Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Buzzcocks - A Different Kind Of Tension [1979]

Como assim ainda não postei Buzzcocks no blog!? Caralho! Vi que tinha cometido esse erro e fiz questão de corrigi-lo imediatamente. Então, hoje resolvi postar "A Different Kind of Tension", o álbum que julgo o melhor deles.

Uma das bandas mais importantes da cena punk rock mundial, o Buzzcocks foi formado em 1975, na cidade de Manchester, na Inglaterra. Porém, eles tinham uma coisa que os diferenciava de outros grupos punks da época: ao contrário dos Pistols, que anarquizavam e alopravam geral, também ao contrário do The Clash, que trazia alto conteúdo político em suas letras, o Buzzcocks fazia letras simples sobre amor, festas e temas mais adolescentes. Aliás, caminho que os irlandeses do Undertones também seguiriam.

A banda se separou em 1981 e deixou três álbuns: "Another Music in a Different Kitchen", "Love Bites" e o disco de hoje, "A Different Kind of Tension". Depois, eles iriam voltar em 1989 e lançaram outros materiais inéditos, que pra ser bem sincero, só ouvi o "Flat-Pack Philosophy", e achei do caralho. Mas enfim, vamos falar do disco em questão, que é o "A Different Kind of Tension".



Como eu já falei, pra mim esse é o melhor disco do Buzzcocks. Mostra a banda de sempre, com aquele punk rock empolgante, melodioso na medida certa, porém, com uma pegada muito mais forte do que a dos outros álbuns. E já se percebe isso logo de cara, com a faixa de abertura "Paradise", uma das melhores do disco. E o disco segue nessa linha, punk rock simples, empolgante, sem compromissos, discursos e todas aquelas chatices políticas. Só letras sobre diversão, festas, garotas, amor e essas coisas.

Além de "Paradise", vale a pena destacar as faixas seguintes, "Sitting Around At Home", que alterna entre uma pegada mais lenta e do nada vira um punk rock agitadão e volta novamente para a pegada lenta, "You Say You Don't Love Me", a mais melosa do disco (mas mesmo assim, do caralho), as completamente enérgicas "Mad Mad Judy", "I Don't Know What To Do With My Life", e, a faixa mais longa do disco, "I Believe", com 7:08 minutos de duração - uma das poucas músicas com esse tempo que eu consigo aturar. hahaha.

No mais, se você é fã de punk rock, é claro que não pode deixar de conferir essa pepita. E se você está querendo se aventurar no estilo, também. Na verdade, eu recomendo à todos que estejam afim de ouvir um som divertido, simples e sem compromissos ou chatisses ideológicas.


1. Paradise
2. Sitting Around At Home
3. You Say You Don't Love Me
4. You Know You Can't Help It
5. Mad Mad Judy
6. Raison D'etre
7. I Don't Know What To Do With My Life
8. Money
9. Hollow Inside
10. A Different Kind of Tension
11. I Believe
12. Radio Nine

Link nos comentários
Link on the comments

PORRA, AGORA VÊ SE VOCÊS SE DÃO AO MENOS O TRABALHO DE COMENTAR HEIN! (antes que os punheteiros venham perguntar, a gostosinha da foto é Riley Mason)

Maurício Knevitz

12 comentários:

Anônimo disse...

http://www.mediafire.com/?79ioy6osxqmu20r

ZORREIRO disse...

Buzzcocks é clássico.
Demais o talento da menina... essa Mason sabe das coisas mesmo.

Anônimo disse...

TAVA faltando Buzzcoks mesmo,
a gostosinha combinou com a banda.

Anônimo disse...

Porra, nunca ouvi falar sobre a banda. Mas essa gostosa valeu o post. huahauhauah

Anônimo disse...

kkkkk
ai apelou hein

Maurício Knevitz disse...

Mas tem que apelar mesmo cara, nem assim consegui tanto comentário! HAHAHA

Ito disse...

Gostei da música colocada no post, não conhecia, vlw.

ZORREIRO disse...

Então vou comentar de novo pra dar volume: de-mais o som dessa gatinha (huahuahua, totalmente estúpido)

Anônimo disse...

Muito Loko esse Som...e a Gostosa nem se fala né

Zimmer disse...

Ouvi falar do Buzzcocks qdo vi um documentario sobre o Ian Curtis(RIP), que era vocalista do Joy Division, aliás, acho que seria legal postar alguma coisa sobre essa banda, acho que colaborou bastante pro gênero pós-punk no final dos anos 70 e começo dos anos 80, ficaria feliz se brevemente eu pudesse ver um post sobre o Joy Division!! a gostosinha da foto sem comentários hehe!

Bruno Sousa disse...

boobs *-*

eu juro que eu ia comentar outra coisa mas esqueci.

Gabriel disse...

tem como upar de novo? grato (: