Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Wolfmother - Wolfmother [2005]


Qualquer admirador de música sabe da fertilidade criativa do período que compreendeu o fim da década de 60 e o início da de 70. E é natural que o rock dessa época seja influente até os dias de hoje. O Wolfmother é um exemplo claro de que essa fonte ainda tem muito a ser aproveitado.

O Wolfmother nasceu como um trio na Austrália em 2000, e, depois de alguns anos no anonimato, atingiu o sucesso mundial em 2006, com o lançamento internacional de seu debut autointitulado (aqui na versão australiana liberado no ano anterior). Com uma sonoridade bastante vintage e criativa, aliada a apresentações extremamente enérgicas, a banda despontou como uma das mais interessantes do cenário musical. A formação original, com Chris Ross, Myles Heskett e Andrew Stockdale, viu vários de seus singles tornarem-se relativos hits. "Woman", o maior sucesso do grupo, chegou a ganhar o Grammy, gozando da popularidade advinda do video game Guitar Hero (que, querendo ou não, inicia a molecada no rock), do qual faz parte.



A descrição mais frequente do som do Wolfmother o relaciona aos gigantes Black Sabbath e Led Zeppelin. Mas essa comparação é muito vaga. O som é essencialmente setentista, mas Jimi Hendrix parece ter alguma participação nos riffs e o Blue Cheer se apresenta como uma das influências mais evidentes. O stoner também marca presença, como fica claro em "Colossal", abertura do play que trago hoje. Aliás, Stockdale já declarou que o Kyuss é uma das inspirações ao grupo, como fica evidente no segundo disco. Além disso, as próprias músicas indicam o gosto dos músicos: há referência a uma purple haze em "Dimension"; em "Joker & The Thief", o nome vem dos personagens de "All Along the Watchtower", composição de Bob Dylan imortalizada por Hendrix; o clipe de "Mind's Eye" é uma claríssima homenagem ao histórico concerto do Pink Floyd nas ruínas de Pompéia. No mais, é basicamente hard setentista cheio de energia e criatividade, envolto por influências diversas como o stoner e principalmente o rock psicodélico.

O debut é um play excelente do começo ao fim. Stockdale guia o som com riffs poderosos, acompanhado pela cozinha presente característica dos grandes trios. Os destaques ficam com a pesada introdução "Colossal", os singles "Dimension", "White Unicorn" e "Joker & The Thief", a semi-balada "Mind's Eye", a enérgica "Apple Tree", que tem uma conclusão bastante stoner, e o empolgante carro-chefe "Woman".



Depois do lançamento do autointitulado, o Wolfmother ganhou grande reconhecimento mundial, já que o play foi um sucesso de crítica e público. Em 2008 Stockdale passou a ser o único membro fundador na banda, quando Ross e Heskett saíram alegando diferenças pessoais e musicais. O segundo disco, Cosmic Egg, veio com um quarteto e a potencialização da influência stoner. Stockdale ainda gravou, no ano passado, os vocais do principal single do disco solo de Slash, "By The Sword", entre outros trabalhos que comprovam a projeção do músico. Enfim, uma das melhores bandas dos últimos anos que só comprova que ainda tem gente fazendo música boa por aí. Confira!

01. Colossal
02. Woman
03. White Unicorn
04. Pyramid
05. Mind's Eye
06. Joker & The Thief
07. Dimension
08. Where Eagles Have Been
09. Apple Tree
10. Tales From The Forest Of The Gnomes
11. Witchcraft
12. Vagabond

Andrew Stockdale - guitarra, vocais
Chris Ross - baixo, teclados
Myles Heskett - bateria

Lenny Castro - percussão em 09, 11 e 12
Dan Higgins - flauta em 11

LINKS NOS COMENTÁRIOS
LINKS ON THE COMMENTS

Jp


11 comentários:

Anônimo disse...

http://www.4shared.com/file/Hf6pJ5Yr/Wfmtr_-_Jp_-_Combe.html

Silver disse...

Boa, menino de Registro! Wolfmother é uma bandaça e uma das poucas novatas que ainda mantém a chama do Rock n' Roll clássico acesa.

Inquisidor disse...

Muito boa essa banda, ainda não conhecia. valeu

fernando disse...

Também nao conhecia, muito bom!

jantchc disse...

conheci o wolfmother ouvindo o joker and the thief na mtv, por incrivel q pareça..

gostei muito mesmo..

este disco é otimo e bem melhor q o segundo, q é bom..

q continuem fazendo musicas por algumas decadas...

Anônimo disse...

se mike patton disse q essa banda eh uma bosta, eh pq provavelmente ela eh uma bosta.













brinks, vou dar uma checada.
ass:jorbson

Anônimo disse...

Discão! Aproveitem e coloquem o link pro 2o disco! Valeu!!

Ernesto disse...

Sabe aquelas bandas que vc nunca ouviu ? entao ouvi esta pela primeira vez e ja fiquei fâ, puta som destes caras e Mike Patton é um viado que nao sabe porra nenhuma

Weschap Coverdale disse...

Que nem já tinha falado com você ontem JP, Wolfmother é uma das minhas bandas prediletas dessa nova geração. Um discão mais que recomendado!

Daniel disse...

Wolfmother é foda. Recomendo o som do The Answer..outra banda nova com influencia das antigas.

Anônimo disse...

se mike patton disse que a banda é uma bosta, é pq ELE é uma bosta