Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

domingo, 14 de novembro de 2010

Dead Kennedys - Mutiny On The Bay [2001]

Domingo pra muitos (inclusive pra mim) é um sinônimo de tédio. Aquele dia que tu provavelmente acorda de ressaca as três horas da tarde pensando "que bosta amanhã é segunda". Mas bem, hoje venho postar um disco que pode ao menos "reduzir" a chatice do domingo: "Mutiny On The Bay" do Dead Kennedys.

Bom, não vou perder tempo contando a história deles, até porque, já temos 2 posts aqui na Combe do DK e creio que os dois já tratem sobre esse assunto. Então vou direto ao que interessa, o álbum em si.

"Mutiny On The Bay", o primeiro álbum ao vivo oficial da banda (visto que os outros lançados eram todos bootlegs), foi gravado na fase aurea da banda, em 1986, mas lançado só em 2001, e envolve uma história muito suja por trás dele.

"Mutiny On The Bay" foi lançado logo após a disputa judicial entre o vocalista e compositor da banda Jello Biafra contra os outros Dead Kennedys. O tal processo começou quando uma cervejaria queria usar uma música do DK em um jingle para um comercial de TV. Jello Biafra contestou, seria lixar sua música apenas por dinheiro, principalmente por que a música em questão, "Holiday in Cambodia", critica justamente uma juventude ociosa e opulenta (vulgos "playboys"), enquanto os outros Kennedys se opuseram a Biafra. Chega a ser até engraçado, uma das bandas que mais criticaram o capitalismo selvagem e a ganância em protestos crus, irônicos e ácidos, agora, brigavam entre si por causa de dinheiro.


(A banda nos tempos aureos. Destaques para a performance do Jello a para os moshs enlouquecidos da platéia!)

Infelizmente, o resultado foi negativo para Biafra. Ele e sua gravadora independente, a Alternative Tentacles, que muito ajudou o punk rock underground (e até hoje ajuda, pois ainda se encontra em atividade), perderam o direito sobre o material dos Dead Kennedys em prol do que o resto do grupo quisesse fazer. Certamente, foi uma péssima notícia para o underground da região em que situa-se a gravadora do Jello, já que ele usava o dinheiro das vendas dos seus discos para prensar discos a baixo custo para bandas de hardcore e punk que estavam no início da carreira. E os direitos do DK passaram para os outros membros, e todo o material deles lançados a partir de 2001, não seriam mais da Alternative Tentacles, mas sim, da Manifesto Records. Jello, que escreveu quase todas as músicas do DK, tinha perdido o direito de um material que era DELE. Uma palhaçada enorme.

E pra piorar tudo, a banda decidiu fazer altas coisas para ganhar uma graninha a mais. Reviveram a banda com outro vocalista, e lançaram uma porrada de material "novo", como esse ao vivo. Mas, apesar de sua história suja, é um ótimo registro.

O repertório do disco é impecável, contendo os maiores clássicos da banda, como "Police Truck", "Kill the Poor", "California Über Alles", "Holiday In Cambodia" e "Too Drunk to Fuck", sendo assim, uma boa pedida pra quem quer conhecer o som do Dead Kennedys. A qualidade também está ótima, e a energia desse ao vivo, então, nem se fala. Uma performance realmente explosiva, incendiária, fodedora de cu's. Esse disco com certeza está, na lista de meus discos ao vivo preferidos. Aliás, como vocês devem ter percebido, sou muito fã de discos ao vivo, mas bem, isso é outra história!

Bem, enfim, Dead Kennedys é Dead Kennedys. Banda ESSENCIAL para qualquer fã de punk rock, e não só fã de punk rock. Recomendo a todos essa pepita, que por mais que tenha uma história bem suja, não deixa de ser um puta registro! Discão que com certeza vai animar seu domigo e o tirar do tédio por alguns momentos.

1. Introduction
2. Police Truck
3. Kill The Poor
4. Holiday In Cambodia
5. Moon Over Marin
6. California Uber Alles
7. MTV - Get Off The Air
8. Too Drunk To Fuck
9. Goons Of Hazzard
10. This Could Be Anywhere
11. Forward To Death
12. I Am The Owl
13. Hellnation
14. Riot

Link nos comentários
Link on the comments

Maurício Knevitz

7 comentários:

Anônimo disse...

http://www.mediafire.com/?sa85jr7tqt33s97

Xelbap disse...

Gosto de poucas bandas de punk,
Dead Kennedys é uma delas : D
Discão!

glen disse...

OBRIGATÓRIO
baIxando

Anônimo disse...

Kennedys nem prescisa de apresentção, é classico!
mais parabens, que os seus textos estão cada dia melhor prabens pela evolução, eu curto pra caralho os textos "grandes" é da hora ler curtindo o cd que faz parte do texto.

Jean disse...

Ótimo post!

Apesar de não ouvir muitas bandas desse estilo, com certeza DK é um marco na história do gênero.


Combeiros, gostaria de contribuir com o blog.
Tem algum pré-requisito? haha
Caso seja de interesse, entrem em contato pelo e-mail jeancunha88(a)yahoo.com.br

Obrigado!

Anônimo disse...

DK o verdadeiro espirito punk, Jello merece nosso respeito.

abraço

Adenilson disse...

Grato por compartilhar , uma banda clássica como não se faz nos tempos atuais , nas atitudes e na postura .
Ainda e sempre uma referência !