Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

sábado, 28 de maio de 2011

Slash's Snakepit - Ain't Life Grand [2000]


Essa semana muitas pessoas no mundo foram surpreendidas com a verdade que veio à tona. Mas enfim, para quem ainda não sabia, o fato é que Slash não existe. Eu, assim como Stan, já tinha essa informação desde os cinco anos, quando minha mãe contou. Mas assim como na lenda de Papai Noel, o que importa é o sentimento, a motivação em preservar a figura histórica do holandês Vünter Slauche e todo seu legado para a humanidade. Portanto, continuem acreditando em Slash, mesmo ele não passando de mera ficção em nossas mentes e corações. Transmitido o recado, vamos ao que realmente interessa que é o som.

Com a dissolução da primeira formação, o Slash’s Snakepit entrou em recesso. Já que dos lados de Axl a coisa não fluiria de qualquer modo, Saul Hudson resolveu formar outro projeto. Assim nasceu o Slash’s Blues Ball. A banda esteve na ativa entre 1996 e 1998, excursionando e tocando sons de gente como B.B. King, Otis Redding e Steppenwolf, além de relembrar os tempos do Guns n’ Roses e algo do debut do Snakepit. Após o fim das atividades do grupo, Slash decidiu continuar trabalhando com o baixista Johnny Griparic. E não havia forma melhor de isso acontecer, senão retomando a carreira anterior.



Mas seria preciso remontar totalmente a banda. A coisa começou a ganhar forma com a chegada do excelente vocalista Rod Jackson. Para completar, a adição de duas figuras conhecidas da cena de Los Angeles, o guitarrista Ryan Roxie e o baterista Matt Laug. Juntos – e com a adição especial de colaboradores do calibre de Jeff Paris – lançaram Ain’t Life Grand, disco que se não circula entre os mais memoráveis da carreira do guitarrista, possui qualidade de sobra para merecer destaque. Mostrando competência absoluta para fazer seu Hard Rock com pegada blueseira, Slash mostra que não está para brinquedo, fazendo sua Les Paul soar como nos bons tempos.

O single “Mean Bone” conseguiu boa execução nas rádios Rock norte-americanas e está presente nos setlists das apresentações solos do guitarrista até hoje. A dobradinha de abertura também costuma aparecer com freqüência. E ainda há outros grandes momentos, como a baladaça “Back To The Moment”, simplesmente uma das melhores dos últimos anos – e não estou exagerando. No lado mais porrada, não tem como deixar de citar “Life’s Sweet Drug” e a acelerada “The Alien”, que encerra o play com adrenalina em alta e um refrão extremamente grudento. “Shine” também foi utilizada promocionalmente e conta com uma base carregada no groove.



A boa repercussão fez com que o Snakepit fosse atração de abertura do AC/DC, que promovia o álbum Stiff Upper Lip na mesma época. Na seqüência, o grupo partiu em uma excursão própria. Ao retornar para o convívio dos irmãos Young, acabaram fazendo apenas mais dois shows antes que Slash sofresse um grave problema cardíaco. O tratamento médico o colocou rapidamente nos eixos novamente e as datas não cumpridas anteriormente foram honradas. Com o Velvet Revolver dando os primeiros passos, o projeto foi encerrado. Até quando? Não sabemos, mas parece que a coisa anda cada vez mais em direção ao para sempre. E viva Vünter Slauche!

Rod Jackson (vocals)
Slash (guitars)
Ryan Roxie (guitars)
Johnny Griparic (bass)
Matt Laug (drums)

01. Been There Lately
02. Just Like Anything
03. Shine
04. Mean Bone
05. Back to the Moment
06. Life's Sweet Drug
07. Serial Killer
08. The Truth
09. Landslide
10. Ain't Life Grand
11. Speed Parade
12. The Alien

Link nos comentários
Link on the comments


JAY

7 comentários:

Anônimo disse...

Slash’s Snakepit – Ain’t Life Grand [2000]

54 MB
128 kbps

http://www.multiupload.com/EYVRM52BPE

Ricardo Brovin disse...

Ele não existe mais gostamos dele mesmo assim!!!!bela resenha, grande post!!!parabéns

jantchc disse...

ouvi o primeiro e gostei..

achei bem legal..

acho q dos CDs do slash fora do GNR só não escutei esse...

baixando..

Wanderson Picoli disse...

O som do sr. Slash, merece ser ouvido sempre, existindo ou não.

Belo post.

Valeu!

ZORREIRO disse...

Ninguém faz riffs de hard rock como Slash.
Se a composição não for boa ele incrementa com uma riffzêra e aí tudo fica legal.
E isso é talento. Grande resenha.

dnlz disse...

Esse disco é do caraleo, acho muito melhor que o primeiro, que é legal , mas este por refrões mais legais e ser mais nervoso, a capa também é muito boa , album excelente!!!! Valeuuuuuuuuuuu!!!!!!!

Ps.
Aliaz , Rod Jackson canta muito , onde esta esse cara (

dnlz disse...

Banda em que o Rod Jackson esta cantando ou estava , Razorball