Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

The Quireboys – Halfpenny Dancer [2009]


Se há um show que estou realmente lamentando por perder esse ano – entre vários, especialmente desse mês de novembro, como comentamos em post na Van do Halen – é o do The Quireboys em São Paulo, no próximo dia 28 de novembro. Não apenas por ser um momento que dificilmente se repetirá, já que a banda, infelizmente, não é muito conhecida por esses lados. Mas também porque o momento dos caras é pra lá de inspirado. Depois de tantos anos, tantos discos escutados nos mais variados formatos, só um grupo de qualidade muito superior ainda seria capaz de oferecer um dos melhores álbuns acústicos de todos os tempos. E é o que eles fazem com esse monumental Halfpenny Dancer.

Sem inventar demais, reúnem algumas de suas melhores canções e alguns covers de primeiro nível, entram em estúdio e registram um trabalho onde a emoção é elemento presente da primeira à última nota. Desde a abertura com a clássica “There She Goes Again”, passando por algumas mais recentes, como a exuberante “Mona Lisa Smiled”, o que Spike e companhia oferecem ultrapassa qualquer lógica. É Rock N’ Roll em sua excência, executado por músicos que entendem e amam o estilo de verdade. Tanto que na hora de escolher o que regravar, não ficaram no óbvio e buscaram sons do UFO (“Love to Love”), Leo Sayer (“Can’t Stop Loving You”) e Jim Reeves (“He’ll Have to Go, Jim”).



Assim como fez o KISS em seu acústico – outro que freqüenta o hall da fama dos discos desplugados –, o The Quireboys deixou de lado algumas das mais conhecidas, como “I Don’t Love You Anymore”, “Sex Party” ou “Hey You”. Mas também buscaram algumas maravilhas esquecidas em seu rico repertório. E não tem como não sentir o coração chegando à garganta quando “King of New York” encerra o play em maravilhosa interpretação em arranjo apenas de voz e piano. Musicalidade acima de qualquer rótulo. Quem tiver oportunidade, compareça ao Manifesto Bar para prestigiar. É uma chance que, muito provavelmente, será única.

Spike (vocals)
Guy Griffin (guitars)
Paul Guerin (guitars)
Phil Martini (drums and percussion)
Keith Weir (piano)

Special Guests

Rob Bond (pedal steel)
Moritz Behm (fiddle)
Lee Spence (mandolin and dobro)
Rachel Cullum (violin)
Chris Corney (bass, banjo and dobro)

01. There She Goes Again
02. Devil Of A Man
03. Love To Love
04. Mona Lisa Smiled
05. I Can't Stop Loving You
06. Roses & Rings
07. Baby It's You
08. Hello
09. Pretty Girls
10. He'll Have To Go
11. Long Time Comin'
12. Hates To Please
13. King Of New York

Link nos comentários
Link on the comments


JAY

16 comentários:

Anônimo disse...

The Quireboys – Halfpenny Dancer [2009]

75 MB
192 kbps

http://www.mediafire.com/?d4vdidc4nwxvy0b

Dragztripztar disse...

Como eu já disse em outro post do Quireboys aqui na Combe, ao meu ver, eles só lançaram discos impactantes na primeira fase, ou seja, os 2 primeiros discos. Depois que eles retornaram, continuaram resgatando o velho Rock 'n Roll, mas com pouquíssima inspiração.

Já tinha ouvido falar muito bem desse acústico e lendo o texto fiquei mais interessado em conhecer, e tbm por curiosidade em escutar como ficou esse cover do UFO.

Valeu.

Jean disse...

Parabéns pela postagem!
O Quireboys foi uma das poucas bandas surgidas com a onda do hard rock(eles tocaram no lendário Monsters of Rock em '90, lá em Donnington, Inglaterra)que mantiveram a sonoridade clássica da banda, ao contrário de muitas outras que se viram em crise quando chegou a nova década. Só isso já mostra o quanto os caras são consistentes na música deles. É só comparar o debut "A Bit of What You Fancy", de '90 com o penúltimo deles, por exemplo, o "Homewreckers & Heartbrakers" de 2008, ambos possuem elementos semelhantes, bem no rock n' roll como Spike e cia. mandam tão bem.

Valeu!

antonio fabio ximenes albuquerque disse...

Grande banda, podem ouvir!!!

Tiago disse...

Valeu pelo post!

ZORREIRO disse...

Isso é rock'n'roll com nome de grupo que já existia (lembram qual?).
Mas tudo bem, afinal, Skid Row também já existia antes de Sebastian e cia...
Sonzeira

Marquinho disse...

Eu sempre vejo na wikipedia pra conferir se o set list tá certo ou se tá faltando músicas.

Eu encontrei a lista de músicas e diz que o disco tem 15 músicas.Esse só tem 13 qual que tá certo?

1. "There She Goes Again" (Bailey/Gray)
2. "Devil of a Man" (Bailey/Gray)
3. "Love to Love" (Schenker, Mogg) UFO cover
4. "Mona Lisa Smiled" (Griffin/Gray)
5. "Halfpenny Dancer" (Gray/Griffin)
6. "I Can't Stop Loving You" (Billy Nicholls)
7. "Roses & Rings" (Gray/Bailey)
8. "Baby It's You" (Miller)
9. "Hello" (Griffin/Gray)
10. "Pretty Girls" (Gray/Bailey)
11. "He'll Have to Go" (Joe Allison, Audrey Allison)
12. "Long Time Comin'" (Gray/Bailey)
13. "Have a Drink with Me" (Gray/Guerin)
14. "Hates to Please" (Bailey/Gray)
15. "King of New York" (Bailey/Gray/Vallance)

Hairbanger disse...

pretendo ir nesse show... ainda to pra achar um disco da banda razoavel pra baixo!

Jay disse...

Os dois estão certos. Essa é a primeira versão, com 13 músicas. Depois saiu uma Extended com mais duas.

Felipe Kotzen disse...

Incrivel! não conhecia a banda, tinha visto o post sobre o show deles em sampa na Van do Halen, mais nem dei muita atenção. Esse disco é perfeito, acústico como a muito não ouvia, parabéns combe, essa realmente vale a pena... Abraço

sueco disse...

cara, perder esse show, assim como eu perdi o Pretty Boy Floyd vai ser de doer o coração...
quem diria que a uns 5 anos atrás quando eu assistia aquele dvd com Guns, Poison, Whitesnake e os Quireboys, eu teria a chance de ver um show dos caras.

rlz demais!

Cristiano disse...

Eu tenho este CD e não posso deixar de comentar a obra-prima que é este acustico da banda...
King of New York é algo épico !!! vale a pena conferir !!! e parabéns pelo post.

Taliban Sexy Trucker disse...

The Quireboys é foda, o show tbm vai ser docaralho, e esse álbum deles tbm ficou mto bom... Mais uma vez a combosa regassando td....

André disse...

Muito bom!! O som dos caras é bem bacana mesmo... A combe ta voando baixo!! Long Live Rock and Roll

Anônimo disse...

gracias,muy buena banda

Botto KIller disse...

Muito bom! Eu também perdi o show deles... E pior que eu fui no Twisted Sister no dia anterior e o Spike estava lá!