Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

domingo, 22 de maio de 2011

Bon Jovi - These Days [1995]

O disco que definitivamente encerra a fase glam do grande Bon Jovi. Esqueça as canções melosas, refrães festeiros e grudentos e todo aquele clima oitentista. Canções soturnas, letras com forte teor de crítica social, andamento mais cadenciado e até mesmo mais pesado. Até as baladas que sempre acompanham a banda, aqui tem ares mais pessimistas e retratam o lado mais sombrio e triste do amor. Sim, aqui temos o verdadeiro significado de amadurecimento musical do grupo, ainda que após esse, não temos mais aquela banda que todos aprenderam aqui a amar (sei que vou apanhar nos comentários devido a esta afirmação, mas é o que penso, e não deixo de gostar do Bon Jovi por isso).

Mas seria natural a mudança da temática do grupo. Como bem sabemos, o grunge dominava as paradas de sucesso nas rádios, e o espaço para uma banda de hard seria praticamente nulo. Pensando nisso, vemos a banda aqui praticando um hard mais sério e com letras afiadas, e que a minha opinião estão entre as melhores de toda a carreira do grupo. Mas como quase todo grupo tem seu disco injustiçado, esse com certeza é o registro da discografia da banda que mantém este status, não sendo muito lembrado pelos fãs que conheço.


Sim, apesar do tom escuro e cinza que permeia todo esse registro, a qualidade aqui é impressionante. Jon Bon Jovi apresenta seus vocais mais poderosos em toda a discografia do grupo. As interpretações estão sensacionais e carregadas de emoção, onde você sente ele realmente sangrar enquanto solta versos como este: "Isso me deixou tão louco pois eu queria tanto isso para nós baby, E agora isso é tão doloroso que o que quer que nós tínhamos,Não vale a pena ser salvo". E se alguns torcem o nariz para as composições do grupo, aqui fica muito difícil criticar as letras apresentadas. Sambora está impecável, transmitindo emoção durante todo o trabalho, com solos dobrados e riffs cheios de tristeza e descontentamento.

O registro abre de maneira explosiva com "Hey God", em uma composição triste e questionadora, onde observamos situações que cada um de nós pode ver de perto, ou mesmo passamos por uma destas e no desespero acabamos por questionar a Deus o motivo de estarmos nessa situação. O clima é tão denso, que na segunda canção do disco e que tem a roupagem mais pop de todo o registro, "Something For The Pain", pode ser comparado a um ataque de nervos no meio de uma situação caótica, onde o personagem não vê para onde ir e pede um alívio para a dor que está passando. "These Days" que foi escrita há pelo menos 16 anos atrás, se aplica de maneira perfeita aos nossos dias, em que "estamos em uma era onde nada dura, e não sobrou mais nínguem ao invés de nós mesmos. A emocional "My Guitar Lies Bleeding In My Arms" fará qualquer um que esteja na fossa, que se afunde mais na mesma e não queira voltar por um bom tempo e é o momento de maior flerte com o grunge de toda a carreira do grupo, com um solo choroso de Sambora, onde a guitarra dele realmente sangra em seus braços.



Agora duvido que alguem aqui escute "This Ain't A Love Song" e não lembre de uma pessoa que lhe jurou amor e no final das contas acabou apenas trazendo alguns dias de sofrimento para a sua vida. Essa música embalou alguns momentos de fossa pelos quais passei, ao descobrir que todos os sonhos não passavam da mais amarga ilusão. Uma balada espetacular e que com certeza está entre os pontos altos da carreira do Bon Jovi. "If That's What It Takes" também está entre as minhas prediletas, uma tentativa desesperada de tentar salvar um relacionamento no fim. "Bitter Wine" foi escrita para aquele momento em que você apenas quer afogar as mágoas e nada mais que isso.

Se você gosta de discos emocionais, vai se encantar com todos os sentimentos transmitidos neste registro. Junto com "Darkness On The Edge Of Town" do Springsteen, este é um dos discos mais tristes e ao mesmo tempo encantadores que já escutei. Enquanto muitos o qualificam com um disco apenas "mediano" dentro da carreira do grupo, o considero uma pérola que infelizmente muitos não dão atenção, por acharem que a banda morreu em 1992. Se você é destes, não sabe o que está perdendo.




1.Hey God
2.Something For The Pain
3.This Ain’t A Love Song
4.These Days
5.Lie To Me
6.Damned
7.My Guitar Lies Bleeding In My Arms
8.(It’s Hard) Letting You Go
9.Hearts Breaking Even
10.Something To Believe In
11.If That’s What It Takes
12.Diamond Ring
13. All I Want Is Everything
14. Bitter Wine


Jon Bon Jovi - Vocais, Guitarra
Richie Sambora - Guitarra, Vocais
Tico Torres - Bateria
David Bryan - Teclado, Backing Vocais
Hugh McDonald - Baixo

Ps: Post dedicado para a amigona Lyn, que assim como eu, ama este disco. Uma amizade inesperada, porém inspiradora, daquelas que nos dão esperança de que ainda existem pessoas especiais neste mundo.


by Weschap Coverdale

17 comentários:

Anônimo disse...

http://www.mediafire.com/?l5zk8m6nnc6o786

Ito disse...

Nada contra o Bon Jovi, até gosto, tem uns sonzinhos legais pra escutar com a gata né? hehe, vlw.

Anônimo disse...

Bon Jovi pra mim é do New Jersey pra tras...

Anônimo disse...

Tr00 acima. Tsc tsc.

Lyn disse...

Indiscutivelmente um dos melhores álbuns da banda e um marco na transição de estilo.

Traz também, sem sombra de dúvida, as melhores letras.

E amigo, nem tudo é melancolia neste CD. Diamond Ring é uma baladinha fofa, de um cara apaixonado, prestes a pedir a gatinha em casamento! ;-)

Obrigada pelo post! Você e o Bon Jovi moram no meu coração!

Beijos!

Toledinho disse...

Realmente esse disco é o último capítulo de uma era para o Bon Jovi. Muita coisa boa pode ser encontrada nos albuns seguintes, mas aquele tempo não volta mais. O último disco "The Circle" tá mais pra U2 e Coldplay que pra Hard Rock. Não entendo esses caras. A vida inteira fizeram ótimos acústicos que sairam em discos piratas e quando lançaram o oficial saiu aquele lixo.

Lyn disse...

By the way, o que que este vídeo do Iron tá fazendo no final do post? Deu "Fail" kkkkkkkkkkkkk

Weschap Coverdale disse...

Isso é zica do Blogger Lyn, aqui já voltou ao normal... O serviço tá cambaleando depois da última queda que teve

Anônimo disse...

O cd todo é muito bom!!

Silver disse...

Existem tr00s até no Hard Rock agora...

Bon Jovi é, de fato, do These Days pra trás. Alguém que gosta do New Jersey pode perfeitamente gostar do Keep The Faith, por exemplo. São apenas perspectivas musicais diferentes.

These Days é um bom disco. Mas não é daqueles que podem ser ouvidos em qualquer momento. Só na fossa mesmo. (risos)

Weschap Coverdale disse...

Pior que é verdade, nem Diamond Ring consegue dissipar esse clima. Por isso preferi ressaltar o lado sombrio do disco

Marcus disse...

è um dos disco que eu mais gosto do bon jovi,disco bom do inicio ao fim.Pram mim foi o ultimo grande disco deles,nos anos 2000 os ficaram mais pops.

Anônimo disse...

Concordo com o Tr00 acima. Pra mim Bon Jovi destrói até o New Jersey.

Não acho que preferir do New Jersey pra tras seja coisa de Tr00, acho que é o gosto de cada um, que deve ser respeitado.

Anônimo disse...

Hearts Breaking Even é uma das baladas mais chiques.. sem contar o refrão que crava em nossas mentes. Parabéns, o blog é muito bom.

Anônimo disse...

Putz como gosto é mesmo algo pessoal, gosto muito deste albúm do Bon Jovi mas para mim Lie to me é maravilhosa demais, também melancolica afinal o refrão diz que se a pessoa não o ama, minta pra ela...

lucas disse...

é sem sombra de dúvida o melhor disco do Bon Jovi, Jon apresenta os melhores vocais de toda a discografia da banda e ritchie está inspiradíssimo, clássico!

Marcelão disse...

Cara. Esse álbum é um dos maiores registros de "dores de corno" que eu já ouvi. Rssss. Reclamam dos sertanejos? É porque não ouviram "These Days". Tô zoando. O album é bom sim, mas tem uma levada melancólica por toda a bolacha. Aquele clima de fim de namoro, daquele amor platônico... Fora os outros temas sociais mais pesados. Enfim foi o fim mesmo da "era farofa" do Bon Jovi.