Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

domingo, 10 de abril de 2011

X Wild - Monster Effect [1995]


O Running Wild sempre teve um chefe. Aí você pode argumentar de volta: “Quem tem chefe é índio”. Realmente. Mas a coisa não fugia muito disso em relação a Rolf Kasparek, que manteve a identidade da banda independente dos músicos que o acompanhavam. Mas eventualmente, alguns membros sentiam uma sintonia musical, independente de seu líder. Foi assim que surgiu o X Wild (sim, ex-Wild, trocadilho na cara dura), grupo que reunia três integrantes do passado do Running Wild: o guitarrista Axel Morgan, o baixista Jens Becker e o baterista Stefan Schwarzmann. Para completar a formação, chamaram o vocalista inglês Frank Knight.

Monster Effect é o segundo trabalho da trupe. A sonoridade, obviamente, remete à banda que os juntou. Mas também há claras referências a Accept, Grave Digger e outras formações adeptas do típico Heavy Metal germânico. Aliás, o registro vocal de Frank lembra Udo em vários momentos. Cacetadas certeiras como “Wild Knight”, “Heads Held High” (com os típicos coros do estilo) e “Sinners Are Winners” farão a alegria do ouvinte. A curta e direta “Serpents Kiss” é a mais próxima do Hard Rock, com vários elementos do gênero. Entre as mais trabalhadas, destaque para a faixa-título e “Sons Of Darkness”, com seu refrão épico.



Encerrando o disco, a curta instrumental “King Of Speed”. Normalmente, não mereceria mais que uma rápida citação. Mas nesse caso, há um motivo especial para exaltá-la, já que foi composta em homenagem a ninguém menos que Ayrton Senna, falecido um ano antes. Momento emocionante para os headbangers brasileiros que também são fãs da velocidade e acompanharam a carreira desse grande herói. O X Wild ainda lançaria mais um álbum – já sem Stefan nas baquetas – e se separaria. Jens Becker iria para o Grave Digger, onde está até hoje. Schwarzmann passaria por U.D.O., Helloween, Krokus e se estabeleceria novamente no Accept, onde está muito bem, obrigado. Recomendado para iniciar a semana batendo cabeça!

Frank Knight (vocals)
Axel Morgan (guitars)
Jens Becker (bass)
Stefan Schwarzmann (drums)

01. Wild Knight
02. Souls Of Sin
03. Theatre Of Blood
04. Heads Held High
05. Dr. Sardonicus
06. Sinners Are Winners
07. Monster Effect
08. Serpents Kiss
09. Sons Of Darkness
10. D.Y.T.W.A.C.
11. King Of Speed

Link nos comentários
Link on the comments


JAY

2 comentários:

Anônimo disse...

X Wild – Monster Effect [1995]

71 MB
192 kbps

http://www.mediafire.com/?1lgv3t7chbil0tl

Fábio Lúcio Meira disse...

X Wild é muito bom... sempre...