Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Blue Cheer – Vincebus Eruptus [1968]



Minha postagem de número 100. É como escolher a primeira. Tem que ser algo especial.

Medalhão ou subestimado? Mainstream ou underground?

Que tal a verdadeira gênese do heavy metal?

Pois resolvi raspar o fundo do baú e trazer um dos precursores do stoner rock e do heavy metal da história: Blue Cheer.

Direto de São Francisco, Califórnia, o Blue Cheer surgiu como mais uma daquelas bandas de garagem que nasceram para passar despercebidas pelo cenário musical. Não fosse um detalhe: o peso absurdo era incomum para a época dominada pela Beatlemania.

Quando falamos em power trio metendo peso em clássicos do blues as primeiras bandas que nos vêm à cabeça são Cream e The Jimi Hendrix Experience. O Blue Cheer veio antes, mas inicialmente com quatro integrantes.

No grande ano de 1966, Eric Albronda e Jerry Russel uniram forças a Dickie Peterson e formaram o Blue Cheer quando a cultura do paz e amor florescia a todo vapor. A base era o blues, mas com o foco no rockabilly dos então fantásticos anos 50. Leigh Stephens logo assumiu as guitarras e a formação clássica estava montada.

Quando conseguiram um contrato com a gravadora Phillips, a banda já se encontrava no formato power trio, com Dickie Peterson nos vocais e baixo, Leigh Stephens nas guitarras e Paul Whaley na bateria. Para completar a cena, o produtor dos shows do Blue Cheer nos anos 60 era um integrante dos Hell Angels que se chamava simplesmente Gut, e trabalhou em parceria com Abe “Voco” Kesh nesse primeiro full lenght.



O Blue Cheer se tornou a primeira banda de heavy metal da história, assim definida após a veiculação do termo pelo Steppenwolf em Born to be Wild. Essa informação aparece em Metal: A Headbanger's Journey, de Sam Dunn e Scott McFadyen. Por mais que Zeppelin e Sabbath sejam creditados como precursores do metal, eles sequer existiam em 1966.

O Hell Angels way of life associado ao crescimento da contracultura da costa oeste dos Estados Unidos fizeram surgir, em meio à psicodelia, um grito raivoso chamado Blue Cheer. Jim Morrison (The Doors) os classificou como a banda mais poderosa que ele já vira. E ele tinha razão.



O debut dos caras, postagem de hoje, abre a porta na base da pedrada: Summertime Blues em uma versão que só não é melhor que a original porque estamos falando de Eddie Cochran, um dos pais do rockabilly. Mas, sinceramente, traz tanta energia e criatividade que é impossível não tê-la entre os melhores covers da história do rock. Na sequência, um clássico do blues chamado Rock Me Baby que, para quem ainda não sabe, foi imortalizado na voz de Muddy Waters, termina a primeira fase do play.

Depois disso, apenas quatro músicas autorais completam o disco. Mas a força e a intensidade do power trio, aliados à crueza da gravação definem um estilo musical.



Grave bem a imagem da capa. Seguidamente é possível encontrar algum maluco vestindo camiseta com essa gravura.
Daqui pra frente, você saberá que estamos falando de algo único.

Track List

1. "Summertime Blues"
2. "Rock Me Baby"
3. "Doctor Please"
4. "Out of Focus"
5. "Parchman Farm"
6. "Second Time Around"


Dickie Peterson (vocais e baixo)
Leigh Stephens (guitarras)
Paul Whaley (bateria)

Link nos comentários
Link on the comments

Por ZOrreiro

12 comentários:

Anônimo disse...

http://www.mediafire.com/?sax3hncxcw5zm79

...Infinito Particular. disse...

Trata-se de um legítimo clássica,uma pedrada de primeira!!!
Parabéns pelo post,vira e mexe gosto de botar o Blue Cheer no play e aumentar até o máximo,pois a parada é uma aula sonora de peso e qualidade!!
Poca,num sei se aki seria o melhor lugar para pedidos,mas que tal quem sabe um futuro post da banda Budgie,ou de Bob Seger?
Mais uma vez,parabéns pela postagem e blog!

Ron Mick disse...

Caramba, meu...
Essa vc teve a ajuda do Indiana Jones pra achar, hein?
A combe tá se superando: ontem, Elton John e Steel Panther, hoje essa maravilha, que poucos conhecem...
Ainda bem, deixa o pessoal achando que o Sabbath criou o Heavy Metal!
Se soubessem que o Blue foi uma das principais influências do Sr. Iommi, e tb que o Page bebeu muito dessa fonte, principalmente nos dois primeiros do zepelim...
Me surpreendeu essa postagem, Mr. Zorreiro!
E que continuem me dando esses sustos maravilhosos!
Eu e a cambada que visita o site todo santo dia agradecemos!!

Ricardo Brovin disse...

Concordo com Ron Mick, tô em dúvida sobre o post do ano!!!Blue Cheer, soberbo!!!valeu Zorreiro...

ZORREIRO disse...

Valeu, rapaziada.
Essa do Indiana Jones tá boa. Hehe
Abraço

Gabriel disse...

Clássico!

Um dos grandes discos da década de 60, realmente um dos melhores. Além disso, muitos consideram eles como os pais do Stoner.

Caue Machado disse...

Parabéns, meu caro. 100 postagens, 100 discos, 100 grandes resenhas.

Mesmo não curtindo essa linha vou deixar meu recado.
Aproveito o espaço pra dizer que curti a história. Nem tinha idéia da existência desses caras. Sou muito focado na década perdida de 80.
Pow, vc citou ali uma banda que acho um sacrilégio não ter nada postado na Combe: DOORS!!! Há dias estava pensando em comentar isso.
Reparem logo essa errata rsrsrs...

Agradeço aí pelo serviço prestado, e parabenizo mais uma vez este "experiente" motorista.
Manda um abraço pro bebê, que já deve estar enorme.

Abraços!

MacGyver disse...

Puts Blue cheer, é sem duvida a primeira banda de heavy metal da historia, mais nunca recebeu os créditos por isso.

Eles tavão na ativa fazendo shows por ai até a morte do Dickie Peterson, que se deu por uma overdose ano passado...

Grande Zorreiro, abrasos!

João Batista Reis disse...

Desavenças a parte, realmente este é um grande disco, de uma das maiores bandas de "Heavy Metal" de todas.

Eduardo Paiva disse...

Sempre ouvi falar dessa banda como a pioneira do Heavy Metal! Pela resenha do Zorreiro, parece que as informações são verdadeiras. Baixando para conferir!
Grand Post!
Valeu, Zorreiro!

Snakke disse...

Postagem monstruoooosa, pra da um nó na cabeça de grande parte dos ditos "headbangers" que tem hoje por ai... x)

Isaac disse...

Grande álbum!
Mantenham o alto nível!