Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Blind Melon - Blind Melon [1992]


Esse ano li no Almanaque do Rock, do Kid Vinil, que Blind Melon é "pop descartável". Nunca o radialista esteve tão equivocado. Blind Melon foi uma das bandas mais interessantes e promissoras dos anos 90. É mais um daqueles grupos que perdeu o vocalista para as drogas. Shannon Hoon foi encontrado morto em 1995, durante a turnê do segundo álbum.

Talvez Kid Vinil tenha tido como base para sua descrição a faixa No Rain, cujo clipe tocou infinitas vezes na MTV depois do lançamento do debut da banda. É uma música bem leve e feliz, mas muito boa. Foi ela que alavancou o Blind Melon para a fama.

Mas o som da banda não tem nada de descartável. É um rock alternativo à cena glam, que tomava os golpes finais do movimento grunge. Por favor, não entenda que Blind Melon é grunge, até porque não é de Seattle. As influências são claramente rock psicodélico, southern rock, folk e hard setentista.

O debut é um álbum quase perfeito. O que se ouve é um som harmonioso, vibrante e bem trabalhado. As linhas de baixo e bateria são muito criativas, encaixando perfeitamente com as guitarras, que marcam com ótimos riffs e solos realmente interessantes, que seguem aquele velho, porém incansável, esquema da pentatônica. Shannon Hoon passeia pelas composições com sua voz aguda, subindo e descendo tons de forma sublime, e lembrando até os grandes vocalistas do passado.

Algo que sobressai na banda também são as letras. Muito boas, cheias de frases de efeito e sem cair em felicidades exageradas. Na verdade, boa parte delas é consideravelmente triste.

Os destaques ficam para o megahit No Rain, para a bela balada Change, para a groovy Dear Ol' Dad, e para I Wonder, que é uma das melhores músicas que eu já ouvi. Mas não seja idiota: ouça o disco do início ao fim.

Um dos melhores álbums dos anos 90, o debut do Blind Melon mostra que a banda seria muito mais se Shannon Hoon não tivesse morrido. Mas como "se" não significa nada, o que resta é ouvir o que eles realmente lançaram. Música boa e relaxante, influenciada pelo que há de melhor no rock. Baixe!

01. Soak the Sin
02. Tones of Home
03. I Wonder
04. Paper Scratcher
05. Dear Ol' Dad
06. Change
07. No Rain
08. Deserted
09. Sleepyhouse
10. Holyman
11. Seed to a Tree
12. Drive
13. Time

Shannon Hoon - vocais
Glen Graham - bateria, percussão
Christopher Thorn - guitarra, gaita
Roger Stevens - guitarra
Brad Smith - baixo, vocais de apoio

(links nos comentários - links on the comments)

Jp

6 comentários:

Anônimo disse...

Blind Melon
(73,2mb - 192kbps)

http://www.4shared.com/file/165005782/438f9fe0/MelaoCego_Jp.html

jR! disse...

Sempre tive curiosidade pra ver como era o som dessa banda depois de ver o Shannon Hoon no clipe da Don't Cry. Vou descobrir agora.

Lucian disse...

putz como não tá cheio de comentário aqui, Blind Melon é muito legal quem foi jovem nos amos 80 e 90 deveria conhecer muito isso aqui. Shannon era amigo de Axl ele fez backin'vocal em Don't Cry e o disco Live Era 87-93 é dedicado a memória dele entre outros

Anônimo disse...

muito bom!!!....t..

Anônimo disse...

Porra, Blind Melon é muuuuuuito foda! Seus posts são sempre perfeitos, prabens. Não tem blog melhor!

Mariana disse...

Isso é muito bom!