Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

terça-feira, 13 de abril de 2010

Angra - Rebirth [2001]


Até me embaralho para falar de um disco que tanto ouvi desde que conheci o Rock n' Roll e suas diversas vertentes. Mas não há modo melhor de começar um texto sobre esse disco dizendo que o termo "rebirth" significa "renascimento", e o uso desse vocábulo responde muita coisa em relação à esse álbum. Assim como muitas bandas que tiveram baixas com a saída de seus vocalistas e que surpreenderam com seus substitutos, tais como AC/DC, Iron Maiden e até mesmo Viper, o Angra também surpreendeu a todos com esse disco.

"Rebirth" mostra o Angra totalmente renovado após a saída de 3 dos 5 integrantes originais Andre Matos (vocalista), Ricardo Confessori (baterista) e Luís Mariutti (baixista). Os mesmos foram substituídos, respectivamente, por Edu Falaschi, Aquiles Priester e Felipe Andreoli. Os 3 já tinham um bom currículo antes de integrarem o grupo (Falaschi quase foi convocado para cantar no Iron Maiden quando Bruce Dickinson saiu e Priester e Andreoli já tocaram com Paul Di'Anno, ex-Iron Maiden) e se mostratram até mesmo mais correspondentes ao estilo do Angra do que os antigos integrantes.

As músicas de "Rebirth" soam mais puxadas ainda para a música clássica, com uma ênfase maior também na bateria, que está com um pedal duplo incessante e feroz. As linhas de baixo de Andreoli estão tão criativas e bem feitas quanto a de seu antecessor, Luís Mariutti, e vale ressaltar a performance do criticado Edu Falaschi, que é bem característico e sem tantos falsetes como o de Andre Matos, dando mais personalidade ao som da banda. E, é claro, as guitarras fabulosas e das composições precisas de Rafael Bittencourt e Kiko Loureiro se superaram por aqui, se destacando em faixas como "Heroes Of Sand" e "Nova Era". O teclado de Fábio Laguna também possui uma participação intensa no disco, visto que, como citado anteriormente, as canções estão com uma pegada mais clássica.

Sem dúvidas, "Rebirth" é o disco que mais mostra a genialidade dessa formação da banda que, infelizmente, abriu mão de Aquiles de forma nada amigável. Os destaques, ao meu ver, ficam para a faixa-título (principal single do play), para a paulada "Judgement Day" (todos esbanjando muita técnica nessa) e para a belíssima "Heroes Of Sand". Mas não deixe de aproveitar o álbum como um todo, caro leitor!

01. In Excelsis
02. Nova Era
03. Millennium Sun
04. Acid Rain
05. Heroes of Sand
06. Unholy Wars (Part I: Imperial Crown / Part II: The Forgiven Return)
07. Rebirth
08. Judgement Day
09. Running Alone
10. Visions Prelude

Edu Falaschi - vocal
Kiko Loureiro - guitarra
Rafael Bittencourt - guitarra
Felipe Andreoli - baixo
Aquiles Priester - bateria
Fábio Laguna - teclado

(Links nos comentários - links on the comments)

by Silver

6 comentários:

Anônimo disse...

Rebirth (2001)
http://lix.in/-7cfe9d

jantchc disse...

na minha opinião este é o 2º melhor cd do angra...

logo atrás do EP hunters and prey, q eu acho muito bom...

to esperando ansioso pelo novo cd desta q é a melhor banda de metal do brasil e q deve sair em junho...

dnlz disse...

Esse disco assim como o Angels Cry são muito bons , aliaz são os dois únicos que eu consigo ouvir inteiros e querer ouvir de novo. Hehhehe
Valeu!!!!!

Frank disse...

Baixarei posteriormente.
A combe é a grande responsável pelo incrível sumiço de espaço no meu HD. daqui a pouco tenho q comprar outro ahaha. combe rulz

Anônimo disse...

muito bom o disco, show de bola

Anônimo disse...

Pra mim esse é o melhor com o Edu...hehehe