Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Impaled Nazarene - All That You Fear [2003]


O Impaled Nazarene, assim como outros grupos de Black Metal que levam seu trabalho a sério, resolveu se desvincular, ao longo do tempo, da cena que lhe originou. Devido aos imbecis que se disseminam como uma epidemia nesse movimento, o Impaled procurou se desviar o máximo possível tanto dos fãs quanto das outras bandas do gênero, dado a grande quantidade de palhaços que passaram a existir nesse meio. Ou seja, o Impaled Nazarene é uma banda de Black Metal anti-Black Metal. Tanto que detestam serem rotulados de Black Metal, e admitem fazer "Nuclear Metal".

O grupo também resolveu se desligar da imagem corriqueira e deixaram de usar corpse-paint, bem como passaram a acrescentar uma enorme influência de Crust Punk em seu som. Sem contar que os integrantes, há um bom tempo, começaram a se envolver com grupos de Thrash Metal, Death Metal, Gothic Metal, Punk Rock e Industrial Rock. Dentro de todos esses sinais de amadurecimento, os finlandeses cresceram como um turbilhão, deixando pra trás os noruegueses estagnados, que renderam tanto ódio ao vocalista Mika Luttinen, devido às atitudes infantis, covardes e pseudo-satanistas no começo dos anos 90.


Nesse oitavo álbum de estúdio, as diatribes usando a imagem do bode continuam presentes, mantendo a maior tradição da banda. As letras, dessa vez, não abordam mais perversões sexuais como era de costume, e focam em temas bélicos e satanismo com muito humor negro. All That You Fear também revela a evolução em termos de criação, execução e técnica que os caras sofreram desde que Alexi Laiho saiu para se dedicar somente ao Children of Bodom, pois o mesmo nunca contribuiu de forma significante em sua passagem pelo conjunto. Tuomio, o substituto vindo de um grupo de Thrash Metal, foi determinante para deixar a sonoridade ainda mais intensa.

A única música cantada em finlandês abre o trabalho mostrando um Grindcore com o vocal de Mika melhor adequado a proposta; mais agressivo e menos esganiçado. E a mistura de Crust Punk e Black Metal é levada a perfeição em "Armageddon Death Squad". Letra e instrumental completamente intransigentes formando um dos maiores clássicos da banda. Depois de duas músicas fulminantes, "The Endless War" vem com temas de guitarras voltados ao Folk/Viking Metal e solos matadores de Tuomio. "Curse of the Dead Medusa" começa como um típico Grindcore e ao decorrer surge um tema de guitarra à la Satyricon dos tempos de Mother North e riffs quebrados seguidos por um solo cortando o som como uma serra elétrica.



A cadenciada "Suffer in Silence" é dedicada ao ex-guitarrista e apoia a decisão do mesmo de tirar sua própria vida (mas até hoje não foi provado se Somnium se jogou ou caiu da ponte). Enquanto a primeira metade do álbum apresenta o Black Metal misturado ao Crust Punk e Grindcore, a outra parte do disco relembra os velhos tempos com altas doses de Thrash Metal. "Halo of Flies" segue a linha tétrica do Black Metal do início de carreira e "Recreate Thru Hate" é um Black Metal à meio-tempo que recorda a fase transitória dos álbuns Latex Cult e Rapture. Já "Goat Seeds Doom" é, basicamente, uma composição de Thrash Metal com vocais rasgados. E em "Even More Pain" o Thrash surge misturado ao Grindcore, ao passo que "Tribulation Hell" mistura Thrash e Crust Punk.

Assim como as outras bandas de Black Metal que eu trouxe, essa daqui é mais uma que apresenta um trabalho bem diferente do que se convencionou rotular. Exemplo de amadurecimento e seriedade. Tanto que possuem um enorme respeito fora da cena Black Metal. E são tão pouco atraentes aos "cybers diabólicos". Uma série de riffs viscerais, quebradas de tempo descomunais e uma execução impecável - que pode ser deduzida pela bagagem dos caras - é o que temos em All That You Fear. Para os visitantes que se interessam por Metal Extremo, aqui está Black Metal, Thrash Metal, Crust Punk e Grindcore incorporados no mesmo disco e com o primor que apenas o Impaled Nazarene oferece.

01- Kohta Ei Naura Enää Jeesuskaan
02- Armageddon Death Squad
03- The Endless War
04- The Maggot Crusher
05- Curse of the Dead Medusa
06- Suffer in Silence
07- Halo of Flies
08- Recreate Thru Hate
09- Goat Seeds of Doom
10- Even More Pain
11- Tribulation Hell
12- Urgent Need to Kill
13- All That You Fear

Sluti666 - vocals
Tuomio - lead guitar
Onraj 9 mm - rhythm guitar
Arc v 666 - bass
Repe Misanthrope - drums

(Links nos comentários - links on the comments)

Dragztripztar

7 comentários:

Anônimo disse...

http://www.mediafire.com/?114uuzy3b0kvykh

Anônimo disse...

Imbecis que se disseminam como uma epidemia existem em TODO E QUALQUER movimento.Em alguns casos,mais que no black metal.

Dragztripztar disse...

Igual no Black Metal, só no meio do Thrash.

E nem é apenas onde eu moro, pois já conversei com pessoas de outras regiões do Brasil que acham a mesma coisa. Principalmente aquele grupo fanático por Bay Area e tal. Assim como no Black Metal, os otários, geralmente, são aqueles mais empolgados com a cena norueguesa.

Não generalizando, claro. Tem gente quem é fã de Black Metal norueguês pq prefere as bandas de lá e não tem atitudes escrotas, assim como tem fã de Bay Area que não é babaca.

Willian disse...

Dragztripztar sempre mandando ver nos posts de música extrema! Continue assim, cara! Seus posts são excelentes e eu, particularmente, os acho os melhores!

E você está certo. Sem generalizações, mas os maiores babacas podem ser encontrados na cena Black Metal. Aquela coisa poser do cara achar que a vida é caçar trolls em florestinhas e andar de sobretudo em meio a um calor de 40 graus, mas que ainda recebe café na cama entregue pela mamãe...

Babaquices à parte, o grupo em questão é sensacional! Muito obrigado e continue com esses posts, apesar do baixo número de downloads! Abraço!

Anônimo disse...

E ai Drag blz?aqui é o tiozão CHOPÃO, to baixando essa pedrada e colocando no mp3 pra ouvir puxando ferro adrenalina a mil, pq em academia só toca merda, ainda bem que inventaram mp3 e afins, pra cada um curtir oque gosta e onde bem quiser, tks pela porrada nos timpanos, abraço e bom ano.CHOPÃO.

Anônimo disse...

Dragztripztar tem uma parada ai que acho que vcs da Combe, que gostam de ousar, poderiam colocar aqui no blog, ja deve ter ouvido falar " Viola Extrema - Moda de Rock ", manda esse ai pra ver oque rola, abraço do tiozão CHOPÃO.

Willian splatter disse...

pior mesmo são os PSEUDO ," black metals", bando de mulecada que começa a curtir agora e ja vao querendo ser satanistas, achando que pra curtir isso tem que ser tal coisa, misturam tudo , igual a um muleke falou pra min"quando eu crescer quero ser satanista", hahahaha... Tem mta gente que acha que só porque curte black metal nao pode ouvir crust ou punk, estão mto enganados,e não é só mulekada nao, tem velharada por ai , mais velhos que o keith richards que pagam pau dos noruegueses. admiro muito o impaled por ter essa mente aberta de não estar nem ai com ninguem, e conquistar publicos de todos os estilos, não só os "muleque black metal from norweguian", mas também a gente que curte gore, os punks, os crust e até mesmo os crossover's... muito massa esses posts, continuem assim...abraços...

willian splatter.