Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

The Allman Brothers Band – Dreams Box Set [1989]





Dreams não é uma coletânea. É uma antologia sobre a maior banda de southern rock da história. Contemporâneos de outros monstros como Lynyrd Skynyrd, Molly Hatchet entre tantos, o Allman Brothers Band é hors concours, está acima de comparativos pela excelência de seus músicos e qualidade das canções.

A caixa foi originalmente lançada em 1989 no formato de 4 cd’s, 4 cassetes ou 5 álbuns de vinil. São 55 faixas que abrangem toda a história da banda até o momento, incluindo temas das carreiras solo e paralelas de seus integrantes, compiladas por Bill Levenson (o mesmo arquivista que compilou a antologia Crossroads, de Eric Clapton). São mais de cinco horas do melhor que se pode ter entre o blues, o country e o rock’n’roll. A caixa traz também um livreto caprichado, com texto e fotos de dar água na boca.


No primeiro cd estão as raridades mais impactantes. As três primeiras faixas são da banda Allman Joys, composta pelos irmãos Allman e que tocava covers de outros artistas, como Shapes of Things dos Yardbirds, que abre os trabalhos. Essas demos foram gravadas nos Bradley’s Barn Studios, em Nashville, em agosto de 1966, e foram descobertas por Levenson guardadas no armário da cozinha da casa da mãe de Gregg e Duane (assim nos conta o próprio no dito livreto). Garimpo de primeira categoria.

A seguir, temos as gravações da banda Hourglass, a banda que os irmãos Allman formaram quando tentaram a sorte em Los Angeles, e que lançou dois discos em 1967 (Hourglass) e 1968 (The Power of Love). Apesar de radicados em LA, ambos os discos foram gravados no famoso estúdio Muscle Shoals, no Alabama. Pode-se ver Duane definindo seu estilo de guitarra slide, com experimentações de fuzz e outros efeitos que surgiam na época. Duane Allman, também conhecido como Skydog, estava cada vez mais envolvido com gravações e experimentações de estúdio, e resolveu se mudar de vez para o sul para trabalhar como session man no Muscle Shoals, deixando Gregg em LA.

The 31st February foi a banda de Butch Trucks, um dos bateristas da Allman Brothers Band, que existiu entre o fim da The Hourglass e a formação definitiva da Allman, no ano de 1968. Second Comming foi a banda de Dickey Betts, o outro guitarrista da Allman Brothers Band, que gravou I Feel Free, do Cream e She has Funny Cars, do Jefferson Airplane. Mais uma demo de covers. Também tem uma faixa gravada por Duane em separado.

A união das bandas 31st February e Second Coming possibilitaram a Duane, então mais focado como session man, a criar um grupo que seria matador. Ligou para seu irmão Gregg e, segundo o próprio Gregg em entrevista à revista Guitar World, disse:

“Tenho a banda pronta, só precisamos de um vocalista e deve ser você. Tem dois bateristas, Butch Trucks e Jaimoe, um baixista maravilhoso chamado Berry Oakley e um guitarrista solo fantástico, Dickey Betts.”

Ao ouvir isso, Gregg teria perguntado: “Mas e você, vai tocar o que?”

A resposta imediata foi: “venha para cá que você vai ver.” E ele foi. Em 1969 foi lançado The Allman Brothers Band, o debut que marcou uma geração. Músicas desse play estão no primeiro cd do Box. It’s not my cross to bear é, de longe, a minha preferida.



Da esquerda para a direita: Gregg Allman, Duane Allman e Berry Oakley


O segundo cd traz gravações de estúdio e diversas raridades ao vivo. São faixas dos discos Idlewild South e Live at The Filmore East (o melhor disco ao vivo do estilo, sem dúvidas). Confira o monstro que foi Berry Oakley na faixa Whiping Post. One More Ride nunca havia sido lançada oficialmente, assim como Dimples (John Lee Hooker).






O terceiro cd contém material de Eat a Peach e Brothers and Sisters, discos gravados após a morte de Duane e Berry, ambos em acidente de trânsito na mesma cidade. Tem material solo de Gregg (a versão de Midnight Rider que foi lançada em Laid Back) e Betts (do excelente disco Highway Call). Destaque para a versão de Little Martha, uma jam session de 20 minutos nos estúdios da rádio WPLJ, em Nova York, transmitida ao vivo em 26 de agosto de 1971.

O disco quatro é o que contém menos material inédito da Allman Brothers Band, mas nem por isso é descartável. Ponto negativo para Gregg e Cher (sua namorada na época) cantando Can You Fool e Dickey Betts em momentos repetitivos de guitarra. Como escrito na revista Guitar World de setembro de 1989, “the saving Grace on this last disc – a hodgepodge of tired, insipid bits of piffle – is a previously unreleased track of Gregg Allman with a full gospel choir singing a very moving rendition of the Beatles ‘Rain’. Otherwise, this fourth cd is merely a token nod to troubled times.



Depois a banda se desintegrou, se recriou, trocou diversas vezes de formação e continua na ativa até hoje, fazendo aquilo que melhor sabe fazer: som de extrema qualidade.

Desculpem se me estendi na resenha, mas achei importante apresentar a caixa para aqueles que não conhecem a sua história. All men joy!

CD 1

1. Shapes of Things - The Allman Joys (2:48)
2. Spoonful - The Allman Joys (3:40)
3. Crossroads - The Allman Joys (3:33)
4. Cast Off All My Fears - The Hour Glass (3:25)
5. Down in Texas - The Hour Glass (3:07)
6. Ain't No Good to Cry - The Hour Glass (3:06)
7. B.B. King Medley: Sweet Little Angel/It's My Own Fault/How Blue Can You Get - The Hour Glass (7:06)
8. Morning Dew - The 31st February (3:46)
9. God Rest His Soul - The 31st Of February (3:56)
10. I Feel Free - The Second Coming (3:31)
11. She Has Funny Cars - The Second Coming (4:48)
12. Goin' Down Slow - Duane Allman (8:47)
13. Dreams - (4:55)
14. Don't Want You No More (2:25)
15. It's Not My Cross to Bear (4:56)
16. Trouble No More (3:48)
17. Dreams (7:15)

CD 2

1. Statesboro Blues - (4:06)
2. (I'm Your) Hoochie Coochie Man (4:57)
3. Midnight Rider (2:58)
4. Dimples (live) (5:02)
5. I'm Gonna Move to the Outskirts of Town (live) (9:23)
6. Revival (4:04)
7. One More Ride - (2:41)
8. Whipping Post (live) (22:53)
9. In Memory of Elizabeth Reed (live) (12:58)
10. Drunken Hearted Boy (live) (6:54)

CD 3

1. You Don't Love Me/Soul Serenade (live, previously unreleased) (19:28)
2. Blue Sky - (5:10)
3. Little Martha - (2:13)
4. Melissa - (4:02)
5. Ain't Wastin' Time No More (live) (4:46)
6. Wasted Words (4:21)
7. Ramblin' Man (4:48)
8. Southbound (5:10)
9. Jessica (7:30)
10. Midnight Rider - Gregg Allman (4:26)
11. One Way Out (live) (7:59)
12. Long Time Gone - Dickey Betts (4:30)

CD 4

1. Can't Lose What You Never Had (5:52)
2. Come and Go Blues - Gregg Allman Band (4:46)
3. Bougainvillea - Dickey Betts & Great Southern (7:13)
4. Can You Fool - Allman & Woman (Cher) (3:19)
5. Good Time Feeling - Dickey Betts & Great Southern (4:28)
6. Crazy Love (3:44)
7. Can't Take It With You (3:34)
8. Just Ain't Easy (live) (5:01)
9. In Memory of Elizabeth Reed (live) (10:52)
10. Angeline (3:40)
11. Things You Used to Do (3:42)
12. Nancy - Dickey Betts (3:51)
13. Rain - Gregg Allman (3:03)
14. I'm No Angel - Gregg Allman Band (3:41)
15. Demons - Gregg Allman Band (3:28)
16. Duane's Tune - Dickey Betts Band (5:51)





Link nos comentários
Link on the comments

Por Zorreiro

12 comentários:

Anônimo disse...

CD 1

http://www.mediafire.com/?9a5tvvb23k75ltg

CD 2

http://www.mediafire.com/?3ac2w30zcpte1ze

CD 3

http://www.mediafire.com/?4440gu8admm6oac

CD 4

http://www.mediafire.com/?szq950airjuq8rn

Pablon disse...

PUTA QUE O PARIU!
VALEU, IMENSAMENTE!

Anônimo disse...

muito boa a compilação!!!! Parabéns ao pessoal do blog!!!! Vida longa a Combe!!!!!

FabioLeão disse...

Cara,ainda bem que existe esta combe anos 70,sempre dispondo o melhor. Obrigado pela minha 200ª sanguessugada...rs...

Anônimo disse...

perfeito...
brigadão!!!
abraço!

Sergio Testa disse...

Post de responsa! Banda de primeira linha, blog de primeira também! belo trabalho, parabéns!

Jp disse...

Nossa, nem sabia da existência desse box. Grande post, download imperdível.

E o Allman Brothers é uma das minhas bandas preferidas, pra mim a mais poderosa nas jams.

Varisto disse...

UOOOU, download já!

Anônimo disse...

Muito obrigado por esse post galera!
Sem palavras para descrever essa magnífica banda.

Bubalino disse...

Puta que pariuuuuuuuu essa Combe é foda mesmo só crassico na oreia kkkkk

Érico disse...

Eu tenho essa joia. E quem não tem não sabe o que está perdendo.

Anônimo disse...

Aff mãe! VALEW!!!
DukaraleÔ