Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Crown Of Thorns - Crown Of Thorns [1993]


Um álbum de Hard Rock viciante, com músicas pegajosas e Paul Stanley na produção – além de composição e backing vocals. Só isso já seria motivo suficiente para o download, certo? Mas o debut do Crown Of Thorns vai muito além disso. É daqueles discos que você ouve do início ao fim e já quer começar de novo. A mente por trás da banda é mais que privilegiada. Jean Beavouir participou diretamente da formação musical de várias pessoas. Quando você ouve o KISS tocando “Thrills In The Night” e “Who Wants To Be Lonely?” ou os Ramones mandando “Something To Believe In” e “My Brain Is Hanging Upside Down (Bonzo Goes To Bitburg)”, saiba que lá estava o cidadão, ajudando. Ou seja, mesmo que indiretamente, todos já ouviram algo do cara várias vezes.

Depois de alguns trabalhos-solo (incluindo a música “Feel The Heat”, que se tornou um grande sucesso ao fazer parte da trilha sonora do filme Stallone Cobra), além do Voodoo X, Jean decidiu que era hora de estabelecer uma banda definitiva, para lhe servir como referência musical. Dessa maneira surgiu o Crown Of Thorns, que, se não chegou a figurar nunca no primeiro escalão, sempre contou com fãs fiéis e segue lançando seus discos até hoje – o mais recente foi o apenas razoável “Faith”, de 2008. Além disso, realiza apresentações esporádicas, especialmente naqueles festivais dedicados aos adeptos mais ferrenhos do estilo, que colecionam de tudo e vivem à procura do que há de mais quente no underground.


É até difícil citar algum destaque em uma obra dessas, mas não tem como deixar de se contagiar pelas fantásticas “Hike It Up”, “Winterland” (música do Starchild, ou seja, qualidade garantida) e a empolgante “Secret Jesus”. As baladinhas, com certeza estão presentes. E são daquelas mela-cueca geral. O que não significa que sejam ruins, pois “Standing on the Corner for Ya” e “Til The End” contam com melodias marcantes, que vão agradar até mesmo quem não é muito chegado. Mas a perfeição em formato sonoro está na terceira faixa, a magnífica “Dying For Love”. Daqueles momentos que valem um disco de tão emocionantes e certeiros. Ouvir é não esquecer automaticamente. Vai figurar no seu playlist por um bom tempo.



A polêmica da vez ficou por conta da música “Are You Ready?”, que conta com alguns vocais feitos pelo rapper Sherlock. Mas isso não quer dizer que ela foge do Hard Rock proposto pelos músicos. Muito pelo contrário, já que estávamos em uma época que para fazer esse tipo de coisa, era necessário ter qualidade, o que sobra por aqui. Quem gosta de boa música, independente de rótulos, não vai protestar contra a ‘traição’ – papo furado e troo, na pior definição do termo. A recepção na cena pode não ter sido bombástica, mas foi o suficiente para o Crown Of Thorns ser convidado para abrir shows do Bon Jovi (foram atração de abertura do show no estádio de Wembley, que gerou o famigerado home video) e do Van Halen em suas turnês da época. Com referências como essas, acho que nem preciso dizer muito mais, certo?

Paul Stanley com o baixista Michael Paige durante as gravações

Jean Beauvoir (vocals)
Micki Free (guitars)
Michael Paige (bass)
Tony Thompson (drums)

01. Crown of Thorns
02. Hike it Up
03. Dying for Love
04. No You Don´t
05. Standing on the Corner for Ya
06. The Healer
07. Winterland
08. Secret Jesus
09. House of Love
10. Are You Ready?
11. Til the End

Link nos comentários
Link on the comments


JAY

11 comentários:

Anônimo disse...

Crown Of Thorns - Crown Of Thorns [1993]

88 MB
320 kbps

http://www.mediafire.com/?xwowa1eaqz1sqg3

Anônimo disse...

Acho foda quando a negada debanda pro Hard Rock. É raro, depende muito de algum nome de peso por trás, mas quando acontece, surgem bandas do naipe de Living Colour e deste Crown of Thorns.

Tapa na cara de quem acha q Hard Rock é só para brancos.

by Meanstreet @ facul

Lyn disse...

Não conheço... Vou baixar!
Nice review!

Lyn disse...

Haaa... Welcome back!
Abraços.

Jay disse...

Valeu, Lyn! Abraços.

GrassHoper disse...

Banda muito boa. Ouvi somente o Lost Cathedral, que por sinal também é um discaço. O Beauvoir é um puta vocalista e é verdade o lance quanto a essas bandas 'de cor'. Tanto que Living Colour pra mim continua sendo uma das bandas mais originais surgida depois dos anos 80.

Quanto a esse debut já sei se tem Starchild no meio é qualitad na certa, hehe! Obrigado pelo post!

ZORREIRO disse...

Vamos combinar que Paul Stanley botou a mão em cima e abençoou a produção do som.
Ouro puro!!!!!!

Tiago disse...

Òtimo disco!
Valeu!

Maurício Knevitz disse...

Vale lembrar também que o cara tocava com os Plasmatics de Wendy Willians.

dnlz disse...

Banda foda!!!Muitissimo boa, valeu!!!

Lucian disse...

Putz esse blog é um dos mehores que já ví to conhecendo muito coisa boa como essa banda, PARABÉNS!