Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Warrant - Cherry Pie [1990]


Um clássico absoluto do hard oitentista. Nenhuma frase poderia definir melhor o excelente "Cherry Pie", que com certeza junta da melhor maneira possível todos os clichês que amamos loucamente dessa que para mim foi a última fase de ouro do rock n' roll, que infelizmente entrou em decadência após o início do grunge. Sim, dois guitarristas que fazem solos e riffs que mesmo que não sejam algo revolucionário, são conquistadores, cozinha precisa e um vocalista inspirado, tudo isso junto para levar o deleite que realmente gosta de rock.

O Warrant já vinha consagrado com seu primeiro disco, "Dirty Rotten Filthy Stinking Rich" que havia conquistado dois discos de platina e emplacado a balada "Heaven" no segundo lugar na Billboard, o que já havia sido um feito maravilhoso para um disco de estréia. Mas aí vem aquele velho estigma do segundo disco, se poderia realmente se estabelecer no mercado após um ótimo disco de estréia. Mas a banda não só manteve como fez um disco que na minha opinião ainda conseguiu superar o já ótimo início.


"Cherry Pie" é lotado de músicas que foram feitas para serem hits e que se tornaram hinos para quem é chegado na farofa como a grande maioria dos passageiros da Combe. Jani Lane estava em um momento inpiradíssimo como compositor e fez sozinho 8 das 12 canções do disco, em que quatro delas se tornaram singles deste registro, e sem falar que aqui ele canta demais. Beau Hill mais uma vez faz uma produção monstruosa neste e mostra o porque era considerado um midas do estilo junto com Desmond Child. E sem falar que mesmo que não sejam músicos dos mais brilhantes, a banda destrói e participações de feras como a dupla Bruno Ravel e Steve West do Danger Danger, Fiona, C.C. DeVille, Mike Slammer (reza a lenda que ele gravou todas as guitarras do disco) abrilhantam ainda mais a este.

E nada melhor que começar um disco já com uma canção que fica gravada assim que você a escuta pela primeira vez. A arrasa-quarteirão "Cherry Pie" é um dos hinos do hard oitentista, com suas guitarras marotas e coros empolgantes e foi feita sob medida para ser cantada em uníssono em qualquer estádio ou casa de show que eles passassem, sendo que não à toa é considerada um dos maiores clássicos da carreira do grupo. A sulista e poderosa "Uncle Tom's Cabin" é outro baita musicão e com uma letra muito legal, que mostra o nível de inspiração do grupo.




"Sure Feels Good To Me" e "Love In Stereo" mantém a temática sacana do disco e a velocidade aumenta em ambas as canções. "Song And Dance Man" com uma bela introdução ao violão é uma outra música deliciosamente cativante e arrebatadora, com vocalizações encantadoras. Temos o cover de "Train, Train" do Blackfoot que ficou com uma roupagem muito legal, e que assim como a já citada "Uncle" mostra que o grupo admirava muito o southern, como alguns outros que eram seus contemporâneos.

As baladas que são apresentadas são de arrancar o fôlego. A melancólica "I Saw Red", que foi baseada em algo que aconteceu com o próprio Jani Lane (é amigo, ninguem está livre disso, cuidado que você pode ser o próximo!) é de uma beleza singular, com um trabalho redondinho de todo o grupo, que criou uma canção que realmente pode arrancar lágrimas dos mais incautos. "Blind Faith" é outra baladona muito bonita e que mostra o nível de inspiração do grupo. Mas mesmo com duas músicas tão bonitas, "Bed Of Roses" consegue ser ainda melhor que as duas já citadas, sendo a música perfeita para os "finalmentes" e é minha canção predileta desse ótimo disco.

Um baita discaço que é obrigatório para qualquer passageiro nosso que se preze. Aquela farofa que todos gostamos, bem temperadinha e azeitada. Pena que depois disso, o Warrant ainda que lance algumas músicas legais não alcance a mesma qualidade de seus dois primeiros discos e nem a magia destes.




1.Cherry Pie
2.Uncle Tom's Cabin
3.I Saw Red
4.Bed of Roses
5.Sure Feels Good to Me
6.Love in Stereo
7.Blind Faith
8.Song and Dance Man
9.You're the Only Hell Your Mama Ever Raised
10.Mr. Rainmaker
11.Train, Train
12.Ode to Tipper Gore


Jani Lane - Vocais
Joey Allen - Guitarra
Erik Turner - Guitarra
Jerry Dixon - Baixo
Steven Sweet - Bateria



by Weschap Coverdale

20 comentários:

Anônimo disse...

http://www.mediafire.com/?ta4hs3c4wl1nxyx

Silver disse...

Não sei como você conseguiu se decidir entre os clipes pra colocar na postagem, todos os vídeos são ótimos.

Um dos discos que mais ouvi até hoje, infinitamente superior ao DRFSR. Só discordo em relação ao futuro do Warrant - "Dog Eat Dog" é brilhante, apesar de não ter o mesmo apelo comercial dos antecessores. No mais, postagem e resenha impecáveis.

Silver disse...

PS: esse já tinha na postagem da discografia completa, mas é válido pelo bom texto. :)

Weschap Coverdale disse...

Silvye, eu postei mais pelo texto mesmo, dá dó as vezes ver alguns discos sem um texto pra eles! rsrsrsrs. E do jeito que vai indo, não vou resistir com o Seven Wishes do Night Ranger! ;-)

AlBassPlayer disse...

Weschap, mais um clássico sem comentários que vc conseguiu comentar, e com primor, rs.
Um dos melhores discos para se ouvir tomando uma cerva. Sinceramente um top 10 Hard Rock. Lane realmente estava inspirado ao compor este play. "Uncle Tom's Cabin" e "Mr.Rainmaker" são arrasa-quarteirões e pra mim, as melhores.
Porém, discordo quanto ao Warrant ter lançado "umas musiquinhas legais" depois deste album. Dog Eat Dog na minha opinião é o melhor disco deles, porém, realmente sem a atmosfera e a magia da qual vc se referiu.

Anônimo disse...

Clássico! Já tive esse disco de diversas formas... LP, Cd, Cd pirata, e também, no pc! Hehe!
Só apelo pra mais bandas suecas na Combe, se for possível... Backyard Babies, Vain of Jenna, Crashdiet e também os finlandeses do Reckless Love que tenho que certeza que os "combistas" iriam adorar!
\o

Ovo Stora disse...

Seguindo o amigo acima, quero sugerir "War Babies", álbum da banda de mesmo nome, lançado em 1991, mas que descobri só esse ano, melhor som que conheci este ano, foi quando descobri que tenho ainda muito a aprender em termos de Hard Rock.

Weschap Coverdale disse...

Não é nem por maldade, mas só vou lembrar o sétimo aviso que aparece no lado direito do blog:


7. Pedidos não são bem-vindos pois o Google resolve tudo;


As resenhas dependem muito de inspiração e do que se está escutando, então se um dia bater a vontade postamos estes disco sugeridos. ;-)

Apenas Mais Um disse...

Clássico, com certeza !

Apenas Mais Um disse...

Clássico !

Rex Niskke disse...

até hoje nao tenho certeza de qual dos tres primeiros discos deles é o melhor,mas tenho masid oq ue certeza que tds sao classicos!!!! grande post \o/

Eddie disse...

Se as bandas mativessem o mesmo som que as consagraram...e não fossem em busca da "mudernidade"...a farofada ainda nos brindaria com classicos como esse.

Eduardo disse...

Como o Weschap definiu, CLASSICO 80tista!!!!!!!!!

Eduardo Paiva disse...

"Um clássico absoluto do hard oitentista"!

Valeu Combe!
Valeu Weschap Coverdale!

Anônimo disse...

Farofa Rules!

Adriano Mello disse...

No longinquo início dos anos 90 havia um programa de clips nas tardes da BAND chamado Videomix (se não me engano) eu gravava os clips em VHS sempre torcendo pra passarem mais os de Hard Rock. Até que um dia o Emílo Surita apresentou o vídeo da música Heaven (só naquele dia eu acho que vi o clip umas vinte vezes seguidas)Na semana seguinte fui atrás de discos do Warrant, acabei comprando DRFSR e o Cherry Pie que era lançamento. Galera, eu curti demais! eu curto até hoje.

ZORREIRO disse...

Isso aí, Tio Weschap.
Composições, músicos, produção e imagem perfeitas nessa obra prima do Warrant.
Resenha matou a pau. Concordo que, discos postados sem resenha merecem um trabalho inspirado.
E no teu caso inspiradíssimo.

Anônimo disse...

RIP, Jani Lane!

http://www.tmz.com/2011/08/11/warrant-singer-jani-lane-dead-dies-died-hotel-ventura-los-angeles-cherry-pie/
.
Long Live Rock'n'Roll!

Weschap Coverdale disse...

RIP Jani Lane! :(

Anônimo disse...

Descanse em paz, Jani!
Sem dúvida, um dos melhores discos de uma das maiores bandas dos anos 80.