Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Freak Kitchen - Move [2002]


Freak Kitchen é um banda sueca que dificulta descrições. O grupo classifica-se como algo entre hard rock e heavy metal, com clara influência de Frank Zappa. Pelo alto nível técnico e considerável experimentalismo, é também considerado metal progressivo por algumas pessoas.

O som do Freak Kitchen é marcado pelo virtuosismo do guitarrista Mattias "IA" Eklundh, que tem um estilo muito poderoso: as bases são carregadas, e os solos, simplesmente surreais, são muito limpos e nítidos. Para se ter uma idéia do potencial do sueco, Edu Ardanuy o cita como influência direta.

Move é o quinto e melhor disco da banda. São músicas inconstantes, pesadas e cheias de quebradas de ritmo, geralmente contendo refrães melódicos e muito agradáveis aos ouvidos. Baixo e bateria trabalham com violência acompanhando o som azedo das bases do guitarrista. Mattias ainda se mostra um bom vocalista ao cantar com leituras pouco convencionais as letras irônicas e debochadas de sua autoria.

Abro um parágrafo para falar da primeira coisa que chama atenção no álbum: os solos. Eklundh lança alavancadas inacreditáveis e exibe uma velocidade impressionante, mas com MUITO feeling. Assustadoramente técnico, o som do guitarrista sueco conquista de primeira principalmente quem toca guitarra.

Os destaques ficam para Nobody's Laughing, Heroin Breakfast, Porno Daddy, Logo e Seven Days in June, sendo que essa última é a melhor do disco e tem um dos melhores solos que eu já ouvi na vida.

O Freak Kitchen faz juz ao seu nome: tem um sonoridade simplesmente insana. Move vai deixar muita gente de boca aberta. Download obrigatório.

01. Propaganda Pie
02. Nobody's Laughing
03. Snap
04. Humiliation Song
05. Razor Flowers
06. Heroin Breakfast
07. Porno Daddy
08. Seven Days In June
09. Maggots Of Corruption
10. Hateful Little People
11. Logo
12. The Wrong Year

Mattias "IA" Eklundh – guitarra e vocais
Christer Örtefors – baixo e vocais
Björn Fryklund – bateria

(Links nos comentários - links on the comments)

Jp


9 comentários:

G Damasceno disse...

Esse disco é DO CARALHO, segue fraco a linha de new prog porque puxa bastante pro progressivo tradicional. Eu recomendo.

Anônimo disse...

Move [2002]
(64mb ~ 192kbps)

http://www.4shared.com
/file/142574764/e9bc046e/FCozinha_Mova_byJp_
wwwcombedoiommiblogspotcom.html

Anônimo disse...

valew pela volta triunfau rapaziada

Zakk disse...

Ótimo post, muito bom mesmo, valeu!

(PALESTINO) disse...

DISCO MUITO BOM...bANDA BOA ....VALEU PELO RETORNO DA COMBI....TAVA NO PONTO ESPERANDO...HEHEH..VALEU...

jantchc disse...

fui convencido pela resenha..

to baixando..

valeu..

Siri disse...

Também fui convencido pela resenha ... mas confio no julgamento da galera aqui ... vlw ae =D

Samara disse...

Baixando !!!

Gabriel Cabral Bezerra disse...

Valeu pelo post, pessoal da Combe.