Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Quiet Riot - Alive And Well [1999]


Após a demissão de Kevin DuBrow (de sua própria banda por sinal) em 1987, o futuro do Quiet Riot se tornou um vai-e-vem interminável. Vários integrantes passaram pela formação, que chegou a se desmanchar em 1989, voltando apenas em meados de 1991. Mas em 1997, a line-up clássica, que consiste em Kevin DuBrow nos vocais, Carlos Cavazo na guitarra, Rudy Sarzo no baixo e Frankie Banali na bateria, uniram forças novamente. O produto inicial da reunião foi o disco dessa postagem.

"Alive And Well" representa, na verdade, apenas a volta de Rudy Sarzo, porque os outros três já estavam trabalhando juntos desde 1993. Mas também é uma volta parcial à sonoridade responsável por consagrar o conjunto, que é aquele Hard Rock festeiro e divertido que também flerta com o Heavy Metal sem desvirtuar ou soar estranho.

Capa da versão francesa de "Alive And Well", a versão dessa postagem

Marcam presença por aqui oito canções inéditas e seis regravações de clássicos que foram retirados dos álbuns "Metal Health", de 1983, "Condition Critical", de 1984, e "QR III", de 1986, além de um cover de "Highway To Hell", hino do AC/DC, nunca lançado pela trupe. Vale lembrar que as regravações contém certas diferenças que vieram a calhar, musicalmente falando, com destaques às releituras de "The Wild And The Young" e "Mama Weer All Crazee Now".

As inéditas seguem a famosa fórmula dos caras, fazendo jus ao título do álbum em questão, que, traduzido, significa "vivo e bem". Todos os integrantes se mostram em ótima forma, tanto em execução quanto em composição. Dessas, se destacam as hardeiras "Don't Know What I Want" e "Against The Wall", a densa "Overworked & Underpaid" e a divertida "Slam Dunk (Way To Go)", sendo esta uma composição de Kevin DuBrow com Jeff Paris anteriormente gravada pelo Pretty Boy Floyd para o filme Switch.



No mais, "Alive And Well" é uma boa pedida para quem pensa que o Quiet Riot só fez coisa boa até o clássico "Metal Health" - o que já foi provado, em outras postagens desse blog, que não passa de balela, pois a carreira do grupo é excelente.

01. Don't Know What I Want
02. Angry
03. Alive And Well
04. The Ritual
05. Overworked & Underpaid
06. Slam Dunk (Way To Go)
07. Too Much Information
08. Against The Wall
09. Sign Of The Times '99
10. Don't Wanna Let You Go '99
11. The Wild And The Young '99
12. Mama Weer All Crazee Now '99
13. Cum On Feel The Noize '99
14. Highway To Hell
15. Metal Health '99

Kevin DuBrow - vocal
Carlos Cavazo - guitarra, violão, backing vocals
Rudy Sarzo - baixo, backing vocals
Frankie Banali - bateria, percussão

(Links nos comentários - links on the comments)

by Silver

7 comentários:

Anônimo disse...

Alive And Well [1999]

Link:
http://bit.ly/bNWVYh

Dragztripztar disse...

Cara, muita gente deveria abrir os olhos para os discos do Quiet Riot pós-anos 80. Em minha opinião, o Terrified de 93 só não é melhor q o Metal Health.
E tds os outros que se seguiram variam entre bom e ótimo.

Esse Alive and Well é bem bacana e a versão de The Wild And The Young é ainda melhor que a original. A pegada da batera é muito mais animal.

Aliás, Frankie Banali vem tocando um absurdo desde o The Headless Children do W.A.S.P., e talvez o ápice dele tenha sido no Rehab q tem uma pegada bem setentista e é um ótimo disco.

VH III, Carnival of Souls, March or Die e agora o Alive and Well. Isso aí, mostrando que pode existir trabalhos muito acima da média mesmo que renegados pela maioria (dos "fãs").

Weschap Coverdale disse...

Quiet Riot rlz...

Ontem foi dia de sons energéticos na COMBE!

Alceu disse...

ae rapazeada medonha, valeu! curto mto o Quiet Riot, to baxando pois esse álbum me falta aki!
valeu brigado!

dnlz disse...

Valeu!!!!!! QR eu vi ao vivo em 198... la no Corinthians , o primeiro show da minha vida , uma hora eu faço uma tattoo em homenagem a eles. valeu!

Glauco disse...

aeeee

valeu galera da combe por me relembrar como o quiet é festeiro

Hairbanger disse...

sempre pensei q fosse ao vivo esse disco... baizando agora!