Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Lynyrd Skynyrd – Street Survivors [1977]



Este é o disco no qual o Lynyrd Skynyrd apostava suas fichas para o megaestrelato com base na formação que seria definitiva.

Ed King, genial compositor dos primeiros discos do grupo, havia saído em definitivo quando foi substituído por Steve Gaines, que foi trazido por sua irmã, Cassie (backing vocais).

Apenas três dias depois do lançamento oficial do disco, o avião do grupo caiu levando Ronnie Van Zant e os irmãos Gaines para o além. Uma tragédia então sem precedentes na história do rock.

A banda estava tão afiada na época que a turnê anterior a este álbum rendera o famoso filme Free Bird, no qual um enérgico Lynyrd Skynyrd toca espremido no centro de um palco em forma de boca totalmente coberto com panos. Era a turnê Black ‘n’ Blue, dos Stones.

No filme pode-se ver perfeitamente que quase ninguém está ali para curtir a atração principal. Enquanto Richards estava envolvido com o Reggae de Jamaica, os Skynyrds detonavam o que de melhor havia em southern rock na face da terra (lembrando sempre que os Allman Brothers estavam de férias, na época).



Gravado na Florida e no estado da Georgia, Street Survivors traz alguns dos maiores sucessos da história da banda, cortesia da participação mais que bem vinda de Steve Gaines. Esse também é o último disco de estúdio com Allen Collins, que morrera de pneumonia no ano de 1990, e não participou do famoso retorno de 1987. O disco foi gravado duas vezes. A primeira gravação ocorreu em Miami, na Flórida; e a segunda, em Doraville, Georgia. A que trazemos é a segunda.

A capa merece uma análise à parte. Foram duas. A original tinha a banda na rua entre chamas, quando o disco foi lançado. Em razão do acidente, foi lançada uma nova versão com fundo preto. Steve Gaines está com cara de morto e sendo cremado (pela direção das chamas), e Van Zant usa uma camiseta com a capa do disco Tonight’s the Night, de Neil Young. Some tudo isso e terás uma bela teoria da conspiração.

O play abre com What’s your name, num daqueles resultados típicos da parceria Rossington/ Van Zant. Riffs que fazem a cabeça de quem adora um southern, como eu. That Smell vem mostrar que Allen Collins não ficava para trás. Ronnie traz suas letras para dar um colorido à levada mais bluesy do guitarrista. Mas, como no resultado final sempre temos 3 guitarras, os trabalhos resultam em verdadeiros coquetéis de notas e acordes. É melodia pra ninguém botar defeito.



Steve Gaines trouxe suas composições em letra e música, como a fantástica I Know a Little (executada até hoje nos shows da banda) e Ain’t no Good Life. Fez parceria com Van Zant em You Got That Right e I Never Dreamed e, com isso, foi o que mais contribuiu, no geral, para o play. Só para esclarecer, Cassie já era da banda quando Steve entrou. Foi ela quem indicou o irmãozinho para o posto vago. Bela indicação – it runs in the family.

Temos ainda Honk Tonk Night Time Man, de Merle Haggart e pronto! Um classico absoluto do southern rock e, para completar o quadro, com uma bela e enfadonha maldição a ser desvendada. Afinal, quem não curte um terrorzinho?



Depois desse disco a banda não aguentou o tirão e se desmantelou. Afinal, seus dois maiores compositores haviam falecido. Os retornos, deixo para as próximas resenhas.

O importante é curtir mais esse clássico. Southern, by the Grace of God!

Track List

1. "What's Your Name" (Rossington, Van Zant)
2. "That Smell" (Collins, Van Zant)
3. "One More Time" (Rossington, Van Zant)
4. "I Know a Little" (Gaines)
5. "You Got That Right" (Gaines, Van Zant)
6. "I Never Dreamed" (Gaines, Van Zant)
7. "Honky Tonk Night Time Man" (Haggard)
8. "Ain't No Good Life" (Gaines)

Steve Gaines (vocais, guitarras)
Ronnie Van Zant (vocais)
Gary Rossington, Allen Collins, Ed King (guitarras)
Barry Lee Harwood (dobro)
Billy Powell (teclados)
Rick Medlocke (bacteria e backing vocais)
Artimus Pyle (bateria)
Cassie Gaines, Leslie Hawkins, Jo Jo Billingsley, Tim Smith (backing vocais)

Link nos comentários
Link on the comments

Por Zorreiro

11 comentários:

Anônimo disse...

http://www.mediafire.com/?bknfncuz7juj39o

Irish disse...

Parabéns pelo post!!
Uma das bandas que mais gosto e esse disco é absolutamente fantástico (como todos os outros 4 anteriores)
Mandou bem novamente!!
Abraço!!

Anônimo disse...

"Crassico, crassico,crassico, dos clássicos.

Ricardo Brovin disse...

Fudido!!!Parabéns Zorreiro!!!

Marquinho disse...

o último disco de estúdio com Allen Collins, que morrera de pneumonia no ano de 1990, e não participou do famoso retorno de 1987.

Não entendi zorreiro!

Gabriel disse...

Marquinho, ele quis dizer que o Allen Collins morreu em 1990 e não participou do retorno de 1987! rs

Iver disse...

Prezado Implacável...
Esse disco é uma caixa d´água na cabeça. Uma paulada!
Há horas q não escutava... and everytime it makes me feeeelll gooodd... ahhhh
Parabéns pela produção.
(dizem q vai sair um bootleg do The Performers!!!)

ZORREIRO disse...

Iver. Bootleg, por mim, confirmado.
Marquinho. Depois de 77 eles pararam por 10 anos, fazendo uma reunião com Ed King em 87. Mas Collins não participou. Essa reunião resultou no fantástico disco Lynyrd Skynyrd, de 91, mas Collins já havia falecido.
Todos os discos do Lynyrd entre 77 e 87 são coletaneas ou ao vivo de gravações pré 77.
Tendeu?

Marquinho disse...

Gabriel e zorreiro agora eu entendi rs...

Tenho todos os discos e não sabia desse detalhe.Zorreiro bem que vc poderia ostar o disco Live From Freedom Hall - 2010.Eu já tenho mais pra quem não tem ainda seria legal ver os novos integrantes e também pra completar a coleção.

Delton Jr disse...

absurdamente bom, sem ter o q falar !!...valeu combe !!

TDM666 disse...

Que Pena, o link já era !!! Mas mesmo assim, valeu Zorreiro, realmente essa banda é demais, melhor show de 2011 !!! Abçs

TDM666