Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Quireboys - A Bit Of What You Fancy [1990]

Inicialmente eu planejava postar outra banda aqui hoje, mas como assim que liguei o computador e me deparei com a incrível notícia de que estes caras estarão no Brasil em novembro, me achei na necessidade de postar alguma coisa deles, visto que não se tem nada pelo blog.

Formado em 1986 a partir de Spike (vocal), Guy Bailey (guitarra, ex-Skid Mars) e Willie Downing (guitarra, ex-Skid Mars), sob o nome de Pretty Girls, conseguiram gravar algumas demos até conseguir estabilidade com Spike, Bailey, o tecladista Chris Johnstone, o baterista Coze, o segundo guitarrista Ginger (Ipanema Katz, Avenger, Zig Zag) e o baixista Nigel Mogg, já com o nome Quireboys. Depois de um tempo abrindo shows para o Guns N' Roses, Uriah Heep, Meat Loaf e Yngwie Malmsteen, conseguem um contrato com a grande EMI, conseguindo lançar o debut em 1990, já sem Coze na bateria, sendo substituído por Ian Wallace (Don Henley) e posteriormente por Rudy Richman (Lone Justice).

"A Bit Of What You Fancy" conseguiu logo de cara grande vendagens, incluíndo número 2 no chart japonês e britânico. Já nos Estados Unidos, o grupo conseguiu shows ao lado do L.A. Guns e no Reino Unido com Thunder, David Coverdale, Magnum e Ozzy Osbourne. Apesar do grande sucesso, a sonoridade não era o típico Hard Rock que assolava o mundo na época, e trazia grande influência setentista em seu som, recheado de pianos, voz rasgada de grande feeling Blues e guitarras sujas a la Aerosmith.

Logo de cara com '7 O'Clock' já é possível perceber influências latentes dos anos 70 nos caras, com introdução no piano, presença de gaita e ao mesmo melodia bem cativante e refrão contagiante, mostrando que apesar de tudo o Hard Rock oitentista tinha uma parcela na sonoridade. Outras faixas dignas de destaque são a bem oitentista 'Sex Party', a linda balada 'I Don't Love You Anymore' com grande levada no piano, 'Sweet Mary Ann', uma grande power-ballad com passagens acústicas, 'There She Goes Again' e 'Hey You'.

Depois deste grande debut ainda lançaram um álbum em 1993 ainda mais carregado de Blues e anos 70 e alguns discos nos anos 2000, sendo o último lançado em 2009, um apanhado da banda só que regravado de maneira acústica. O grupo ainda continua se apresentando, as vezes acústico e outras vezes elétrico, recebendo boas críticas no recém Sweden Rock Festival onde tocou em duas datas, com ingresso sendo disputado a tapa. E agora em novembro, como já disse, estarão pela primeira vez no Brasil mostrando todo o feeling que transborda de seus discos.

Aproveitem!

01. 7 O'Clock
02. Man On The Loose
03. Whippin' Boy
04. Sex Party
05. Sweet Mary Ann
06. I Don't Love You Anymore
07. Hey You
08. Misled
09. Long Time Comin'
10. Roses & Rings
11. There She Goes Again
12. Take Me Home

Spike - vocal
Guy Bailey - guitarra
Guy Griffin - guitarra
Chris Johnstone - teclado
Nigel Mogg - baixo
Ian Wallace - bateria

(Link nos comentários / Link on the comments)

Hairbanger

12 comentários:

Anônimo disse...

http://www.mediafire.com/?3ppo91xp5z3r23g

Anônimo disse...

Roses and Rings é a melhor música deles pra mim, música perfeita!

Joe disse...

Putz! Esse album e muito bom! Tenho o vinil ate hoje! Grande post... Cara, e chato morar em Salvador... Aqui so vem o Angra e bandas de Thrash Metal ou Death Metal... Geralmente...

JOE

Maju disse...

Que maravilha vcs falarem sobre Quireboys, é uma banda muito foda e infelizmente pouco conhecida...Valeus!! =]

Maju disse...

Que maravilha vcs falarem sobre Quireboys!! é uma banda muito foda e infelizmente pouco conhecida....Valeus! =]

Anônimo disse...

a imagem me remeteu a Guns
haha

Jean disse...

Caramba! Cada dia mais a Combe nos impressiona com grandes albuns! Justamente o que eu procurava. Valeu pessoal!

Weschap Coverdale disse...

Eu ainda pensava em postar esse disco. Amo Quireboys e este com certeza é o grande momento deles!

Dragztripztar disse...

Bitter, Sweet & Twisted é um dos melhores discos de Rock 'n Roll q eu já escutei, pra mim, obviamente é o melhor do Quireboys.
Mas, esse debut é muito bom, e tem algumas das melhores músicas deles, como Sex Party, Long Time Comin', Misled [q ao-vivo é melhor ainda] e Whippin' Boy.

Quando eles voltaram nos anos 2000 sem o guitarrista Guy Bailey q compunha as composições junto com o Spike, deixaram muito a desejar, e os álbuns q eles vem lançando desde então são medíocres.
Creio q se eles estivessem continuado a carreira nos anos 90 desenvolvendo o trabalho sensacional q eles vinham fazendo iriam se consolidar como uma das melhores bandas da década de 90.

Entretanto, o show deles tenho certeza q vai ser ótimo, pq em cima do palco eles ainda mandam muito bem, e como diria o Spike em todos os shows da banda: "We are the Quireboys, and this is Rock 'n Roll"

Hairbanger disse...

como assim os ultimos discos sao mediocres? ouça homewreckers & heartbreakers... puta de um disco foda! halfpenny dancer de 2009 está magnifico tambem, uma regravacao de forma acustica dos classicos da banda. ateh o well oiled eh achei foda, misturando distorcao peso e os teclados caracteristicos do quireboys! puta banda, puta vocalista e otimos discos apenas em sua carreira! a unica coisa ruim eh q talvez eu nem apareca no show da banda. vai estar foda, e acredito que bem vazio tambem, o q eh bom para os fas e ruim para a banda. estara vazio, talvez, porque o twisted sister toca um dia antes!

Foda!

Ps: soh eu n consigo ver as imagens do post? uahauhauha

Cristiano disse...

Excelente banda, com vocal sensacional...vale a pena conferir e esperando mais material deles, de preferencia ao vivo...

Anônimo disse...

MUITO OBRIGADO por me apresentarem esta ÓTIMA banda!!!