Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Sepultura - Chaos A.D. [1993]


Na década de 90 o Sepultura havia ganhado o mundo com seu vigoroso "Arise", apresentando o já tradicional Thrash Metal porrada. E, diferentemente do esperado, no lançamento seguinte eles não mantiveram essa mesma receita. O que para alguns pode ser uma completa burrice, se revelou uma mudança muito boa e que só ajudou a atestar o talento do quarteto.

Essa mudança se concentrou na diminuição da velocidade, com o som pendendo para o Groove Metal (os riffs de Kisser ficaram ainda mais pesados), e a adição das influências tribais (que foram maximizadas no tão amado e odiado "Roots" de 1996). No que isso resultou? Em um dos discos mais poderosos do Metal Brasileiro.

A introdução de
Refuse/Resist já denuncia um novo direcionamento. Mas, ao contrário do que você, leitor, pode estar pensando, tal direcionamento não é extremo, e ainda temos o quarteto brindando a paulada ao longo das doze faixas do full. O segundo single Territory tem um Igor Cavalera sem dó nem piedade, e é um dos maiores clássicos da banda. Já Slave New World é direta e reta, tendo como principal ingrediente o entrosamento dos quatro.



O instrumental Kaiowas apresenta mais explicitamente o experimentalismo, enquanto Propaganda é um convite ao headbang. Biotech Is Godzilla foi feita em parceria com Jello Biafra e, particularmente, é a que mais gosto. Mais destaques para a cadenciada Nomad, a raivosa Manifest, a porrada técnica Clenched Fist e o cover para Polícia, dos Titãs.



Ao final, o que temos por aqui é um genuíno disco de Metal, sem tirar nem pôr; nada de experimentações exacerbadas e que não levam a lugar algum. Se paulada é o que você quer, aqui está o ideal. Bom download!

Max Cavalera - vocais, guitarra base, violões
Andreas Kisser - guitarra solo, violões
Paulo Jr. - baixo
Igor Cavalera - bateria e percussão

01. Refuse/Resist
02. Territory

03. Slave New World
04. Amen
05. Kaiowas
06. Propaganda
07. Biotech Is Godzilla
08. Nomad
09. We Who Are Not As Others
10. Manifest
11. The Hunt (New Model Army cover)
12. Clenched Fist
13. Polícia (Titãs cover)

Por Gabriel

Link nos comentários!
Link on the comments!


9 comentários:

Anônimo disse...

http://www.multiupload.com/RHZ05MYR4T

metal1872 disse...

su mejor disco sin dudas junto con arise me traen los mejores recuerdos de mi juventud gracias combo

Silver disse...

O melhor do Sepultura, na minha opinião. Deu uma desandada depois, mas eu gosto dos mais recentes, com o Derrick.

rocknaveia disse...

depois do 2 beneath e do arise,esse veio para consagrar os caras de vez,puta album pesado e bem tocado,pena que jogaram toda essa reputação nivel banda gringa pela vala.

jantchc disse...

não sou muito fã do sepultura, sem contar o roots, mas gosto do kaiowas e do policia neste CD...

jesusbiblio disse...

Ouvi pela 1ºvez quando tinha 11 anos.Marcou mminha infancia,minha adolescencia,minha vida!

luxorissa disse...

demorei para aprender que nunca existirá um cd igual ao outro e temos que para com essa mania que todos os albuns tem que ser suceso absoluto de critica e vendas,esse cd é muito difuder me lembro qdo comprei escutava praticamente tds os dias...

Anônimo disse...

Não sou muito fâ de Sepultura, mais vou baixar só pra dar uma ouvida.

Os meus amigos que curtem Sepultura pra caralho dizem que este é o primeiro disco que mostra a decadência da banda.

lucas disse...

Um grande álbum, em minha opinião só perde em qualidade pro Arise, que é o meu disco favorito deles.