Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Dio - Lock Up the Wolves [1990]


Após não ter ficado completamente satisfeito com o resultado de Dream Evil, Ronnie James Dio decidiu que era hora de mudar. Dispensou toda a banda que o acompanhava e saiu atrás de novos músicos. De figuras já conhecidas, chegaram o baterista Simon Wright, ex-AC/DC e o tecladista Jens Johansson, que havia tocado com Yngwie Malmsteen. Os novatos no ramo eram o guitarrista de dezoito anos, Rowan Robertson e o baixista Teddy Cook. Com o grupo reconstruído, entraram em estúdio com a idéia de fazer um som menos polido em comparação ao álbum antecessor. Assim nasceu Lock Up the Wolves, quinto full-lenght da história do Dio.

Algumas composições ainda contavam com a participação de membros da formação anterior, mais especificamente Jimmy Bain e Vinny Appice. Mas quem contribuiu realmente com todo o processo de elaboração foi o menino-prodígio Rowan, que participou na criação das onze canções. Um detalhe a se ressaltar vai para a duração das faixas. Oito ultrapassam os cinco minutos. Mas a experiência fala mais alto e elas não se tornam efadonhas. Foram lançados dois singles. O primeiro para a veloz “Wild One”, que abria o trabalho mostrando o vigor da nova fase. O outro foi para “Hey Angel”, som mais cadenciado, com uma estrutura que lembrava os primórdios da banda.



A climática “Born on the Sun” chega a lembrar os bons tempos de Sabbath, enquanto “Night Music” tem uma saudável veia Hard Rock. “Walk on Water” é a mais curta e traz aquele pique Rock and Roll que Dio sempre fez questão de incluir desde os tempos de Rainbow. O encerramento vem com “My Eyes”, que começa com um violão muito bacana e se torna um Heavy Metal tradicional dos bons, com variações excelentes no andamento. Lock Up the Wolves pode até não entrar na lista dos melhores trabalhos que Ronnie já fez. Mas também não faz feio. Longe disso, aliás. Trata-se de um bom trabalho, que deve constar na coleção dos fãs. Até porque a voz está lá, brilhante como sempre foi.

Ronnie James Dio (vocals)
Rowan Robertson (guitars)
Teddy Cook (bass)
Simon Wright (drums)
Jens Johansson (keyboards)

01. Wild One
02. Born On The Sun
03. Hey Angel
04. Between Two Hearts
05. Night Music
06. Lock Up The Wolves
07. Evil On Queen Street
08. Walk On Water
09. Twisted
10. Why Are They Watching Me?
11. My Eyes

Link nos comentários
Link on the comments


JAY

10 comentários:

Anônimo disse...

Dio – Lock Up the Wolves [1990]

91 MB
224 kbps

http://www.mediafire.com/?o7vw0tahqa17bhl

Dragztripztar disse...

Depois do Magica, esse é o meu preferido da carreira-solo do Dio.

Born on the Sun, Evil on Queen Street e Twisted, na minha opinião, são algumas das melhores composições da empreitada solo do 'baixinho gigante'.

E esse guitarrista, ao que parece, sumiu logo após esse disco né... Toca muito! Esse álbum poderia ter servido como um belo empurrão pra ele ter uma carreira com outra banda, fazer nome e tal... Uma pena.

Anônimo disse...

POR FAVOR EN ZIP

ARGENTINA disse...

MUCHAS GRACIAS, THANXX

hellison disse...

só tenho a agradecer a esse blog maravilhoso hehehe
puta disco caralhoooooo!

gustavo silva disse...

DIO É DIO! Naum preciso nem comenta nada, baixem, calem a boca e escutem.

jantchc disse...

gosto bastante deste cd..

na minha opinião é o ultimo cd foda do dio, na banda dele..

Anônimo disse...

"Hey Angel" é uma das melhores músicas do mágico Dio. Considero este o último grande álbum dele. Vale muito a pena baixar pois pode surpreender muitos que achavam Dio (a banda) acabada após a saída de Vivian Campbel.

AlBassPlayer
Curitiba

Anônimo disse...

Grande post!
Valeu!!!!

Fabio disse...

Uma das melhores épocas da minha vida foi quando eu cantava numa banda chamada "Sacred Heart Dio Tribute"
Tenho saudade pra caralho e fico feliz de ver que tem tanta gente apreciando o som do mestre!