Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Jeff Beck – Rock’n’roll Party (Honoring Les Paul) [2011]


Pare imediatamente o que você está fazendo agora e leia essa resenha!

Quer dizer, você já está lendo a resenha, então não pare. Aqui está a maior celebração do rock’n’roll que se pode imaginar desde muito tempo.

Nada de arranjos modernosos para rockabilly antigo ou vocais afetados que não encaixam no contexto. O que Jeff Beck fez foi recrutar um time absurdamente competente e realizar uma festinha que me fez pensar, afinal, por que eu não fui convidado ou sequer tentei entrar de penetra.

Um ano depois da morte do gênio Lester William Polsfuss (Les Paul, para os íntimos), mais precisamente em junho de 2010, Beck resolveu fazer um tributo àquele que foi uma das suas primeiras inspirações. O repertório remete à era de ouro do rockabilly e do bebop, com canções que, não raramente, flertam com o Jazz e o blues de raiz.

O local escolhido foi o Iridium Jazz Club, em Nova York, local onde Les Paul costumava se apresentar nos últimos anos de sua vida todas as sextas-feiras. Isso com mais de 90 anos de idade! Recrutou a The Imelda May Band e contou com as participações providenciais de Brian Setzer (Stray Cats), Trombone Shorty, Gary U.S. Bonds e mandou ver na alternância de guitarras absolutamente clássicas, catadas a dedo de sua coleção pessoal (o bônus do DVD mostra cada uma delas).

Telecaster de 1959, Gretsch, Gibson semi acústica e Les Paul, o músico consegue extrair timbres maravilhosos de todas elas. Mas é com a Stratocaster que Beck mostra que está em sua área de conforto. Ora a guitarra soa como um piano, ora como um sax e ora como... guitarra!

O que foi feito de melhor no estilo está lá. Abrimos os trabalhos com Darrel Highman fazendo vocalizações à La Elvis Presley dos bons tempos. Sem soar um pastiche ou uma cópia descarada, as vocalizações encaixam em todas as performances em que ele canta, de Baby Let’s Play House (que fez um jovem Elvis ficar milionário da noite para o dia em 1956, infelizmente presente só no DVD), passando por Train Kept’ a Rolling (Johnny Burnette, imortalizada pelos Yardbirds) e Twenty Flight Rock.



São muitos clássicos da era de ouro. Tem as instrumentais Peter Gunn, numa versão de fazer John Belushi virar na cova, Sleepwalk e Apache (Shadows). Tem Gene Vincent, Buddy Holy e tantas pedradas que fica difícil comentar cada uma das 28 músicas apresentadas aqui. Isso porque a versão deluxe postada aqui traz um cd bônus com as sobras que não entraram no play original e nem no DVD.



A irlandesa Imelda May dá um show à parte. Canta muito, e entra no palco com um vestidão que lembra Aretha Franklin dos primórdios. Ela faz um pequeno discurso dizendo o quanto é bom estar ali, afinal , por muito tempo trabalhou somente como backing vocal e, agora, tem a oportunidade de trabalhar com o gênio Jeff Beck e como vocalista principal. Talentosa, linda e carismática, me fez perguntar por que diabos alguém ainda dá conversa para Emy Winehouse. Vejam Imelda e esqueçam daquele pequeno bagaço de cana. Os trabalhos de overdub do seus vocais deixam a performance ainda mais avassaladora. Virei fã imediato.



No DVD podemos ver que a platéia foi selecionada. Pequenas tomadas revelam Kirk Hammet, Warren Haynes, David Bowie e outras figurinhas que não estão lá para fazer uma análise crítica da performance, mas para curtir sentados em suas mesas tomando um bom trago. Agora começo a entender por que não fui convidado, mas paciência. Um dia essa panelinha cai e aí será a minha vez.

É incrível como o alto astral impera por todo o show. Cada música vem recheada de uma alegria e um tesão de tocar por parte da banda que chega a ser chocante. Não existem, aparentemente, protocolos a ser seguidos. A ordem do dia é a diversão. Os arranjos são simples e diretos, mas tão bem executados que levam às lágrimas os mais entusiasmados.

Esse post vai para meus amigos Iver e Peter, que gentilmente me presentearam como o DVD. Agora disponibilizo a todos o privilégio de curtir o som.

Aumenta que isso aí é rock’n’roll!!!!!

Track List

CD 1

01 – Double Talkin’ Baby
02 – Cruisin’
03 – The Train Kept’ a Rollin’
04 – Cry Me a River
05 – How High The Moon
06 – Sitting On Top Of The World
07 – Bye Bye Blues
08 – The World is Waiting For The Sunrise
09 – Vaya Con Dios
10 – Mockin’ Bird Hill
11 – I’m A Fool To Care
12 – Tiger Rag
13 – Peter Gunn
14 – Rocking Is Our Business
15 – Apache
16 – Sleep Walk
17 – New Orleans
18 – Walking In the Sand
19 – Please Mr. Jailer
20 – Twenty Flight Rock

CD2

01 – Corpus Christy Carol
02 – Hammerhead
03 – Over The Rainbow
04 – Brusch Woth The Blues
05 – A Day In The Life
06 – Nessun Dorma
07 – How High The Moon
08 – People Get Ready

Jeff Beck (guitarras)
Darrell Higham (vocais, guitarras)
Imelda May (vocais)
Leo Green (saxofone)
Lou Marini (sax barítono)
Dave Priseman (trompete)
Jason Rebello (teclados)
Steve Rushton (bateria)

Link nos comentários
Link on the comments

Por Zorreiro

17 comentários:

Anônimo disse...

cd1
http://www.mediafire.com/?f7bl39o324fhg34
cd 2
http://www.mediafire.com/?5fmd9e6x36u9b9t

Ricardo Brovin disse...

Ja tinha procurado por esse play, mas só no combe mesmo pra descolar!!!vc6 são foda, parabéns!!!!

Angelo disse...

muito...muito.. bom... excelente

Peter disse...

Meu amigo Pique,
tinha a certeza absoluta de que curtirias esse showzaço. Eu me apavorei quando vi e me emociono quando revejo. Isso é rock'n'roll na veia.
Grande abraço e feliz cumpleaños !!!

Anônimo disse...

PUTA QUE O PARIU!
VOCÊS SÂO FODA! VALEU!

jantchc disse...

a resenha ficou muito boa..

alem disso to gostando muito dos videos..

parabens...

Dynasty disse...

Não resisti. Baixando agora!!!!

Anônimo disse...

Creio q hj as melhores vocais sáo IMELDA MAY, BETH HART e ainda a JOSS STONE...no caso deste cd Jeff Beck fez o óbvio colocando essa maravilhosa p/ detonar nos vocais...simplesmente perfeito...no dvd ainda dá pra ver o gordão MEAT LOAF na primeira fila babando na Imelda ..kkkkkkkkkkk

gustavo silva disse...

uma palavra "CARAIO"

Vinicius799 disse...

FODÁSTICO!

Anônimo disse...

Também sou fã da Imelda May.

Anônimo disse...

massa!

Minero disse...

Simplismente uma aula definitiva de musicalidade.

Eric Magnus disse...

Disco EXCELENTE. Aula de música como já foi dito. Valeu!

KLÉBER NÉLSON disse...

phoda!

serginho disse...

muito bom

bau da marvel disse...

Realmente, o material é fantástico !!! Parabéns !!!