Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

domingo, 16 de outubro de 2011

Ratos de Porão - Cada Dia Mais Sujo e Agressivo [1987]



Aproveitando a postagem do meu amigo Lucas, resolvi que hoje seria dia de Ratos de Porão, uma das bandas mais importantes do cenário brasileiro (e uma das mais injustiçadas também), que ao lado do Sepultura é um dos nomes mais valorizados no exterior. Formada pelo guitarrista Jão, desde 1984 eles vêm nos presenteando com o melhor do Punk/Hardcore/Crossover, brutal como deve ser.

A estreia com Crucificados Pelo Sistema mostrava um Hardcore Punk direto e agressivo, que só não é perfeito por causa da produção extremamente mal trabalhada. Esse problema seria resolvido aos poucos, e a evolução total veio apenas em 1987, com o lançamento de Cada Dia Mais Sujo e Agressivo que foi o primeiro disco da banda a sair no exterior, sob o nome Dirty And Aggressive.

Essa evolução não se limitou apenas a produção. O som passou a se aproximar cada vez mais ao Crossover/Thrash, deixando um pouco para trás o Hardcore primitivo de antes. Parecia a coisa certa a se fazer, mas mesmo assim uma parcela dos antigos fãs acusou o RDP de "ter traído o movimento"; pura balela (como Gordo faz questão de afirmar, sempre da forma mais sutil o possível, rs).



A patifaria continua a mesma, mas aqui temos riffs bem mais definidos, assim como as próprias composições; e, obviamente, a produção bem mais cristalina. O resultado foi um Ratos de Porão diferente, mais pesado, coeso e com a paulada de sempre, contando com várias passagens totalmente Thrash. O álbum foi o grande responsável por trás do novo público que eles conquistaram, acabando (mas não de vez) com a richa entre punks e metalheads.

Na minha opinião, um de seus melhores trabalhos. A banda do atual "legendário" pode não ser unanimidade, mas merece o respeito que tem hoje. Destaques para "Plano Furado", "Crise Geral", "Morte e Desespero", "Peste Sexual" e "Vivendo Cada Dia Mais Sujo e Agressivo". Clássico.




João Gordo - vocais
Jão - guitarras
Jabá - baixo
Spaghetti - bateria

01. Tattoo Maniac
02. Plano Furado
03. Ignorância
04. Crise Geral
05. Morte e Desespero
06. Pensamentos de Trincheira
07. Peste Sexual
08. Sentir Ódio e Nada Mais
09. Assalto Na Esquina
10. Não Há/Outras Vidas
11. V.C.D.M.S.A
12. Untitled

2 comentários:

Anônimo disse...

http://www.mediafire.com/?bxzxrfp15ycs81v

ZORREIRO disse...

Meu reino por meu velho skate com shape Urgh Junae, rodinhas dum dum, truck sei lá o que e outras coisas que não existem mais.
Esse disco do Ratos é de uma podreira sem tamanho.
Ideal para ouvir fazendo street.
Soco na cara. Gostei.
Melhor seria em vinil (que eu obviamente tenho).