Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Manowar – Battle Hymns [1981]


Aproveitando que eles anunciaram a regravação desse clássico, vamos ao que realmente interessa: o original. A verdade é que, digam o que disser sobre pose, visual e discursos inflamados, não há como não reconhecer que o Manowar é uma das bandas mais relevantes da história do Heavy Metal. As pessoas que não compram o produto pela embalagem – os inteligentes, para sermos mais exatos – reconhecem a competência de Eric Adams, um dos maiores vocalistas da cena, assim como as fortes composições de Joey De Maio. Sim, eles exageram na postura e na maioria das vezes acaba como piada mesmo. Mas o que não falta no meio musical é um visual de gosto duvidoso, certo?

Independente de qualquer pré-conceito, não há como deixar de reconhecer a importância de Battle Hymns. O debut do quarteto norte-americano – completado pelo guitarrista Ross The Boss e o baterista Donnie Hamzik, que recentemente retornou ao grupo – traz fortes músicas e incorpora novos elementos, que influenciaram as gerações posteriores do gênero. A primeira parte do disco segue uma linha mais tradicional, com pegada roqueira. Podemos destacar a clássica “Metal Daze”, uma ode ao estilo, assim como “Fast Taker”, com Eric mostrando toda capacidade de suas cordas vocais em um Heavy Rock de primeira.



A música que dá nome à banda funciona como uma espécie de transição para o que vem a seguir. A épica “Dark Avenger”, com narração do lendário e saudoso Orson Welles (que na nova versão será substituído por Christopher Lee) dá um cacete em qualquer bandinha troo que tenha vindo depois. Joey De Maio dá uma demonstração de toda sua técnica no baixo em “William’s Tale”, adaptação do tema de Guilherme Tell, obra de Gioachino Rossini. Para encerrar, um dos maiores hinos do Metal em todos os tempos, “Battle Hymn”, o mais puro tema de guerra já feito no estilo. É ouvir e sentir vontade de empunhar uma espada e sair matando sem dó nem piedade.

Manowar com Orson Welles durante as gravações

A banda sairia em turnê como atração de abertura de Ted Nugent, que logo os dispensou, sob a alegação que estavam ‘aparecendo demais’ – entenda isso da maneira que achar melhor. Com a cara e coragem, decidiram bancar com seus poucos recursos à época, uma excursão como atração principal em lugares menores. A estratégia funcionou e arrebataram uma legião de seguidores pelos Estados Unidos. A saída de Donnie Hamzik, cedendo lugar a Scott Columbus (o Charles Bronson do Metal) abriu espaço para a concepção da formação mais conhecida do Manowar, levando-os à consagração definitiva como um dos principais nomes da cena.

Mesmo atualmente não alcançando o padrão de qualidade dessa época, o Manowar é SIM uma banda histórica e que serviu como referência a todos os metalheads que vieram depois. Quem discorda, faz isso por birrinha e por causa do estilo de comportamento dos caras ao invés do que realmente importa, que é a música. Battle Hymns não é apenas um clássico do Heavy Metal, mas do Rock como um todo! Death to the false ones!!!

Eric Adams (vocals)
Joey De Maio (bass)
Ross The Boss (guitars, keyboards)
Donnie Hamzik (drums)

01. Death Tone
02. Metal Daze
03. Fast Taker
04. Shell Shock
05. Manowar
06. Dark Avenger
07. William’s Tale
08. Battle Hymn

Link nos comentários
Link on the comments


JAY

17 comentários:

Anônimo disse...

Manowar – Battle Hymns [1981]

49 MB
192 kbps

http://www.mediafire.com/?zzs9hps3cdavjvc

Jogando Por Música disse...

Não acho necessária uma regravação. Esse disco é um clássico do Metal...

BraBus! disse...

Esses ai sao muito brabos mesmo \o!

Uma das primeiras bandas da minah vida ^^

ZORREIRO disse...

Battle Hymns é o começo de tudo, e por isso é o melhor.
É o disco do Manowar que TEM que ter.
By moonlight...we ride...

jesusbiblio disse...

Kiss my ass if dont like it! i dont care !!! Manowar, born to live forever more !! Heavy Metal, Heavy metal daze!! The gods made heavy metal and they saw taht it was good !
Kill with power !! die die!!!!

Joe disse...

"Scott Columbus (o Charles Bronson do Metal)"...

Boa, hehehe...

JOE

Anônimo disse...

Grande Manowar.

caique disse...

esse eu já tenho original, recomendadíssimo

GrassHoper disse...

Hail to the Kings!!!

Não vou negar que esteja curioso e um pouco apreensivo acerca do resultado dessa regravação que emperra ainda mais o processo de produção do novo álbum de inéditas que só Odin sabe quando vão lançar...

Anônimo disse...

HEIL MANOWAR!!!

O Charles Bronson do Metal, ahaha, tô rindo aqui.

jR! disse...

Manowar foi a banda que me fez curtir Heavy Metal e esse foi justamente o álbum que me levou ao estilo.

Wimps and posers
Leave the hall
Cause this is Heavy Metal!!!

jullecosta disse...

A faixa título já diz tudo,me faz viajar no tempo,fazendo me lembrar o ano de 1996 quando ouvi esse disco pela primeira vez e logo depois o lendário hail to england no ano posterior.

IVARLENO TELES disse...

Não poderia deixar de fazer umcometário e parabenizar pelo post. Realmente é uma sonzeira esse álbum cara, muito bom mesmo!!! Por incrível que parece tinha todos os álbuns menos esse, que por sinal é o melhor.
obs.: e o vocal do Orson Wells em Dark Avenger, muito boa mesmo essa música, valeu e grande abraço...

BORS disse...

discasso! clássico clássico clássico.

death to the false metal !!!

Anônimo disse...

Melhor banda de Heavy Metal do Mundo - Hail kings of Metal

jantchc disse...

manowar é crassico...

ainda não tinha ouvido este cd..

baixando..

Diego disse...

Sem dúvida um clássico do metal c !!!!