Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Thin Lizzy - One Night Only [2000]


Certas figuras são absolutamente insubstituíveis – Brian May e Roger Taylor que o digam com sua experiência recente. E, sem dúvida, o inesquecível Phil Lynott é uma delas. O carisma, o estilo, enfim, a forma única como se portava, não pode ser equiparada. Mas isso não significa que as novas gerações devam ser privadas de conhecer o trabalho ímpar do Thin Lizzy. Lógico que isso pode ser feito através dos álbuns. Mas a experiência de um show com os hinos do grupo é essencial para se ter idéia do que significa sua trajetória e o porquê de sua influência gigantesca em bandas que ajudariam a continuar escrevendo a história do Rock and Roll.

Tendo consciência disso, John Sykes, que tocou na fase final do grupo, entrou em contato com Scott Gorham, lenda da formação clássica. Os dois guitarristas decidiram colocar o Lizzy na estrada novamente, como uma homenagem ao falecido líder e amigo. A idéia era ter o maior número de membros com passagem anterior possível. Por isso, convidaram o tecladista Darren Wharton, que também participou da reta final, antes de se tornar conhecido com seu próprio conjunto, o Dare. Para substituir Phil, o grande Marco Mendoza, baixista com um currículo invejável. Nas baquetas, inicialmente o original Brian Downey se prontificou. Mas após alguns shows, desistiu, cedendo lugar para o craque Tommy Aldridge, sem dúvida um dos melhores do mundo – quem, assim como eu, já teve a oportunidade de vê-lo ao vivo, sabe do que é capaz.


Gravado na Alemanha, One Night Only traz uma apresentação vibrante e consistente, com vários dos clássicos sons da banda executados com maestria. Sykes não tem a mesma categoria de Lynott nos vocais, mas dá conta do recado muitíssimo bem. Difícil apontar um destaque, pois o setlist é muito forte. Mas quem quer saber a fonte em que a turma da NWOBHM bebeu para criar alguns ataques de guitarras gêmeas, tem que confeir o que acontece em “Waiting For An Alibi” e “Black Rose”. Uma verdadeira aula de musicalidade e bom gosto. No mais, não tem como não se emocionar com a dramática “Still In Love With You”, a paradinha para apresentar a banda em “Rosalie” e as imortais “Jailbreak” e “The Boys Are Back In Town”.

Atualmente, o Thin Lizzy prepara uma revolução completa. Com a saída de John e Tommy Aldridge, entraram o vocalista Ricky Warwick (The Almighty) e o guitarrista Vivian Campbell (Def Leppard), além do retorno de Brian Downey à bateria. Gorham, Mendoza e Wharton – os dois últimos também regressando às fileiras – completam o time. A nova formação tem sua estréia prevista para o dia 4 de janeiro de 2011, na O2 Arena de Dublin (mesmo espaço onde o Guns N’ Roses se envolveu em polêmica há poucos dias), terra onde começou essa história. Enquanto a data não chega, vamos curtindo o bom e velho Lizzy, sempre doutrinando por onde passa!


John Sykes (vocals, guitars)
Scott Gorham (guitars)
Marco Mendoza (bass)
Darren Wharton (keyboards)
Tommy Aldridge (drums)

01. Jailbreak
02. Waiting For An Alibi
03. Don’t Believe A Word
04. Cold Sweat
05. The Sun Goes Down
06. Are You Ready?
07. Bad Reputation
08. Suicide
09. Still In Love With You
10. Cowboy Song
11. The Boys Are Back In Town
12. Rosalie
13. Black Rose

Link nos comentários
Link on the comments

Nova formação do Thin Lizzy, com estréia marcada para o ano que vem


JAY

18 comentários:

Anônimo disse...

Thin Lizzy – One Night Only [2000]

97 MB
192 kbps

http://www.mediafire.com/?6b9kss6gua1wbcg

Alceu disse...

nossa quanta gnt nessa nova formação, vamo espera e ve se presta! valeu pelo post!!!

Anônimo disse...

Lo mejor de Irlanda.Aun sin Phil Linnot merecen la pena

Anônimo disse...

Aun sin Phil Linnot merecen la pena.Me lo bajo.Gracias

Reapmusic disse...

Cara, é o Vivian Campbell o terceiro da esquerda para direita?!

Ele saiu do Def Leppard?!

Ou está de férias e resolveu fazer um som com seus conterrâneos irlandeses?!

Reapmusic disse...

Putz, desculpe, não li a resenha por inteiro... é ele mesmo!

Foi mal!

sueco disse...

thin lizzy... só isso basta.

Silver disse...

Thin Lizzy é foda pra caralho e esse ao vivo foi o responsável por me apresentar ao grupo. Lembro que fiz até o Breno viciar nos caras há um tempo atrás.

ZORREIRO disse...

Vivian Campbell?
Finalmente ele vai voltar a tocar rock'n'roll?
Sim, porque o que ele fez no Leppard é digno de pena.
E sou fã do Leppard, mas nunca entendi porque ele se transformou naquela coisa preguiçosa.
A resenha de One Night Only ficou excelente. De novo.

ZORREIRO disse...

Ah!
Rick Warwick não poderia ter sido melhor escolha para os vocais.
Eu acho o cara um dos melhores do hard rock. O que ele fez com o Almighty (que tá faltando no blog, rapazes...) na década de 90 foi antológico.

Anônimo disse...

O solo de Cold Sweat neste disco está um dos melhores que o João Sicarelli já fez.

Bruno Gonzalez disse...

Fez mesmo, mas eu me viciei pelo Jailbreak. Esse aí eu vim ouvir tempos e tempos depois!

Postasso!

Silver disse...

Exato fofo, te apresentei Tem Bois No Meu Quintal.

Weschap Coverdale disse...

Tem bois no meu quintal? rsrsrsrs...

Postasso!

dnlz disse...

Esse album é animal, o Sykes além da guitar mandou muitissimo bem no vocal, além te ter os dois guitars com o cabelo mais bonito do Rock , uiii hahah

BraBus disse...

Thin Lizzy é uma daquelas bandas que se escuta e ela fica no coração pro resto da vida! ^^

Anônimo disse...

Thin Lizzy,melhor banda do mundo e talvez do universo.

jantchc disse...

ouvi este cd um tempo atras e achei legal..

não sou fã do thin lizzy, mas como o sykes tava cantando achei melhor ouvir..

é legal, ainda mais com a cozinha incrivel desta banda..