Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Ozzy Osbourne - Live & Loud [1993]


Aproveitando a boa fase expositiva de sua banda na época, Ozzy Osbourne decide lançar um disco ao vivo com performances extraídas da turnê "No More Tours" (Sem Mais Turnês), resultante do disco "No More Tears". Ironicamente, muitos fãs vieram a pensar que o disco dessa postagem seria o último da carreira de Ozzy. E realmente estavam certos: o príncipe das trevas estava convencido a se aposentar após o fim da turnê para passar mais tempo com a família. Mero engano, até mesmo de mr. Osbourne, visto que voltaria novamente a chutar bundas em meados de 1995.

"Live & Loud", lançado em disco duplo e vídeo, só serviu pra provar que o Madman, mesmo com 45 anos de idade e todas as lesões sofridas pelo abuso de álcool e drogas (inclusive, foi nessa época que Osbourne iniciou sua batalha contra os vícios), ainda conseguia agitar imensas platéias com o melhor do Heavy Metal. Prova disso foi a repercussão do álbum: disco de platina nos Estados Unidos, 9° lugar nas paradas com o single Changes e o único Grammy da carreira de Osbourne, com a versão ao vivo de I Don't Want To Change The World - tudo isso em tempos dificílimos para o metal em termos de mídia.

Ozzy sempre contou com um time fantástico de músicos mas, ao meu ver, ele se superou com a formação de "Live & Loud". O grupo contava com o eterno chutador de bundas Zakk Wylde, o eficiente Mike Inez (ex-Alice In Chains) no baixo e com o demolidor Randy Castillo (R.I.P.) na bateria, além de Kevin Jones nos teclados. Só com essa line-up, quaisquer comentários se tornam dispensáveis.

Aliando essa estupenda banda com um repertório magnífico de 21 canções, escolhidas perfeitamente para uma set-list apenas de clássicos (menções honrosas à emocionante performance de Goodbye To Romance) e que ainda conta com a participação especial da formação original do Black Sabbath (Tony Iommi, Geezer Butler e Bill Ward) na faixa que dá nome ao grupo, Black Sabbath, sou obrigado a encerrar minha resenha por aqui sem mais delongas.

Mais uma aula de como fazer Heavy Metal de primeira qualidade!

CD 1:
01. Intro
02. Paranoid
03. I Don't Want To Change The World
04. Desire
05. Mr. Crowley
06. I Don't Know
07. Road To Nowhere
08. Flying High Again
09. Zakk Wylde Guitar Solo
10. Suicide Solution
11. Goodbye To Romance

CD 2:
01. Shot In The Dark
02. No More Tears
03. Miracle Man
04. Randy Castillo Drum Solo
05. War Pigs
06. Bark At The Moon
07. Mama, I'm Coming Home
08. Crazy Train
09. Black Sabbath
10. Changes

Ozzy Osbourne - vocal
Zakk Wylde - guitarra
Mike Inez - baixo
Randy Castillo - bateria
Kevin Jones - teclado

Músicos adicionais:
Tony Iommi - guitarra em 2.09
Geezer Butler - baixo em 2.09
Bill Ward - bateria em 2.09

(Links nos comentários - links on the comments)

by Silver

4 comentários:

Anônimo disse...

Ozzy Osbourne - Live & Loud [1993]
(106mb ~ 128kbps)

http://lix.in/-81fb80

Senha/password: comberocks

ZORREIRO disse...

Cara... isso é banda!!!
Na minha opinião, Ozzy nunca teve formação ruim. A nova, então, com Gus G, está fantástica (já tem o novo single do album scream na net para ouvir).
Esse disco é 100% e só não bate o Randy Rhoads Tribute (também pudera).
Mas tenho o DVD e, infelizmente, o merda do diretor transformou um show perfeito numa merda feita sob encomenda pra rodar na MTv...

FCosta disse...

Sou mesmo um ozzymaniaco. Tanto que até o meu cão se chama.... OZZY!
Pena que aqui em Portugal o rock continue a ser "underground"

jantchc disse...

mesmo ruim o ozzy é bom..

não lembro de cd ruim q ele tenha feito..

tem os mais fraquinhos q são os dois últimos dele no BS, mas de resto..

viva o velhinho..