Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Accept - Eat The Heat [1989]


A idéia de que Accept sem Udo não existe foi derrubada e esmagada com o mais recente álbum do grupo, Blood Of The Nations. Afinal de contas, Mark Tornillo assumiu o microfone com garra e qualidade, mostrando que havia vida sem o cantor original – some a isso composições realmente inspiradas, em um dos melhores momentos da história da banda. Mas antes mesmo desta experiência, o lendário grupo alemão já havia tentado substituir o baixinho, com o então novato norte-americano David Reece. As questões nessa mudança foram muito maiores, já que o fator mercadológico influenciou bastante a decisão, já que Wolf Hoffmann e companhia queriam se adaptar ao que estava em alta no mercado.

O resultado pode ser conferido em Eat The Heat, disco que em vários momentos se distancia bastante do que poderíamos esperar da marca Accept. A produção foi de Dieter Dierks, que já havaia trabalhado com a banda nos clássicos Balls To The Wall e Metal Heart, além do extenso currículo junto aos conterrâneos do Scorpions. A americanização fica clara, em claras tentativas de se adaptar ao Hard Rock que fazia sucesso à quela altura dos acontecimentos. Por isso, se você conversar com qualquer admirador ferrenho pode ouvir críticas duras ao trabalho. Mas, diferenças à parte, podemos encontrar grandes momentos durante a audição.



A primeira coisa que se deve compreender é o fato de a voz de Reece ser totalmente diferente da de Udo. Então, não mentalizem o Pato Donald com uma lança em mãos pronto para atacar em uma explosão de raiva – não estou falando isso de modo depreciativo, é claro. Deixando isso de lado, o negócio é apreciar sons de primeira categoria, como a abertura com “X-T-C” e “Generation Clash”, primeiro single do álbum. Ambas foram posteriormente regravadas com os vocais do senhor Dirkschneider, que sempre admitiu publicamente que havia coisa boa no material de Eat The Heat.

Outros destaques vão para o Hard pegado de “Chain Reaction” e “Love Sensation”, além da veia mais Heavy em “Turn The Wheel” e na potente “Hellhammer” (cacetada certeira, minha preferida do disco). Até o momento bunda-mole, com “Mistreated”, ficou bacana, especialmente pelo show de interpretação de David. Outra que figurou entre as preferidas dos fãs foi “D-Train”, que fecha o play convidando ao bate-cabeça em alta potência. A tentativa de adaptação ao mercado falhou miseravelmente, com uma modesta 139ª posição na parada norte-americana. A turnê também não teve grandes momentos, com a banda tocando em lugares menores que o usual. Mas com o tempo, o trabalho passou a ser compreendido e ganhou status de ‘cult’.



Com o fracasso, a banda se dissolveu temporariamente, com David Reece – que, reza a lenda, teria saído na mão com o baixista Peter Baltes, embora nenhum confirme – montando na sequência o excelente Bangalore Choir, uma das melhores bandas de Hard Rock que poucos conhecem de todos os tempos. O Accept retornou com Udo, mas as brigas nunca cessaram, levando ao final definitivo. Anos mais tarde, uma rápida tour de reunião e a volta com Tornillo assumindo o microfone e reconduzindo a banda ao patamar que merece. Apesar dos pesares, Eat The Heat é um disco que merece estar na coleção de quem gosta de um Rock pesado e melódico na medida certa.

David Reece (vocals)
Wolf Hoffmann (guitars)
Jim Stacey (guitars)
Peter Baltes (bass)
Stefan Kaufmann (drums)

01. X-T-C
02. Generation Clash
03. Chain Reaction
04. Love Sensation
05. Turn the Wheel
06. Hellhammer
07. Prisoner
08. I Can't Believe in You
09. Mistreated
10. Stand 4 What U R
11. Break the Ice
12. D-Train

Link nos comentários
Link on the comments

Capa alternativa

JAY

6 comentários:

Anônimo disse...

Accept – Eat The Heat [1989]

85 MB
192 kbps

http://www.multiupload.com/3NDLIS23PQ

THE OLD BLUES BAND disse...

Muito bom este cd do Accept.
Já estou escutando e adorei.
Um grande abraço ..........

Ricardo Brovin disse...

Boa pedida pra começar a sexta-feira!!!valeu Jay! valeu Combe...

Silver disse...

Não é Accept propriamente dito, mas é muito bom.

Saulo Campos disse...

Sou fã do Accept e nunca ouvi este disco inteiro, depois deste post fiquei curioso e com certeza ouvirei!
Accept é uma das minhas bandas favoritas!
Valeu ter encontrado o seu Blog.
Abs...

Eduardo Paiva disse...

Baixando para conferir a performance de David Reece.
Valeu, Jay!