Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

sexta-feira, 22 de julho de 2011

REPOSTAGEM: Aerosmith - Pump [1989]


Após toda a crise que o Aerosmith sofreu entre o fim da década de 1970 e o começo da década de 1980, a formação original resolveu suas diferenças e em 1984 trabalhava novamente em conjunto. O primeiro disco resultante da reunião, "Done With Mirrors", não vendeu muito bem, mas o seguinte "Permanent Vacation" confirmou a genialidade dos caras. A boa fase foi prosseguida com "Pump", o décimo da discografia, lançado em setembro de 1989, novamente com a produção de Bruce Fairbairn.

O álbum apresenta maior consistência em relação ao antecessor, que apesar de muito bom, tem um lado comercial que sobressai a essência do quinteto. Aqui, isso não acontece: a abordagem comercial ocorre sem sufocar a clássica fórmula, tornando esse um dos melhores de toda a carreira. Além disso, nota-se mais fôlego nas composições, que têm criatividade de sobra e vários singles em potencial - não é a toa que seis das dez faixas foram lançadas no formato. A dupla Steven Tyler e Joe Perry capitaneou a área, mas com algumas colaborações de dentro (Tom Hamilton e Brat Whitford) e fora (Jim Vallance, Desmond Child e outros).



Logo de cara, se impressiona com "Young Lust", Rockão ágil, firme e com destaque aos cinco integrantes. "F.I.N.E." vem logo em seguida, com uma levada mais vagarosa e cativante, além de um puta refrão. "Love In An Elevator" foi o primeiro single - tem uma letra muito criativa e é dignamente um hino Hard. "Monkey On My Back" conta com uma guitarra pulsante e um clima setentista, se não fossem os sintetizadores que aparecem de vez em quando.

"Janie's Got A Gun" foi o single de maior repercussão nas paradas norte-americanas. A letra fala sobre Janie, uma garota que se vinga de seu pai após sofrer abuso sexual do mesmo. Música de impacto, com melodia que fica na cabeça. "The Other Side" não foi um single de muito impacto, mas além de ser um Rockão divertido e genuíno, ganhou o prêmio de melhor vídeo de Rock no MTV Video Music Awards. "My Girl" mantém o clima da anterior, mas lembrando bastante algumas composições setentistas.

"Don't Get Mad, Get Even" começa com um Blues de boteco e vira paulada com berros liberados de Tyler. Digna 'fuck music'. "Voodoo Medicine Man" demora a ter início, mas já chega como uma pancada na face. Tem um clima mais pesado e provavelmente o melhor solo de guitarra do play - assinado por Brad Whitford! O play é devidamente fechado com chave de ouro com uma das melhores canções do Aerosmith: a bela "What It Takes", que conta com uma melodia grudenta, vocais perfeitamente encaixados, instrumental coeso e excelente letra.



Falando sobre números, "Pump" teve três singles no Top 10 norte-americano: "Janie's Got A Gun", "Love In An Elevator" e "What It Takes", chegando respectivamente às posições de número 4, 5 e 9. Além disso, "The Other Side" conquistou uma satisfatória 22ª colocação nas mesmas paradas. Tudo isso colaborou para que o álbum vendesse mais de 4 milhões de cópias em um ano de lançamento, hoje já passando das 7 milhões - tudo apenas nos Estados Unidos. A turnê de divulgação girou o mundo, com 166 shows e um ano completo de duração.

Se números ou palavras não convencem, vale a pena arriscar e conferir um dos melhores trabalhos de uma das maiores bandas não apenas dos Estados Unidos, mas de todo o mundo.



01. Young Lust
02. F.I.N.E.
03. Love In An Elevator
04. Monkey On My Back
05. Water Song / Janie's Got a Gun
06. Dulcimer Stomp / The Other Side
07. My Girl
08. Don't Get Mad, Get Even
09. Hoodoo / Voodoo Medicine Man
10. What It Takes

Steven Tyler - vocal, teclados, gaita
Joe Perry - guitarra, backing vocals
Brad Whitford - guitarra
Tom Hamilton - baixo, backing vocals em 3
Joey Kramer - bateria, percussão

Músicos adicionais:
John Webster - teclados
Bob Dowd - backing vocals em 3
Catherine Epps - backing vocals em 3
Bruce Fairbairn - trompete
The Margarita Horns - saxofone, instrumentos de latão
Randy Raine-Reusch - gaita de vidro em 5 (intro), dulcimer em 6 (intro), didjeridu em 8, Thai naw (órgão de sopro) em 9 (intro)

(Links nos comentários - links on the comments)



by Silver

8 comentários:

Jay disse...

Junto a Toys in the Attic e Rocks, forma a trinca de álbuns obrigatórios da banda. Quem não gosta tem que ser preso!

Eduardo Paiva disse...

Discasso!
Baixando!

Anônimo disse...

ja tinha o album aqui no pc mas vale o comentario. Grande album, o melhor da banda na minha opiniao. F.I.N.E. e Monkey on My Back minhas preferidas no album. GRande post e um download recomendadissimo pra todos !!

Rick disse...

Show, véio!

BradJúnior disse...

Sem coments, album bom do começo ao fim!baixem!!!

Lucian disse...

Cráááááásico! Aerosmith é show d bola.

jR! disse...

Obrigatório pra qualquer fã de Hard.

Anônimo disse...

Aerosmith - Pump [1989]

Novo link:
http://www.multiupload.com/2O0EKNW7MM