Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

domingo, 29 de maio de 2011

Recce-Kronlund – Solid [2011]


Depois que voltou de vez à cena, David Reece pegou gosto pela coisa, para alegria de todos que gostam de sua bela voz. Lançou álbum-solo, com o Gypsy Rose, Bangalore Choir e agora em parceria com o guitarrista e produtor sueco Martin Kronlund (Salute, Dogface e também Gypsy Rose). Solid contém todos os elementos que fizeram a festa dos fãs de Reece em seus mais recentes trabalhos. Portanto, fãs que aprovaram Cadence, do Bangalore Choir, vão encontrar algo muito semelhante em termos de sonoridade – talvez com um “tempero” mais europeu aqui e acolá.

A bombástica “My Angel Wears White” abre o play como se fosse um verdadeiro pé na porta, com sua pegada fenomenal. Após uma intro bonitinha metida a nipônica, “Samurai” explode nos alto-falantes, com David dando uma amostra de seu gogó privilegiado – a gana com que canta o refrão contagia. O começo meio blueseiro de “Could This Be Madness” antecipa uma belíssima melodia que tocaria facilmente nas rádios Rock se o jabá não falasse mais alto. “Animals and Cannibals” é Heavy Metal puro, cacetada como poucas vezes Recce fez – incluindo aí o Accept. E o refrão é Bangalore Choir do On Target em sua essência.



Hora de muita emoção em “Remember You”, com sua letra que vai fazer com que todos lembrem alguém que se foi. Depois um Hard balançante em “Paint The Mirror Black”, com um riff simplesmente matador. “I Would” traz um clima tranqüilo á tona, com toques de AOR nos teclados, mostrando mais uma tendência radiofônica – que nunca se concretizará, é claro. “Edge Of Heaven” é uma pequena escorregada, logo consertada pela Hard/Blues “Magic Puddin’”. Aliás, não poderia ser de outra procedência uma música com esse título. Para fechar bem, a porrada de “The Dead Shall Walk The Earth”, mais um Heavy Metal de primeira categoria.

Como podemos notar, nesse álbum David Reece se aproximou do lado mais Heavy e, ao mesmo tempo, do mais Pop de sua faceta musical. E a receita deu certo, criando um play fácil de se escutar sem perder o peso tão bem-vindo. Martin Kronlund também se supera, mostrando toda sua competência instrumental e oferecendo uma produção redondinha, sem exageros nem atropelos. Disco recomendadíssimo, não apenas para os fãs de Reece como para quem deseja uma referência do cantor.

David Reece (vocals)
Martin Kronlund (guitars, bass, keyboards)
Hans Zandt (drums)

01. My Angel Wears White
02. Samurai
03. Could This Be Madness
04. Animals And Cannibals
05. Remember You
06. Paint The Mirror Black
07. I Would
08. Edge Of Heaven
09. Magic Puddin'
10. The Dead Shall Walk The Earth

Link nos comentários
Link on the comments


JAY

5 comentários:

Anônimo disse...

Recce-Kronlund – Solid [2001]

56 MB
192 kbps

http://www.multiupload.com/7MEY9UFM9C

Wesley disse...

Opa !!! A resenha despertou a curiosidade....baixandoooooooo.

Anônimo disse...

very good!!!

Anônimo disse...

Não reconheci a voz do Reece. Está muito boa mesmo, e ouso dizer que esse disco podia ter caído do céu para o Eddie Van Halen, porque a voz do Reece é ótima para a banda, ele alcança com perfeição os timbres do David Lee Roth e se bobear, as músicas do Sammy Hagar também. Posso estar exagerando, mas o Reece subiu muito no meu conceito na qualidade de vocalista. Eu imaginava algo parecido com o Accept, que não é um álbum típico do conjunto alemão, mas é bom também, bastante diferente do padrão. Com esse álbum novo, Reece mostra que está no mercado de novo, e está pronto para mais alguns anos de batalha. Espero que consiga maior projeção, que faça shows com esse trabalho.
Fiquei mais contente de ouvir esse álbum do que o do White Lion, postado recentemente, que não cativa como os da formação original.
Enfim, parabéns por essa bela postagem. Vou tentar comprar o CD para prestigiar esse trabalho bem feito. Merece mesmo!

Long Live Rock'n'Roll!

Alexandre Bicudo disse...

Fiquei curioso pra ouvir esse album. Vou baixar!