Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Scorpions - Sting In The Tail [2010]


O canto do cisne de uma das bandas mais amadas pelos roqueiros em todo o mundo. É até com certa dor que escrevo a resenha desse disco, pois desde meu início no rock, o Scorpions sempre teve uma forte presença, sendo um dos grupos que está no nível do indiscutível para mim, e que mesmo com alguns pequenos escorregões, tem uma carreira que honra o rock n' roll, sem falar que foi um dos primeiro grupos fora do eixo anglo-americano a explodir em nível mundial.

E essa lamentação só aumenta ao ouvir o último registro do grupo, o ótimo "Sting In The Tail". Se no seu antecessor a banda decidiu inovar, em sua derradeira gravação, foi evocado aquilo que se fez de melhor nos anos 80. Alguns chiaram que eles não se aventuraram e apenas fizeram o mais do mesmo. Mas manja aquele feijão com arroz bem temperado, fresquinho e que satisfaz? É assim que podemos qualificar este. Os solos de guitarras estão para todos os lados, os presentes vocais de Meine e as clássicas baladas, como se pode esperar dessas feras.


E logo que "Raised On Rock" começa, você com certeza sentirá um deja-vú, com aquela velha sensação de que já escutou isso antes, ainda mais ao ouvir logo a primeira estrofe, "I was born in a hurricane". Sim, aqueles riffs pegajosos e até um delicioso talk-box a cargo de Jabs fará com que qualquer defesa sua seja desarmada. "Sting In The Tail" continua com o hard rock como prioridade e que quando você menos esperar já estará cantando junto com o carismático Meine.

O hard rock ainda como solto, na pesada "Slave Me" que remete aos discos mais recentes da trupe. Para acalmar os ânimos vem "The Good Die Young" com a participação de Tarja Turunen, mas que canta de maneira bem contida e sem vocalizações líricas, onde se apresenta de maneira mais presente no refrão carregado de emoção. "Rock Zone" vem com uma pegada mais acelerada, um hardão dos bons e feito para agitar. E essa energia continua em canções como na grudenta e animada "Spirit Of Rock", com seu refrão "totalmente excelente" e em "No Limit".



Mas como não poderia deixar de ser, entramos em uma das especialidades da casa, as baladas. E nesse campo, mostram que ainda continuam impecáveis e com muito feeling. "Lorelei" vai lhe trazer a recordação quase que imediatamente para "Send Me An Angel", devido a uma certa semelhança com essa, com uma grande interpretação vocal de Meine. Já a música que encerra a carreira desses dinossauros, é uma aula de emoção. É impossível não se emocionar durante a execução e letra de "The Best Is Yet To Come", dizendo que mesmo com o fim, o melhor ainda está por vir. Será que eles querem sugerir algo com isso? Não sabemos, só o tempo pode responder. Mas essa poderia entrar facilmente para o hall de melhores baladas da história do grupo, e ficará durante dias em sua cabeça.

Sim, ao ouvir esse disco vemos que o fim chega a ser algo injusto para os fãs desse memorável grupo, que junto com a cerveja, foi uma das melhores coisas que a Alemanha criou. Mas assim como diz a derradeira música do grupo, "Don’t look now, the best is yet to come"!





1.Raised On Rock
2.Sting In The Tail
3.Slave Me
4.The Good Die Young
5.No Limit
6.Rock Zone
7.Lorelei
8.Turn You On
9.Let's Rock
10.Sly
11.Spirit Of Rock
12.The Best Is Yet To Come
13.Thunder And Lightning

Klaus Meine: Vocais
Matthias Jabs: Guitarra Solo, Backing Vocals
Rudolf Schenker: Guitarra Base, Backing Vocals
Paweł Mąciwoda: Baixo, Backing Vocals
James Kottak: Bateria, Percussão, Backing Vocals

Músicos Convidados:
Tarja Turunen: Backing vocals em "The Good Die Young"


By Weschap Coverdale

17 comentários:

Anônimo disse...

http://www.multiupload.com/DTTM4HB8TZ

phdesenhista disse...

Belo comentário, vou baixar agora mesmo. Taí uma banda que vai fazer falta, daqui pra frente.

ZORREIRO disse...

Lembro a primeira vez que postaram o disco... nem tinha saído ainda, hehe.

Depois de Humanity hour esse foi uma grata surpresa.

Tudo do Scorpions tá lá.

Sentiremos saudades da banda que, concordo com a resenha, está em uma de suas melhores formações.

ROGERIO disse...

muitoo bom mesmo... vale apena ouvir a carreira desta lendária bandaa...

pena que não tem em mediafire =(

Anônimo disse...

GOSTEI DESTE NOVO CD DOS SCORPIONS!OBRIGADA POR POSTAR..MT BOM!

JORJAOFONSECA disse...

belo post, tive o prazer indescritível de assistir o Scorpions em minha casa, na bela ilha de São Luís do Maranhão, já tinha assitido a outros monstros do rock em SP e MG, mas ver e ouvir ao vivo essa banda na minha cidade até hj me emociona, diria que foi um sonho realizado, e esse disco é foda, muito bom mesmo.

Abraço a todos e Feliz Ano Novo.

For those about rock...Fire!!We Salute You!!

Anônimo disse...

Não é um classico dos que estamos acostumados... mas tem a grande essencia dessa bela banda!

ver os Alemães em sua ultima tor foi demais!

Abração a todos!

fernando disse...

Pelo menos encerraram a carreira em alto nível, não ficaram se arrastando com o passar dos anos. Valeu!

Daniel disse...

Baixando. Conheço muito pouco do Scorpions.

Anônimo disse...

O bom e velho SCORPIONS . . . os caras são feras!!!

Snakke disse...

Sensacional.

Tive a oportunidade de ver o último show deles em terras brasileiras...Aqui na "bela ilha de São Luis, no Maranhão" (parafraseando meu conterraneo acima)
E é fora de serie. The Best is yet to come é simplesmente PERFEITA ao vivo *-*

Bruno disse...

o link já deu problema...
e agora, eu perdi essa perola ?

Jay disse...

Claro que não. Só seguir procurando pela internet, nos mecanismos de procura, tipo filestube. =)

leo86hc disse...

cheguei tarde ... rs

Anônimo disse...

Scorpions é indiscutivelmente uma lenda...
É verdade que "The Best is Yet To Come" emociona, eu tive a oportunidade de presenciar os caras tocando essa música e outros clássicos como: Send me Angel, Stil Loving You, Wind of Change, Rock You Like a Hurricane e outras, em um show que, ao que tudo indica foi o primeiro e último deles em Brasília...
E confesso que esse show emocionou todos que estavam presentes.

BradJr. disse...

Pooorra,com tanta merda nascendo hoje em dia ,os caras me deram uma injeçao de energia com esse disco!Nem baixei pra ouvir antes fui logo nas lojas e comprei!!! Nos deixaram tristes por encerrar a carreira,mas nos presentearam com aquele rock que sempre nos fez delirar! Vale a pena baixar

durval lemos disse...

SCORPIONS É SCORPIONS