Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Mitch Malloy - Mitch Malloy [1992]


Talvez não seja do conhecimento da maioria dos Hard Rockers, mas Mitch Malloy chegou a ser o vocalista do Van Halen por alguns dias. Entre a primeira saída de Sammy Hagar, após a tour de divulgação do álbum Balance e o curto retorno de David Lee Roth em 1996, o cantor chegou a ensaiar com a banda e registrar algumas demos. Aparentemente, essas gravações devem ter sido fumadas por Eddie, já que nunca chegaram a ver a luz do dia, o que desperta a curiosidade de colecionadores mundo afora. Provavelmente, se alguém conseguir esses documentos, poderá tirar umas férias no Caribe – desde que não seja burro de colocar na net (risos). Mas deixemos que o próprio conte a história:


“Eddie me ligou, conversamos e viajei para encontrá-los. No terceiro dia, me disseram que eu era o vocalista. Uma semana depois, voltei para casa enquanto eles foram para Nova Iorque participar do MTV Video Music Awards. Foi um choque para mim quando subiram ao palco com David. Liguei para Mike (Michael Anthony, baixista) e falei que aquilo tinha sido um erro. Nem eu, nem qualquer outro seria bem aceito como o novo cantor do Van Halen depois daquilo. Escrevi uma carta para Ray Danniels (empresário do grupo) agradecendo a oportunidade, mas teria que passar em frente. Uma semana mais tarde, Eddie me ligou dizendo que eles tinham efetivado Gary Cherone. Disse que estava tudo bem. Eles foram fantásticos, foi uma ótima experiência. Apenas não era para acontecer, mesmo. Faria de novo? É claro”.

Mas antes mesmo dessa oportunidade, Mitch já era uma figura conhecida entre os fãs mais atentos da cena Hard/Melodic Rock. E o principal motivo está aqui. Seu primeiro álbum é uma pérola do estilo, com dez músicas (“Musical Box” é uma mera vinheta) com potencial de hit-single. Para ajudá-lo na gravação, a RCA Records chamou uma banda de respeito. O mais conhecido é o baixista Hugh McDonald, atualmente no Bon Jovi e com folha corrida de primeira. Ainda estavam na empreitada o guitarrista Michael Thompson (Steve Perry, Meat Loaf, Eric Martin), o baterista Mickey Curry (Bryan Adams, The Cult) e o tecladista C.J. Watson, o inexperiente – mas não menos talentoso – da turma.


O play já abre com “Anything To All”, música usada para a promoção, maior sucesso de Malloy até hoje. Daquelas que a gente ouve o refrão uma vez e não esquece nunca mais. Mantendo o mesmo pique, “Mission Of Love” é daqueles Hards festeiros, para se escutar com ‘um sorriso no olho’, já diria aquela ex-jogadora de basquete nas últimas Olimpíadas. Na seqüência, a lindíssima “Nobody Wins In This War”, simplesmente uma das baladas mais viciantes já feitas, deixando a emoção transparecer. “Over The Water” tem uma pegada blueseira indefectível, enquanto “Problem Child” é uma canção acústica com maravilhosa melodia. Ao vivo ela é tocada em formato eletrificado, ficando tão boa quanto.



Certo tempero Pop dá as caras em “Stranded In The Middle Of Nowhere”, som que vai fazer a festa dos oitentistas. A já citada vinhetinha abre caminho para a fantástica “Cowboy And The Ballerina”, que traz as melhores guitarras de todo o disco, além de mais um refrão grudento, pra sair cantando na rua – sim, já fiz isso. Hora para mais uma balada. “Our Love Will Never Die” chega a arrepiar com o coral de vozes na paradinha após o solo. Lindíssima melodia! Normalmente, músicas chamadas “Forever” são lentas, mas aqui a coisa é diferente. Trata-se de uma faixa bem agitada, perfeita para o ouvinte ouvir se mexendo na cadeira. “Mirror, Mirror” fecha o trabalho dando uma relaxada geral, em uma levada acústica boa demais.

O álbum vendeu mais de cem mil cópias à época, número considerado satisfatório para um novato, ainda mais em um mercado que estava próximo da saturação. Mitch Malloy segue na ativa, lançando discos esporadicamente, embora o approach se distancie do Hard desse aqui. Jamais conseguiu repetir o sucesso da época. Mas segue sendo ótima opção para quem quer conhecer mais uma bela voz. Quanto ao que poderia ter sido feito com o Van Halen, ficaremos apenas imaginando. Mas a pressão era muito grande, dificilmente alguém não teria sucumbido, por melhor que fizesse.

Mitch Malloy (vocals, guitars)
Michael Thompson (guitars)
Hugh McDonald (bass)
Mickey Curry (drums)
C. J. Watson (keyboards)

01. Anything At All
02. Mission Of Love
03. Nobody Wins In This War
04. Over The Water
05. Problem Child
06. Stranded In The Middle Of Nowhere
07. Musical Box
08. Cowboy And The Ballerina
09. Our Love Will Never Die
10. Forever
11. Mirror, Mirror

Link nos comentários
Link on the comments


JAY

9 comentários:

Anônimo disse...

Mitch Malloy – Mitch Malloy [1992]
60 MB
192 kbps

http://www.mediafire.com/?0zizzumdzzj

Weschap Coverdale disse...

Jay, tá complicado escolher qual foi sua melhor postagem até agora! Grande post, só pra variar um pouco...

Pedro Torres disse...

Eu diria que é um dos maiores albuns do hard melódico. Maravilhoso!

Anônimo disse...

Valeu pelo POST!
Mais um ótimo post, mais uma 'banda' que eu não conhhecia.

Felipe

Danilo Campos disse...

Conheci o Malloy através da Combe. É uma pena que ele praticamente abandonou o Hard Rock e hoje se dedica a baladas gospel... Não imagino porque EVH preferiu Gary Cherone para gravar o VHIII. Nada contra Cherone, mas Malloy tinha um estilo mais compatível com o estilo da banda. Cherone tinha um jeito de Freddie-Mercury-cantando-Funk-Rock que não combinava com o Van Halen!

rafael disse...

Malloy, encantando como sempre.
Disco simplismente foda

ZORREIRO disse...

O cara é muito bom, mas impressão que tenho é que a todo momento tenta soar como Desmond Child ou Aldo Nova.
A propósito, os olhinhos do Eddie na foto tão pura cangibrina....

Anônimo disse...

valeu!!!!!

Anônimo disse...

ete tem uma banda chamada MALLOY lançou um cd com 12 musicas muito foda, pra quem ñ conhece entra aqui e baixa: http://rockchicks-aor-melodic-rock.blogspot.com/2009/06/malloy-88-1988.html