Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Tyketto - Strength In Numbers [1994]


Algum tempo após a estreia com "Don't Come Easy", o Tyketto teve certos problemas. A recepção atribuída ao disco não foi muito boa por conta da época e, desanimado, o baixista Jimi Kennedy abandona o barco no meio da turnê de divulgação. Como estavam viajando com o White Lion, James LoMenzo quebrou o galho e Jaimie Scott assumiu o posto em definitivo. O álbum dessa postagem estava prontinho em 1992, já com Jaimie, mas os integrantes foram demitidos da Geffen Records.

Por sorte, foram contratados cerca de um ano depois pela CMC Internacional (divisão da Sanctuary Records) e por lá lançaram o belíssimo "Strength In Numbers", dois anos depois da amarga demissão. É um perfeito sucessor ao debut. Tem maior influência do Blues nas músicas mais animadas e as baladas são mais presentes e um pouco menos farofeiras. Ou seja, tem um pé no Hard e o outro está metade no AOR, metade no Blues.

A versatilidade e a competência da formação é algo raro: vocais perfeitos de Danny Vaughn, guitarras e violões criativos e bem tocados de Brooke St. James, baixo coeso e presente de Jaimie Scott e linhas de bateria pesadas e diferenciadas de Michael Clayton, além de incríveis composições e senso melódico muito apurado.

A faixa-título abre com um Hard direto e potente. A levada cadenciada e o ótimo refrão conquista o ouvinte de primeira. "Rescue Me" chega em seguida um pouco melódica mas pesada e com qualidade exorbitante, misturando perfeitamente Van Halen dos primórdios com Journey. "The End Of The Summer Days", belíssima balada que foi single, tira lágrimas. Danny apresenta vocais repletos de feeling e o instrumental não perdoa.


"Ain't That Love" é aquele tipo de Hard Rock safado de boteco com inserções blueseiras inspiradas no Aerosmith. Um show de Danny, apesar da cozinha muito presente de Jaimie e Michael e boas guitarras de Brooke. Em seguida tem-se "Catch My Fall", uma semi-balada que começa acústica e é tomada pelas guitarras e por um baita refrão, e a minha predileta: a calma "The Last Sunset", completamente acústica e bem curtinha, porém apaixonante, com uma composição que, particularmente, me comove.

O Blues/Hard "All Over Me" retoma o clima 'rocker' com baitas riffs, gaita adequada e mais uma performance incrível de mr. Vaughn. Duas lindas semi-baladas vem em seguida: "Write Your Name In The Sky" e "Meet Me In The Night". Letras ótimas, melodias grudentas e tudo que uma canção do gênero tem direito. "Why Do You Cry?", bluesão de beira de estrada, dá sequência, com guitarras fabulosas de St. James. E pra fechar, tem-se a densa e pesada "Inherit The Wind", uma das melhores do álbum, e uma releitura de "Standing Alone", balada do disco anterior, com algumas diferenças de mixagem.

Novamente a recepção foi limitada, até mais do que a do antecessor. Após a pequena turnê, Danny pediu as contas para poder cuidar da esposa, que estava muito doente. Sobre o futuro? Mais pano pra mais manga... mas por enquanto vale se divertir e se emocionar com essa obra-prima.

01. Strength In Numbers
02. Rescue Me
03. The End Of The Summer Days
04. Ain't That Love
05. Catch My Fall
06. The Last Sunset
07. All Over Me
08. Write Your Name In The Sky
09. Meet Me In The Night
10. Why Do You Cry?
11. Inherit The Wind
12. Standing Alone ('94 remix)

Danny Vaughn - voca, violão, gaita, mandolin e percussão
Brooke St. James - guitarra, backing vocals
Jaimie Scott - baixo, backing vocals
Michael Clayton Arbeeny - bateria, percussion e backing vocals

Músicos adicionais:
Paul Mirkovitch - teclados em 4, 7 e 10
Jimi Kennedy - baixo em 12, percussão, backing vocals

(Links nos comentários - links on the comments)

by Silver

11 comentários:

Anônimo disse...

Tyketto - Strength In Numbers [1994]
(69,3mb ~ 192kbps)

http://www.multiupload.com/QGK3D8O16V

Eduardo disse...

Muito Bão!! Pena que o Tyketto não fez tanto sucesso, pois merecia...

Taliban Sexy Trucker disse...

Concorde plenamente com o Eduardo, e na verdade O Tyketto tem todos os elementos de uma banda que tinha tudo pra fazer sucesso "Maldito Grunge"... kkkkkkkkkkkkkk

Luciano disse...

Belo Post!
Strengh In Numbers e Don't Come Easy (na minha opinião um dos melhores albuns de todos os tempos) são essenciais na coleção de qualquer fã de Hard Rock / Melodic Rock / Aor.
Altamente recomendável!

Sulfonato disse...

Danny Vaughan é o melhor vocalista do Universo.

Sulfonato disse...

Danny Vaughan é o melhor vocalista do Universo.

Anônimo disse...

Otimo album,recomendo a todos aew!!

Allan disse...

Blog muito bom!!!
Estava atras desse cd faz tempo!

Valew ai!!

Allan disse...

Procurei esse album um tempão!!

Valew ai!!!

Anônimo disse...

procurava a banda
parabens, muito bom

Pedro disse...

Com o primeiro disco sendo um clássico e o segundo tambem mantendo um alto nível não dá pra entender, na verdade até q dá (Grunge), como esses caras não conseguiram o reconhecimento q merecem. E pra mim Danny Vaugh foi o último grande vocalista q apareceu, uma pena q quase ngm conhece essa banda.