Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

domingo, 19 de setembro de 2010

The Keepers Of Jericho: A Tribute to Helloween [2001]


É inegável o fato que o Helloween é a banda mais influente da história do “Metal Lá-lá-lá´”. Basta ver o número de clones do quinteto – a maioria extremamente mal feitos – que surgiu com o passar dos anos. Embora eu ainda tenha a opinião que nenhum desses grupos possui a pegada característica dos alemães, as melodias muitas vezes são meras variações daquilo que foi feito nos dois primeiros Keeper Of The Seven Keys. Sendo assim, nada mais normal que um dos exemplares iniciais da grande leva de tributos que se proliferou na virada de século unisse nomes de peso na cena Power Metal européia homenageando seus grandes inspiradores.

A primeira versão de The Keepers Of Jericho trazia apenas faixas gravadas originalmente até o Keepers Parte II. Na segunda edição do projeto, já rolariam alguns sons da fase posterior. Bom, tributo é aquela coisa, muitos seguem à risca o som original, enquanto outros tentam colocar uma cara própria, mudando alguns elementos – às vezes até demais. Ambos os casos contam com exemplos de êxitos e fracassos retumbantes. Pessoalmente, me agrada quando se consegue modificar alguns detalhes sem descaracterizar em excesso a versão que fez a música ficar conhecida. Até porque se é para fazer a mesma coisa, tem muita banda cover por aí.

Portanto, merece citação o Rhapsody (atual Rhapsody Of Fire), que abre os trabalhos com “Guardians”, acrescentando cara própria sem fugir da velha melodia. Da mesma forma o Brainstorm – banda muito boa, mas que, infelizmente, nem todo mundo conhece –, que fez “Savage” virar quase um Thrash Metal, na melhor faixa de todo o disco. Da turma que não foi tão longe nas mudanças, mas ainda assim fez um bom papel, destaco o Vision Divine, com uma correta releitura de “Eagle Fly Free”, o Metalium com o baixo acima de todos os instrumentos em “Ride The Sky” e o Secret Sphere, encerrando com classe em “How Many Tears”. Os filhos mostram que seguem os passos do pai, já diriam os mais sentimentais.

01. Guardians (Rhapsody)
02. I Want Out (Sonata Arctica)
03. A Little Time (Heavens Gate)
04. Ride The Sky (Metalium)
05. I’m Alive (Luca Turilli)
06. Judas (Morifade)
07. Eagle Fly Free (Vision Divine)
08. Savage (Braisntorm)
09. Future World (Labyrinth)
10. Save Us (Cydonia)
11. Victim Of Fate (Squealer)
12. Halloween (Dark Moor)
13. How Many Tears (Secret Sphere)

Link nos comentários
Link on the comments

JAY

4 comentários:

Anônimo disse...

The Keepers Of Jericho: A Tribute to Helloween [2001]

99 MB
192 kbps

http://www.mediafire.com/?x0p6fz7iejxit7f

GrassHoper disse...

Esse com certeza é o mais estrelado tributo ao Helloween, só por aí já dá para perceber a importância da banda.

Fiquemos ansiosamente no aguardo do 'up coming' Seven Sinners...

Belo post!

Anônimo disse...

Não tem! Helloween é uma das melhores. Pena que perdi a passagem deles e do Stratovarius esse ano por Curitiba.

Anônimo disse...

Esse tributo vale por Rhapsody e Vision Divine, com o Fabio mandando muito na voz. Porém acho até 'chato' covers de Helloween! Ninguém chega a perfeição que era.