Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Paul Rodgers - Muddy Water Blues [1993]


Ao citarmos Muddy Waters, automaticamente estamos falando de história. Considerado o pai do Blues moderno, o músico influenciou vários dos maiores artistas da história nos mais variados gêneros, desde o Soul, Jazz R&B, Folk e, é claro, o Rock and Roll. O caso mais famoso de sua ação sobre as forças mundanas, como todos devem saber, foi o nome da banda de Mick Jagger e Keith Richards, retirado de uma de suas músicas. E o cara que ajuda Chuck Berry a conseguir seu primeiro contrato com uma gravadora, com certeza tem algo muito sério a ver com tudo isso que existe atualmente.

Sabendo disso, Paul Rodgers, uma das maiores vozes da história da música, decidiu prestar um tributo a essa lenda. Reuniu uma turma de primeiríssimo nível e registrou um dos melhores álbuns do gênero em todos os tempos. Para começo de conversa, uma cozinha simplesmente matadora, com o experiente Pino Palladino (Eric Clapton, Genesis, The Who, entre outros) e o então novato Jason Bonham, mostrando que seu talento ia muito além do sobrenome. Mas é entre os guitarristas que o bicho pega para valer, com uma verdadeira seleção do Rock homenageando o homem. É tanta estrela reunida que nem dá para destacar alguém em especial.



Difícil destacar algum momento, mas algo que conta com tanto envolvimento de Jeff Beck, por si só já diz muito. Afinal de contas, o gênio genioso não é lá muito chegado em confraternizar com a raça humana. Mas aqui acabou participando de três faixas, com a velha clássica que lhe é peculiar. E relembrar velhos clássicos como “(I'm Your) Hoochie Coochie Man”, “I Just Want To Make Love To You” e “Born Under a Bad Sign” nunca é demais. Mesmo sons menos conhecidos pelo público em geral acabam ganhando um significado atemporal quando revisitados por essa turma de feras de primeira grandeza.

Mais que um álbum tributo, Paul Rodgers prestou verdadeiro serviço de utilidade pública ao apresentar a novas gerações um dos músicos mais influentes de todos os tempos. E o principal, fazendo isso com a classe e talento que lhe é peculiar nos trabalhos próprios. Item obrigatório em qualquer discografia que se preze e uma verdadeira aula de história da arte.

Paul Rodgers (vocals)
Pino Palladino (bass)
Jason Bonham (drums)
Ronnie Foster (Hammond)
David Paich (piano)
Jean McClain (backing vocals)

Entre parênteses os guitarristas de cada faixa.

01. Muddy Water Blues (Acoustic Version, Buddy Guy)
02. Louisiana Blues (Trevor Rabin)
03. I Can't Be Satisfied (Brian Setzer)
04. Rollin' Stone (Jeff Beck)
05. Good Morning Little School Girl Part 1 (Jeff Beck)
06. (I'm Your) Hoochie Coochie Man (Steve Miller)
07. She's Alright (Trevor Rabin)
08. Standing Around Crying (David Gilmour)
09. The Hunter (Slash)
10. She Moves Me (Gary Moore)
11. I'm Ready (Brian May)
12. I Just Want To Make Love To You (Jeff Beck)
13. Born Under a Bad Sign (Neal Schon)
14. Good Morning Little School Girl Part 2 (Richie Sambora)
15. Muddy Water Blues (Electric Version, Neal Schon)

Link nos comentários
Link on the comments


JAY

11 comentários:

Anônimo disse...

Paul Rodgers – Muddy Water Blues: A Tribute to Muddy Waters [1993]

90 MB
192 kbps

http://www.multiupload.com/PL9MAHSEOA

Cherry disse...

eba, serei a primeira mais uma vez...
esse album é realmente incrivel... maravilhoso. *-*
Amo o Paul, pra mim é um dos melhores do mundo.

amei a resenha... Parábens e obrigada
hehehe

beijo

Ricardo Brovin disse...

Parabéns pela postagem!!!!Obrigado

Beto disse...

Valeu mesmo!!!

Victor Nazário disse...

PQP, exageraram !!! Carái, som phodda !!!! Hehehe...exagerei ....mas o som é demais !!!!
Parabéns !!!!

jantchc disse...

paul rogers canta muito..

e com esses mega nomes com ele só pode ter feito um puta disco..

baixando..

Paulo Monteiro disse...

Cara, este foi um dos primeiros Cds que eu comprei, logo depois que o formato Cd ficou popular, no começo dos anos 90.
EU sei que ainda o tenho, mas deve estar em outra caixa, e não o encontro. E não sobra vontade de abrir as 2 mil caixas aqui, atrás de onde o esteja.
Valeu!

Vitão disse...

Não sabia dessa preciosidade, valeu!!!

Isaac disse...

Concordo absolutamente com tudo dito na resenha!
Paul é uma das grandes vozes do rock!

Marcos Rodrigues disse...

Eu não conheço esse projeto, vou conferir

Adriana Costa disse...

vlw mesmo...muito bom!