Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

The Clash - London Calling [1979]

Eu lembro que a primeira vez que tinha ouvido esse disco eu tinha odiado. Ouvia falar dele como um dos melhores álbuns da história do punk e baixei (na época, por internet discada!) esperando por uma pedrada punk rock, mas ao ouvir tive uma decepção. Eu não tinha visto quase nada de punk nesse álbum (na época devia ter uns 12 anos) e tinha achado poucas músicas legais.

Não demorou muito pra eu decidir ouvir o álbum com mais atenção outra vez, com outros ouvidos já um pouco mais maduros, não ouvidos de um moleque que só quer saber de pancadaria. Realmente o "London Calling" era um álbum brilhante, mesmo com todo o experimentalismo, que hoje em dia vejo, que sem ele, o álbum talvez não seria tão legal. E o que eu acho mais bacana: mesmo com todo esse experimentalismo, mesmo as músicas tendo levadas bem diferentes umas das outras, nenhuma delas perde a essência punk da banda.

Hoje em dia vejo esse álbum como um dos melhores da banda e da música em si, e é realmente incrível. Apresenta músicas ótimas como a clássica faixa-título, que abre o disco, "Brand New Cadillac", esta com uma levada rockabilly, "Rudie Can't Fall" e "Wrong 'Em Boyo", os melhores skas da banda na minha opinião, a "balada" "Train in Vain", as mais agitadas "Death or Glory", "Koka Kola" e "Clampdown" e também não podemos esquecer da maravilhosa "The Guns of Brixton", um dos melhores reggaes da banda na minha opinião, junto com a "(White Man) In Hammersmith Palais", do primeiro álbum (que já postei aqui).

Eu recomendo esse disco para todos os fãs de todos os estilos, pois creio que se ouvido com atenção e carinho irá agradar a todos. Só não baixe esperando por um tapa na orelha. Se quiser algo do tipo, baixe o primeiro álbum do Clash.

1. London Calling
2. Brand New Cadillac
3. Jimmy Jazz
4. Hateful
5. Rudie Can't Fail
6. Spanish Bombs
7. The Right Profile
8. Lost In The Supermarket
9. Clampdown
10. The Guns Of Brixton
11. Wrong 'Em Boyo
12. Death Or Glory
13. Koka Kola
14. The Card Cheat
15. Lover's Rock
16. Four Horsemen
17. I'm Not Down
18. Revolution Rock
19. Train In Vain

Link nos comentários
Link on the comments

6 comentários:

Anônimo disse...

http://www.mediafire.com/?yt2g6jguhif82c1

Anônimo disse...

rsrsrs
eu tbm achei tudo isso que vc disse no começo. mas depois de eu ouvir de novo eu pirei esse cd é muito foda.
agora eu to tentano gostar do "Sandinista!" rsrs

Maurício Knevitz disse...

Putz, o Sandinista é muito chato! Eles exageraram demais no experimentalismo mas, tem algumas músicas legais. Eu só acho que ele deveria ser um álbum comum, não duplo (na época do LP triplo), assim seria menos chato. Ouvir os 2 CDs é muito cansativo.

ZORREIRO disse...

Os dois melhores discos da história do punk: London Calling e Rocket to Russia (Road to Ruin, por mim, pode colocar junto, mas...).
Clash não era apenas punk. Era politicamente punk.
E punk é contestação, é grito de insatisfação... exceto Ramones, mas esses estão perdoados.
Ah, para constar: eu acho Never Mind the Bollocks uma bela duma bosta.
Hehhauhuhauhauhuha
"You by the phone
you all alone
it's a long way back to Germany"

Anônimo disse...

Tenho que discordar do ZORREIRO. Never Mind the Bollocks é o maior album de punk de todos os tempos. Mesmo o Pistols tendo sido criado pra vender/chocar.

Anônimo disse...

Muito bom post!
Valeu!