Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Sleeze Beez - Screwed, Blued & Tattooed [1990]


Hoje definitivamente tirei o dia para escutar bandas que são desconhecidas do grande público. E nessa busca acabei por redescobrir um dos melhores discos de hard que já escutei em minha vida e que com certeza se tornará um de seus prediletos, da banda holandesa Sleeze Beez. Formada por Jan Koster e Chriz van Jaarsveld antes mesmo de ter uma banda ou alguma composição, conseguiram convencer uma gravadora a assinar contrato, sendo que seu primeiro disco, "Looks Like Hell" foi lançado em 1987, com a banda sendo completada por Tiger (voz), Don Van Spall (guitarras) e Ed Jongsma (baixo).

Mas no disco seguinte e após a saída de Tiger e com Andrew Elt o substituindo, que a banda lançou o disco que alcançaria mais sucesso no mercado americano, atingindo o 115º lugar na Billboard, um grande feito para uma banda holandesa e que não era conhecida anteriormente. E facilmente pode se afirmar que este é um dos grandes discos lançados naquela época, onde as guitarras gritam bem alto e temos uma mistura entre Def Leppard, AC/DC e uma porção bem servida de farofa.

Abrindo os trabalhos temos a acelerada "Rock In The Western World", onde as guitarras já aparecem com grande destaque e a banda faz um trabalho redondinho e o vocal de Elt se destaca, o que seria redundante até o final da bolacha. "House Is On Fire" tem um quê de AC/DC, principalmente em sua introdução, mas com uma pegada sensacional, e que continua até o final da canção, empolgando para o que vem mais adiante. A paulada "Screwed Blue N' Tattooed" tem um excelente trabalho da dupla Jaarsveld/Spall em solos e riffs matadores e cativantes.


A farofeira "Stranger Than Paradise" é um dos grandes momentos desse disco, desde seu início climático, que se transforma em um típico hard 80's feito pelas bandas americanas na época e que cativa desde sua primeira audição, com refrães pegajosos, guitarras cheias de distorção e melodia marcante. "Damned If We Do Damned If We Don't" continua na mesma linha da música anterior e levanta até defunto devido a animação que a mesma contém. "Heroes Die Young" é mais cadenciada que as canções anteriores, mas ainda carregada de distorção e não fugindo do que foi feito até aqui.

"This Time" é a balada deste disco, e que quebra bastante a velocidade anteriormente mostrada, mas que tem um refrão grudento e um belo solo de guitarra em sua parte final. "When The Brains Go To The Balls" é o momento que mais se aproxima da sonoridade do AC/DC, desde seu vocal rasgado até os clássicos riffs de guitarra à lá Angus Young, ainda que um pouco mais rápido que as músicas da célebre banda australiana. "Don't Talk About Roses" continua na rifferama apresentada anteriormente, mas orientada para o hard americano novamente e é uma excelente música. Finalizando este disco temos a festeira "Girls Girls, Nasty Nasty" e que dá a certeza de que ouvimos um excelente registro.

Se você ainda não conhece a banda é uma excelente oportunidade para conhecer uma baita banda legal através de um grande disco, e de se divertir um pouco neste fim de feriadão prolongado.


01.Rock In The Western World
02.House Is On Fire
03.Screwed Blue'N Tattooed
04.Stranger Than Paradise
05.Damned If We Do, Damned If We Don't
06.Heroes Die Young
07.This Time
08.When The Brains Go To The Balls
09.Don't Talk About Roses
10.Girls Girls, Nasty Nasty


Andrew Elt - Vocais, Guitarras
Chriz Van Jaarsveld - Guitarras, Backing Vocals
Don Van Spall - Guitarras, Backing Vocals
Ed Jongsma - Baixo, Backing Vocals
Jan Koster - Bateria, Backing Vocals

LINK NOS COMENTÁRIOS
LINK ON THE COMMENTS



By Weschap Coverdale

8 comentários:

Anônimo disse...

http://www.multiupload.com/T29JOFBM11

Wilson Negrini disse...

Muito bom!!! Mesmo!!

Coloca no site ai Beggars & Thieves!! TOOOOPP!!http://www.youtube.com/profile?user=angelj60#p/u/94/uSgFpcXrQlM

dnlz disse...

No começo estranhei o vocal, mas depois eu adorei. Show!

sueco disse...

pepita foda!

ZORREIRO disse...

Caaaaaaaaaaaaaaaaraaaaaaa
Nunca achei que veria esse disco de novo na minha frente!!!!!
Um amigo trouxe dos states o cd em 91 (no Brasil ne tinha cd) e eu gravei uma fita k7 (isso tinha).
Guitarras totalmente inspiradas em Steve Steamin' Clarke (Def Leppard) da fase Hysteria.

Weschap Coverdale disse...

Senti essa mesma sensação ao escutar pela primeira vez este Cd Zorreiro. E se prepare que virão ainda mais disco deles

Anônimo disse...

Puta merda! Só (ou)vi este play uma vez na minha vida e foi na época do lançamento. Consegui gravar (ainda em K-7) a música "Stranger Than Paradise" e agora aparece aqui pra baixar. Vcs não sabem como estou grato!!!

AlBassPlayer
Curitiba

mgtattoos disse...

o retorno da combe veio potenciada e con turbo! parabéns.
Ah! otimo post, nao conhecia a banda.