q não tem tanto impacto qnto a dos outros discos citados.
De qualquer modo, é House of Lords, e ainda tem muita qualidade.]