Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Pantera - Cowboys From Hell [1990]


Apesar de eu ser um grande fã de Hard Rock, inclusive da safra oitentista (denominada "farofa"), admito que o Pantera não era nem um pouco interessante nos tempos em que seu som estava enquadrado nessa vertente. Pelo menos pra mim, a coisa fica interessante com a entrada de Phil Anselmo em meados de 1987. No antecessor do disco dessa postagem, "Power Metal", já se nota algumas levadas pesadas, apesar das canções serem predominantemente Hard.

Após um empresário da Atco Records ter ficado impressionado com a performance ao vivo do grupo, o quarteto finalmente saía do mundo "independente", pois eles lançavam discos pelo próprio selo com a produção do pai do guitarrista Dimebag Darrell e do baterista Vinnie Paul, Jerry Abbott. Com a oportunidade de deixar tudo o que haviam feito para trás, a investida foi centralizada em vertentes mais pesadas do metal, como o Heavy, o Groove e o Thrash.

Essa salada mista gerou um dos álbuns mais poderosos do metal, sem exageros. "Cowboys From Hell" foi lançado em 24 de julho de 1990 e teve a sua produção à cargo do já renomado Terry Date, que havia trabalhado com grupos como Soundgarden, Dream Theater e Metal Church. Merecidamente, teve sucesso dentro e fora da cena "metálica", ganhando atenção até mesmo da MTV.

O sucesso do Pantera se deve principalmente à incrível originalidade dos caras. Cada integrante é tão único ao ponto de ser reconhecível em seu instrumento mesmo tentando não ser reconhecido. O som ainda mudaria bastante com os sucessores de "Cowboys From Hell", mas considero este o clímax, o ápice.

A salada mista não tinha pontos fracos. As guitarras criativas e repletas de pegada do mestre Dimebag Darrell, os vocais caóticos e ainda influenciados pelo metal clássico de Phil Anselmo (o cara que bota medo em qualquer um), a bateria complexa e bem rítmica de Vinnie Paul, o baixo potente e eficiente de Rex Brown - está tudo sob medida por aqui.


A química presente enquanto o quarteto atira as pedras e a inspiração das composições presentes são simplesmente incríveis. E o resultado não poderia ser diferente: músicas consistentes, refinadas, muitíssimo bem feitas, perfeitas para bater cabeça. Infelizmente o Pantera foi uma das últimas grandes bandas de metal na minha opinião, pois muitas sucessoras não obtiveram o requisito determinante anteriormente citado: a originalidade.

No geral, a recepção foi muito boa: já era o quinto lançamento dos rapazes, mas esse foi o primeiro a fazer sucesso de verdade. Além das críticas positivas que recebe até os dias de hoje, da turnê lucrativa que rendeu e da influência que exerceu sobre as bandas mais modernas de metal, "Cowboys From Hell" vendeu muito bem em tempos onde o Heavy Metal estava em baixa, conquistando disco de platina nos Estados Unidos e ouro no Reino Unido um ano após o lançamento.

Os destaques, apesar de serem difíceis de serem feitos, foram conquistados, ao meu ver, pelas grooveiras "Primal Concrete Sledge" e "Shattered", pela complexa paulada "Psycho Holiday", pelas thrasheiras "Domination" e "Heresy" e pelas clássicas "Cemetery Gates" e faixa-título.

Mas definitivamente "Cowboys From Hell" merece atenção como um todo, pois é, de fato, um dos últimos verdadeiros clássicos do metal. A recomendação é ouvir no talo e mandar os vizinhos pra casa do baralho.

01. Cowboys From Hell
02. Primal Concrete Sledge
03. Psycho Holiday
04. Heresy
05. Cemetery Gates
06. Domination
07. Shattered
08. Clash With Reality
09. Medicine Man
10. Message In Blood
11. The Sleep
12. The Art Of Shredding

Phil Anselmo - vocal
Dimebag Darrell - guitarra, backing vocals
Rex Brown - baixo, backing vocals
Vinnie Paul - bateria

(Links nos comentários - links on the comments)

by Silver

14 comentários:

Anônimo disse...

Cowboys From Hell [1990]

http://www.multiupload.com/Y5E1NPQ9UK

Yusef disse...

disco mais que esperado por eu pra ser colocado aqui. Obrigado, Combe!

Anônimo disse...

Realmente esse disco é muito f***!!!

Jp disse...

Falou tudo cara, o que falta nas novas bandas de metal é a tal da originalidade. E o Pantera tinha isso de sobra.

Bruno Gonzalez disse...

CRÁSSICO DOS CRÁSSICO!

Embora o disco que tenha me conquistado seja o "Vulgar Display Of Power", este é um grande clássico, e qualquer garotinho criado à leite-com-pêra que se diga fã de Metal, DEVE conhecer isso do início ao fim, ou, definitivamente, é um gayzinho. hahaha...

Postasso!

Weschap Coverdale disse...

Nem tenho palavras para descrever esse disco! Clássico definitivo do metal... Cemetery Gates é a disparada a minha predileta!

Fabrício disse...

Som da minha adolescencia, muito bom poder ouvir e recordar...tinha esse disco em fita cassete..que até enrolou de tanto ouvir..e realmente cmo disse o Bruno no comentário acima, qulaquer que se diaga fã de Hard e Metal tem que conhecer o Pantera e por consequencia o Cowboys from Hell.

Litta disse...

Eu cresci ouvindo Pantera, e tenho... indubitável estima pela banda! Por motivos mais do que pessoais...
Tenho quase toda a discografia em CD mas ainda me faltam, mesmo que em mp3, alguns albuns do Pantera "pré Cowboys from hell e pré Phil Anselmo", e ficaria deveras satisfeita se fosse postado aqui a discografia, como anteriormente...
Ambiciosa demais? :D

Moisés disse...

Caralho!
Baixei esse disco há um tempão e escutei hoje. Muito fodido!
Conhecia só Cowboys From Hell e Cemetery Gates. Ouvindo o resto vi que a banda vai muito além disso.

Phil Anselmo é um puta vocalista, véi!

Todo post de Pantera é, pra mim, um grande post agora.

Valeu!

Gabriel L. F. Krüeger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Magal disse...

Me roubaram esse album... Graças a vcs vou poder matar a saldade dos Cowboys do inferno... VALEEEUUU!!!!!!!!!

Gabriel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Salve Salve Broders !!!

Meu queridos o link está quebrado hein..chorei

lucas disse...

É incrível ver como o Phil consegue alternar entre o gutural e o falsete, ele é um dos melhores vocalista de heavy metal que existe.e também o que dizer do grande Dimebag?Mostrando toda a sua técnica e criatividade nesse disco.É o meu favorito junto com o Vulgar Display of Power