Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Cher - AOR Years [1987-1991]


Incauto passageiro desta combe, neste exato momento o senhor deve estar pensando: "Será que esse troglodita do Coverdale está ficando louco, Cher na Combe? Ele traiu o movimento rock, postando essa merda pop no blog! Maldita combe, nunca mais acesso esse blog maldito". Antes de pagar de tr00 descontrolado e filho do deus metal pequeno rapazote, só olhe a foto acima no início da postagem. Creio que o primeiro e o último todos sabem quem é, e o terceiro na foto é apenas um dos maiores produtores de melodic rock que existiu, o grande Desmond Child. Você deve estar se perguntando o que eles estão fazendo nessa foto. Isso que irei explicar abaixo jovem tolo.

Apesar de ter começado sua carreira com relativo sucesso passando por tudo que era estilo, desde o pop até a era disco, a verdade que em sentido musical Cher tinha naufragado durante os anos 80. Com projetos mau sucedidos no começo daquela década, como o estranho Black Rose, Cher estava na crista da onda não como cantora, porém sim como atriz, em que ela chegou a ganhar um Oscar e um globo de ouro, e era uma das atrizes mais requisitadas naquele momento. Mas ela queria era voltar a sua carreira musical e para isso, aos 41 anos de idade investiu fortemente no melodic rock que na época estava na crista da onda.

Será que foi o romance com Sambora a inspiração para esta fase de Cher?

Para esta empreitada, ela se envolveu das maiores feras que haviam naquele momento no que tangia a esse movimento. Como compositores recrutou feras como Michael Bolton, Diane Warren, Jon Bon Jovi, Ritchie Sambora para o lançamento de seu primeiro disco nesse novo mundo para ela. Sem falar que ainda em lançamentos posteriores temos outros monstros como Bob Rock, Steve Lukather, Joe Lynn Turner, John McCurry, todos os integrantes do Bon Jovi, Bonnie Tyler, Michael Anthony, Robin Beck, Jeff e Mike Porcaro, Richie Zito, Richard Marx, Peter Cetera e muitos outros que se fosse citar nomes ficaria dias aqui somente nesse parágrafo, fato que pelo qual não irei citar os créditos dos discos, devido a lista ser interminável. Então com tanta gente boa envolvida, ficaria difícil vir algo ruim.

E esta fase foi realmente uma das mais produtivas da carreira da cantora, com trinta milhões de cópias vendidas com a soma dos três discos lançados nesse período, algo para poucos. Sem falar que ela foi aclamada como o maior nome feminino dentro do rock naquele momento, com elogios do New York Times, afirmando que ela se tratava de um novo marco dentro do Glam Metal. Mas realmente, se você não for um xiita preconceituoso e ainda não conhece estes três trabalhos, está uma chance para você se impressionar assim como eu mesmo me impressionei com esta trinta impecável.

Cher - Cher [1987]


Sério, dá vontade de só colocar o vídeo abaixo e deixar que vocês definam este, pois para mim é difícil não puxar sardinha. Desde de a primeira vez que peguei este, quase não o consegui largar. Gosta do Bon Jovi da primeira fase? Pois é, o clima é esse, sendo que a banda inteira participa aqui e Jon Bon Jovi e Ritchie Sambora assinam a produção junto com Desmond Child, então meu amigo, prepare o seu coração, pois aqui temos aqueles refrães chicletes que tanto amamos, melodias assobiaveís e uma atuação soberba de Cher nos vocais, que desde o primeiro momento parece ter nascido para fazer AOR.



Os destaques aqui são muitos, mas a minha predileta com certeza é a segunda do vídeo acima, a espetacular e grudenta "I Found Someone", que abre o registro de maneira magistral e consegue encantar desde o primeiro minuto de sua exceução. "We All Sleep Alone", "Bang Bang" e "Perfection" mantém o ritmo festeiro inicial e são muito boas. As baladas "Main Man" e "Hard Enough Getting Over" fecham este da melhor maneira possível e arrancarão suspiros de corações apaixonados. Uma bela estréia dentro do estilo, com certeza!

1.I Found Someone
2.We All Sleep Alone
3.Bang-Bang
4.Main Man
5.Give Our Love a Fightin' Chance
6.Perfection
7.Dangerous Times
8.Skin Deep
9.Working Girl
10.Hard Enough Getting Over You


Cher - Heart Of Stone [1989]


O maior sucesso comercial da cantora foi o disco lançado em 1989. Novamente foi mantida a base de compositores do lançamento anterior e o trabalho conseguiu a proeza de ser ainda melhor do que o já ótimo disco homônimo de 1987. Aqui temos melodias ainda melhores e canções que se tornaram clássico do estilo e ficaram conhecidas em lançamentos posteriores, como "Does Anybody Really Fall In Love Anymore?" na versão de Kane Roberts e "Love On A Rooftop", lançada no disco solo do próprio produtor Desmond Child.



Este trabalho inteiro é mais do que recomendado. "If A Could Back Time" nos recepciona da melhor maneira possível, uma canção grudenta que prepara o terreno e nos deixa ansiosos para o que virá a seguir. E temos muitas baladas neste e todas são maravilhosas, como a emocional "Just Like Jesse James", a faixa-título, "All Because Of You", a já citada "Does Anybody Really Fall In Love Anymore?" e a belíssima "After All" com a partipação de Peter Cetera dividindo os vocais com Cher em um dueto pra lá de inspirado e que fecha este trabalho com chave de ouro.


1.If I Could Turn Back Time
2.Just Like Jesse James
3.You Wouldn't Know Love
4.Heart of Stone
5.Still in Love With You
6.Love on a Rooftop
7.Emotional Fire
8.All Because of You
9.Does Anybody Really Fall in Love Anymore?
10.Starting Over
11.Kiss to Kiss
12.After All" (with Peter Cetera)


Cher - Love Hurts [1991]



Para finalizar esta bela trinca temos o bom Love Hurts, que honra os dois discos anteriores e mantém o mesmo nível apresentado anteriormente. Ainda com a colaboração de Diane Warren e Desmond Child mas agora com a produção de Bob Rock, ainda temos aquele hard melódico de outrora, que recebeu pouca atenção nos Estados Unidos, mas que fez um sucesso estrondoso na Europa, alcançando o primeiro lugar nos charts britânicos, austríacos e Irlandeses.



Apesar de na minha opinião ele estar um pouco atrás dos dois discos anteriores, ainda assim é um baita disco de melodic rock. A versão apresentada aqui de "Save Up All Your Tears" supera as versões anteriores feitas por Bonnie Tyler e Robin Beck. A bela balada "I'll Never Stop Loving You" é de um bom gosto e um feeling docemente apurado, o que se repete em "When Lovers Become Strangers" que também é muito bonita. "Who You Gonna Believe" encanta pelo seu clima sessão da tarde. O único senão fica para as desnecessárias versões de "Love Hurts" e "A World Without Heroes" que ficaram muito àquem das versões originais. Mas como dito este é um ótimo fim para a fase AOR de Cher.


1.Save Up All Your Tears
2.Love Hurts
3.Love and Understanding
4.Fires of Eden
5.I'll Never Stop Loving You
6.One Small Step
7.A World Without Heroes
8.Could've Been You
9.When Love Calls Your Name
10.When Lovers Become Strangers
11.Who You Gonna Believe
12.The Shoop Shoop Song (It's in His Kiss)



By Weschap Coverdale

13 comentários:

Anônimo disse...

Cher - Cher [1987]:

http://www.mediafire.com/?kwpsssvva7ft69l

Cher - Heart Of Stone [1989]:

http://www.mediafire.com/?0vzji6oory9k0h5

Cher - Love Hurts [1991]

http://www.mediafire.com/?vch5ye008z7ac2t

jesusbiblio disse...

Muito interessante a postagem, Cher realmente já fez de tudo,mas com certeza que ela deve ter gostado dessa fase mas do que das outras !!!
Gosto muito de um clipe com o beavia and butt head "i've got you baby" é muito massa !

Anônimo disse...

Música é boa ou ruim independentemente do estilo. Não sou muito fã da Cher, mas ela fez coisas interessantes como "If I Could Turn Back Time" e um dueto com o Meat Loaf.

jantchc disse...

concordo com o anonimo..

existe musica boa e ruim em praticamente todos os estilos, é só procurar..

gosto da cher pq a voz dela é bem legal, nunca cheguei a ouvir um cd dela, mas vou baixar estes..

valeu..

ZORREIRO disse...

Lembro que, na época, Jon Bon Jovi separou o Bon Jovi por conta de uma briga com Sambora por causa da Cher.
Isso está numa guitar world de 1991.
Os discos têm a cara de Desmond Child. O cara criou uma marca. Grande post, grande resenha e grande revelação, Mr. Weschap...

Caue Machado disse...

Ótima postagem, man.

Adoro a Cher atriz, e sabia de sua carreira musical, mas nunca me dei ao trabalho de garimpar nada.
Fanatco que sou pelos 80's (independente do estilo musical), admirei esta postagem.
Baixá-los-ei e escutarei com astúcia.

Valew, parabens motoristas.

PS: essa "poodle" dela nunca me enganou mesmo... rsrsrs

Yoshiee, Rosa - Criadores disse...

Coverdale sempre nos ensinando a ouvir música, muito obrigado!
O que mais me mata mesmo é os nomes que ele dá pros arquivos no mediafire...
OIASUDHASIUPDIUASD
Mas enfim, tá do caralho!

Vitor disse...

Não sabia que ela havia passado pelo AOR! Pensei que pela carreira toda dela, ela havia apenas cantado musica dance brega.

Anônimo disse...

Também curto muito o nome que ele coloca nos arquivos, sempre hilário...Já sabia desta fase da Cher, conhecia umas músicas, vou ouvir com atenção...

Weschap Coverdale disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk, bom saber que os divirto com o nome dos arquivos! tô corrido devido a uns exames que estou fazendo para entrar na faca, mas ainda vou aparecer aqui esta semana

Anônimo disse...

Ops espero que nada serio...Wes. Ouvi os 03 albúns e são muito bons!!!!Assim como o blog....

Alex Stanley disse...

Excelente post de AOR. Tenho um cd com as melhores dela mas ,esses três álbuns não dá pra não baixar. Além do mais coloquei uma coisa na minha cabeça: se tem Desmond Child baixo qualquer coisa! Melhoras na saúde Coverdale.

Fernando disse...

Excelente. Sempre quis ouvir esses álbuns e foi bom encontrar todos juntos.