Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Megadeth - Rust In Peace (With Bonustracks) [1990]


A última banda a nascer do Big Four foi o Megadeth, e todos sabem da história: o líder Dave Mustaine foi despedido do Metallica, onde era o guitarrista. Os motivos foram provados ao mundo com o tempo: Mustaine abusava das drogas e do álcool, tinha uma personalidade muito forte e conflituosa, era violento e dava preferência à agressão oral/verbal do que uma simples conversa na hora de se resolver os problemas.

Apesar da personalidade controversa de Dave ter se mostrado ao mundo com o passar dos anos, é incontestável que o ruivão é um dos maiores gênios da música pesada. Fez e ainda faz história com o Megadeth e nunca deixou de fazer o som que propôs para o grupo desde o início. E o "magnum opus" da obra do Megadeth sem dúvidas, é "Rust In Peace", o quarto álbum de estúdio de sua carreira.

"Rust In Peace", logo de cara, já é marcante por ser a estreia do guitarrista Marty Friedman e do baterista Nick Menza, dois dos instrumentistas mais habilidosos que já passaram pelo grupo. Juntamente de Mustaine e do baixista David Ellefson, constituíram a formação mais duradoura da banda, durando de 1990 a 1998. Além disso, tem-se um novo Mustaine a partir dessa época, que, mesmo temporariamente, estava sóbrio e limpo.


E se tratando da sonoridade que os quatro (nem parece que são apenas quatro caras tocando de como as coisas são bem feitas aqui) apresentaram no disco, a pedrada é trincante: Thrash Metal digníssimo e forte com letras inteligentes, melodias e arranjos invejáveis, riffs e solos perfeitos e cozinha mais do que bem tocada. Tudo feito nos conformes que o Megadeth nos confiou, mas em patamares acima, adotando mais complexidade mas sem soar entediante.

"Rust In Peace" se consolidou facilmente como um dos discos definitivos do metal, tanto pelos fãs quanto pela mídia, sendo que esta deu uma excelente recepção ao álbum, que estreou em 23° lugar nas paradas americanas e 8° nas inglesas, além de soltar "Holy Wars" e "Hangar 18" como hits e garantir um disco de platina nos Estados Unidos por ter ultrapassado a marca de um milhão de vendas.

Sobram destaques para os singles já citados, "Tornado Of Souls", "Poison Was The Cure" e "Take No Prisoners". Mas só se entende quando se diz que esse disco é um "magnum opus" quando se ouve e entende que não existem verdadeiros destaques por aqui. Confiram!

01. Holy Wars... The Punishment Due
02. Hangar 18
03. Take No Prisoners
04. Five Magics
05. Poison Was The Cure
06. Lucretia
07. Tornado Of Souls
08. Dawn Patrol
09. Rust In Peace... Polaris

Bonustracks:
10. My Creation
11. Rust In Peace... Polaris (Demo)
12. Holy Wars... The Punishment Due (Demo)
13. Take No Prisoners (Demo)

Dave Mustaine - vocal, guitarra
Marty Friedman - guitarra
David Ellefson - baixo, backing vocals
Nick Menza - bateria

(Links nos comentários - links on the comments)

by Silver

3 comentários:

Anônimo disse...

Rust In Peace:
http://www.multiupload.com/WZEMVK3XAN

Bonustracks:
http://www.multiupload.com/WVV3SMMRLG

Kamelot disse...

"RUST IN PEACE"...na minha opinião o MEGADETH tem o "ANTES" e o "DEPOIS" desse grande album .
Nõa estou dizendo que os albuns anteriores são RUINS,ao contrário são ótimos mas nesse aqui o diferenecial é exatamente a entrada do grande MARTY FRIEDMAN,e NICK MENZA,e o que era ÓTIMO,ficou EXCELENTE(Impressionante como esses caras cairam feito uma luva na banda).
O album já abre com a grandiosa "HOLY WARS" e ouvir os RIFFS dessa música já vale todo o album.
Em seguida vem HANGAR 18 que tambem é excelente,e daí em diante meu amigo a coisa funciona muito bem...Riffs atrás de Riffs,e paulada atrás de paulada.
TORNADO OF SOULS tambem é uma música que vomita RIFFS aos montes,e sua levada meio candenciada dá um charme a música...MARAVILHOSA!!!..Enfim que me perdoe os fãs,mas como fã tambem que sou eu acho que a MARTY FRIEDMAN faz muita falta na banda (Apesar dos últimos albuns Maravilhosos da banda).
Enfim...esta foi sem sombra de dúvidas a MELHOR formação do grande MEGADETH,e esse album é item obrigatório na discografia de qualquer metaleiro.
Recomendo!!!.

Eduardo disse...

R.I.P. Por isso chamam de formação de ouro.