Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Combest Of: Vol VI - Dave Grohl [2010]


Se existe alguém que merece um Combest Of, esse alguém é David Eric Grohl, ou simplesmente Dave Grohl, tanto pela qualidade de seus projetos quanto pela enorme quantidade em que os concebeu. Grohl apareceu para o mundo como baterista do Nirvana, e depois disso se tornou uma das figuras mais conhecidas e respeitadas da música nas duas últimas décadas, embarcando em empreitadas de sucesso como o Foo Fighters e o Them Crooked Vultures.

Grohl nasceu no ano de 1969 em Warren, Ohio, mas ainda criança se mudou com a família para Springfield, na região metropolitana de Washington D.C., onde passou toda a adolescência. Tocou de tudo um pouco e fez parte de várias pequenas bandas, até descobrir a bateria e sua principal influência no instrumento: John Bonham. Aos 17 anos, mentiu a idade e fez um teste para a banda Scream. Para sua surpresa, foi escolhido e passou a integrar o grupo, que gozava de relativo sucesso no circuito hardcore. Gravou dois álbuns e, durante uma turnê pela costa oeste dos EUA em 1990, conheceu Buzz Osborne, do Melvins, que um dia levou Kurt Cobain e Krist Novoselic a um show do Scream. Naquele mesmo ano a banda acabou repentinamente, deixando o baterista desempregado.

Dave Grohl com o Scream, que tinha certa reputação
nos arredores da capital dos EUA.

Depois de um disco demo com todos os instrumentos gravados por ele mesmo (aqui devidamente remasterizado), Grohl foi chamado para tocar no Nirvana, que estava sem baterista no momento. E logo em 91 foi lançado o Nevermind, álbum histórico que consolidou as mudanças musicais que vinham tomando curso e levou o trio ao sucesso no mundo todo. Durante sua passagem pela explosiva banda de Seattle, começou a compor algumas músicas, mas, temendo causar problemas internos, não às apresentou a Cobain. Ainda criou, ao lado de Novoselic, algumas das faixas que fariam parte do primeiro disco de seu próximo projeto e "You Know You're Right", última música gravada por Cobain, que seria lançada em uma coletânea em 2002.

Kurt Cobain, Krist Novoselic e Dave Grohl formavam o Nirvana,
uma das bandas mais revolucionárias da história do rock.

Depois da morte de Kurt Cobain, no final de 94, Dave Grohl decidiu gravar um álbum. Escolheu o nome Foo Fighters para o play, nome este que se tornaria a grande marca a que se associaria depois do Nirvana. Gravou todos os instrumentos, com exceção de uma única faixa cuja guitarra é creditada a Greg Dulli (Afghan Wings). O disco fez relativo sucesso e manteve o nome de Grohl no mainstreen. Em 97 o Foo Fighters, já como uma banda e com Dave assumindo vocais e guitarras, lançou seu segundo álbum The Colour and the Shape, que estourou na MTV, que na época ainda era o principal canal de divulgação musical. Em 97 ainda compôs e gravou toda a trilha sonora do filme Touch, revivendo o pseudônimo Late!, utilizado em uma fita demo de alguns anos antes.


O Foo Fighters, principal trabalho de Dave Grohl depois do fim do Nirvana, manteve o músico sob os holofotes do mainstream.

Em 98, mais um álbum do Foo Fighters, There is Nothing Left to Lose, se tornou sucesso de público e crítica. Em 2000, participou do trabalho solo do lendário Tony Iommi. No fim de 2001, Dave Grohl decidiu adiar o lançamento do próximo trabalho de sua banda para entrar em estúdio com o Queens of the Stone Age, de seu amigo Josh Homme, para gravar o famoso Songs for the Deaf.

A primeira parceria importante de Dave Grohl e Josh Homme foi em 2002, no álbum Songs for the Deaf. Na foto, os dois ao lado de Nick Oliveri, baixista do Queens of the Stone Age na época.

Depois disso o Foo Fighters só cresceu. O One By One, de 2003, e o In Your Honor, de 2005, trouxeram mais alguns hits para o catálogo da banda. Mas em 2004 Grohl já havia gravado com caras como Max Cavalera e Lemmy Kilmister, tocando bateria no Probot, mais uma de suas empreitadas. Em 2006, tocou com o Queen no VH1 Rock Honors. No ano seguinte, o Foo Fighters lançou Echoes, Silence, Patience & Grace, que, como sempre, foi um sucesso de público e emplacou alguns hits. Em 2008 a banda gravou um dvd ao vivo em um estádio Wembley lotado, em um concerto histórico que teve a participação de ninguém menos que John Paul Jones e Sir Jimmy Page. No ano seguinte, o baterista formou o power trio Them Crooked Vultures com ninguém menos que Josh Homme e o próprio John Paul Jones. Atualmente se divide em turnês com o Them Crooked Vultures e a gravação de um novo álbum do Foo Fighters, previsto para o primeiro semestre de 2011.

Dave Grohl e Josh Homme, agora ao lado do lendário John Paul Jones,
formando o Them Crooked Vultures
.

Dave Grohl é um furioso baterista, um excelente vocalista e um criativo compositor. Um dos músicos mais versáteis e representativos dos últimos 20 anos, participou dos mais variados trabalhos musicais, ao lado dos mais variados e importantes artistas. Enfim, aqui está um essential de Dave Grohl. Não deixe de conferir!

01. No Scape - Scream
02. Throwing Needles - Dave Grohl
03. Territorial Pissings - Nirvana
04. School (at Reading) - Nirvana
05. This is a Call - Foo Fighters
06. How Do You Do - Late!
07. Goodbye Lament - Tony Iommi & Dave Grohl
08. No One Knows - Queens of the Stone Age
09. You Know You're Right - Nirvana
10. All My Life - Foo Fighters
11. Shake Your Blood - Probot (com Lemmy Kilmister)
12. Everlong (Acoustic) - Foo Fighters
13. Tie Your Mother Down - Dave Grohl & Queen + Paul Rodgers
14. The Pretender - Foo Fighters
15. Rock and Roll - Foo Fighters, John Paul Jones & Jimmy Page
16. New Fang - Them Crooked Vultures

LINKS NOS COMENTÁRIOS
LINKS ON THE COMMENTS

Jp

Capa: Silver


11 comentários:

Anônimo disse...

http://www.4shared.com/file/azmjUK8e/Combest_of_DG_-_Jp__Combe_.html

Jp disse...

Só volto em 2011, então um bom fim de ano a todos os motoristas e passageiros!

Keep rocking!

ZORREIRO disse...

Confesso que nunca gostei de Nirvana.
Que consigo achar algumas somente músicas do FooFighters realmente boas (gosto pessoal).
Mas jamais serei capaz de negar que esse cara é um gênio da música!
Merecido Combest!

Weschap Coverdale disse...

Também nunca gostei do Nirvana, assim como o Zorreiro. Mas negar o que esse cara toca e compõe é inigável! Grande Combest!

Daniel disse...

Conheci o trabalho do Dave Grohl na banda Them Crooked Vultures.

Também não vejo graça no som do Nirvana..rs

Gus disse...

gosto de pouca coisa do Nirvana e menos ainda do foo Fighters... sei lá, acho q o som deles não é pra mim!! de qualquer forma não dá pra negar q o cara tem talento de sobra e parece ser gente boa d+!! grande post, parabéns!

\m/

jantchc disse...

ótimo post e gde coletanea, mas sinceramente acho q faltou uma musica do tenacious d..

eu sei q alguem sempre vai achar q faltou alguma coisa, mas no cd tenacious d and the pick of destiny, tem uma musica muito foda com o dave grohl cantando e tocando bateria q é muito foda chamada belzeboss..

valeu..

Joe disse...

Otima coletanea! Mas o melhor eh a resenha! Eh o que diferencia a combe dos outros blogs! Vcs mandam mto bem! Parabens pelo post e muito obrigado!

Anônimo disse...

Otimo blog cara...
Mais teria como postar novamente?
o link do 4shared já era.

Anônimo disse...

Não sei se é preconceito de quem curte Metal/Hard Rock/Hardcore como eu, mas há uma aversão pelo Nirvana e todo movimento Grounge dos anos 90 que de certa maneira modificaram os parametros do rock,(talvez pra pior), pois depois dele tem aparecido muita coisa ruim, mas os caras tiveram seu valor:Nirvana/Soundgarden - Alice in Chains e Pearl Jam (meus dois favoritos no movimento).Já O Foo Fighters já e mais parecido com com o som dos anos 80 talvez pelo gosto do próprio Dave, ele é um tremendo musico multi instrumentista e isso não há como negar.
Abraços - Célio - Rio Claro - SP

Gill disse...

não costumo adquirir coletânias, mas não posso deixar passar do meu ídolo maior e referência em tudo que eu faço..abraços galera da Combe do Iommi