Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Little Richard - Here's Little Richard [1957]

Eu até fico bolado por não ter praticamente nada de rockabilly aqui na Combe, mas esse é um erro que aos poucos eu vou corrigindo. Então, aí vai pra vocês mais um dos grandes gênios do maravilhoso estilo, Little Richard.

Fazendo um som agressivo (para época, isso era um chute no estômago), divertido, enérgico e intenso, Little Richard é considerado por muitos como um dos pais do rock 'n' roll. Quem foi o primeiro não interessa, o que interessa é que esse som é realmente do caralho, sendo ouvido até hoje por fãs de rock dos mais diversos estilos e nunca soando ultrapassado. Pra mim, quem não gosta de rockabilly é um tremendo de um BUNDÃO, e não conheço ninguém, NINGUÉM que não goste dos grandes ícones do estilo.

Enfim, "Here's Little Richard" é o primeiro disco do cara, e mostra um som incrivelmente foda, tipo, fodão mesmo. Um som extremamente divertido, dançante, enérgico, que te faz querer ouvir o disco umas 5 vezes seguidas pra mais! É música feita com o coração e com a alma, rock 'n' roll DE VERDADE, sem frescuras, modismos ou intenção de só vender milhares de discos e depois sumir do mapa, e se percebe a clara empolgação de Little Richard em cada faixa do disco.

E esse sentimento de empolgação com que Little Richard gravou o álbum é transmitido perfeitamente ao ouvinte, que tente a sair gritando as músicas por aí dançando e ficar com as mesmas na cabeça durante dias. E como já disse, é rock 'n' roll DE VERDADE, simples, divertido, com os gritos enlouquecidos de Little Richard, saxofones, piano, e é claro, os instrumentos básicos do rock: bateria, baixo e guitarra. Não é nada muito complexo, mas porra, rock 'n' roll é diversão, não precisa ser complexo! Não precisa ser cabeça! Precisa mesmo é ser BOM.



É impossível dar destaques pra um disco perfeito como esse, então nesse caso, prefiro comentar todas as faixas, que nem já fiz aqui antes em discos que também acho do caralho do início ao fim. O disco já abre bem. Bem não, já abre ótimo, com a mais que clássica "Tutti Frutti", que se tu se diz roqueiro e nunca ouviu, tomara que desenvolva um câncer na próstata. Depois vem a "True Fine Mama", uma das melhores músicas que já escutei, sem exageros. Em seguida vem a mais calma "Can't Believe You Wanna Leave", mas que mesmo assim, tem o seu ar animado. E o ritmo sobe com o rock 'n' roll insano de "Ready Teddy", outro clássico. Em seguida temos outra mais calma, "Baby", mas que também mantém seu ar animado e é realmente muito bonita. "Slipin' and Slidin'" é uma música ideal para festas. E logo em seguida vem outro clássico, "Long Tall Sally", que automaticamente, já faz você começar a dançar e a gritar a letra. Energia pura! "Miss Ann" segue naquela linha das músicas "Baby" e "Can't Believe You Wanna Leave", um som mais calmo, mas ainda sim, animado. "Oh Why?" segue nessa linha também, e dá caminho para a trinca matadora que fecha o disco, "Rip It Up", "Jenny Jenny" e "She's Got It". Três faixas perfeitas, como o disco inteiro.

Então, seja lá o que você curta, seja punk, hard, progressivo, heavy metal e derivados, essas coisas de hippie e tal, é OBRIGATÓRIO que você baixe esse disco, pois é um clássico e todos que se dizem fãs de rock devem ouvir esse disco pelo menos uma vez na vida.

Chega de enrolação. Baixe agora e não se arrependerá!

1. Tutti Frutti
2. True Fine Mama
3. Can’t Believe You Wanna Leave
4. Ready Teddy
5. Baby
6. Slippin’ and Slidin’
7. Long Tall Sally
8. Miss Ann
9. Oh Why?
10. Rip It Up
11. Jenny, Jenny
12. She’s Got It

Link nos comentários
Link on the comments

Maurício Knevitz

12 comentários:

Anônimo disse...

http://www.mediafire.com/?iuwocyvml2j

BORS disse...

ta aqui um dos grandes nomes do rock´n´roll!

Little Richard é o cara!

Silver disse...

Um baita performer, dono de uma puta voz. O download é diversão garantida!

Anônimo disse...

oba, ja tem Chuck Berry e agora Little Richard só falta o GRANDE Jerry Lee Lewis.

Silverdani disse...

Mto antes de David Bowie, Mick Jagger e Lou Reed, Little Richard foi a primeira figura andrógina do rock... Grande post!

Eduardo Paiva disse...

"CLássico" !!!!

Hairbanger disse...

mais uma vez ofendendo quem não curte certos estilos impostos no post... grande artista, nunca peguei pra ouvir um disco inteiro, só músicas avulsas por aí, porém admito que o cara é foda! só não precisa ofender quem não curte rockabilly né...

dnlz disse...

Esse apavora!!!

The Dark Knight disse...

Cara, acho que metade dos "rockeiros" que eu conheço vão "desenvolver câncer de próstata" ariariarirairariariariariariaria!!!

Maurício Knevitz disse...

Hairbanger, quem faz as resenhas dos discos que posto sou EU e até hoje o Silver, o Jay ou o Celo não reclamaram por eu escrever assim, e todos sabem que não levo a sério o que escrevo quando digo "tomara que desenvolvam um câncer na próstata", falo por pura zuação. Moralismo é uma coisa chata pra caralho, e ninguém aqui se sente ofendido com essas coisas!

E aos outros, valeu pelos comentários! Continuem postando!

Hairbanger disse...

lógico, não estou reclamando e nem falando pra mudar seu estilo. a mesma ironia que você usa em seus posts eu usei em meu comentário.

Ine disse...

Eu me divirto com algumas pessoas que acham que são tão mais fodas no rock por ouvirem rock X e não Y. Tem espaço no mp4 pra todo mundo! E também, a gente não se inicia no mundo do rock com o "melhor disco que eu ouvi em toda a minha vida". O meu, por exemplo, foi Please Please me. Mas depois, eu curti pra caramba o disco do Carequinha. Hoje eu curto muito mais os Beatles do Sgt. Peppers em diante. Mas continuo batendo o pezinho no ritmo de Chains. Só não escuto mais o "Bom menino que não faz pipi na cama". Mas que isso faz parte da minha história musical, faz sim.