Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Glasgow - Zero Four One [1987]

Tudo começou em Glasgow em 1982 quando o vocalista Michael Boyle se juntou a Archie Dickson (guitarra), Neil Russell (baixo) e Joe Kilna (bateria) formando o Wildcat. Usando como desculpa a existência de grupos como Boston e Chicago, mudaram de nome para Glasgow e assinaram com a Neat Records no ano seguinte para o lançamento de um EP, Under the Lights e, em 1984, do single Stranded/Heat of the Night.

O primeiro e único full-length veio em 1987, quando o Glasgow já gozava de certo prestígio na cena local por ter sido banda de abertura de Nazareth e Uriah Heep. Nomeado a partir do código de discagem telefônica de Glasgow na época, Zero Four One (ou 041) é um registro de altíssimo nível; apenas oito faixas, mas com uma produção invejável. Sem contar a participação do tecladista “tô em todas”, Don Airey.

“We Will Rock” abre os trabalhos com um riff simples, porém marcante e um refrão cantado em coro, daqueles que incendeiam multidões ao vivo. Na seqüência temos o single “Secrets in the Dark”, que transborda melodia e bom gosto. Depois de meio minuto de introdução, tem início “Back on the Run”, uma belíssima balada com peso na medida certa. A festeira “My Heart is Running with the Night” encerra o então lado A da bolacha.

“Meet Me Halfway” mantém o clima de festa e abre alas para a regravação de “Under the Lights”, que aqui aparece com novo arranjo baseado em teclas em vez de cordas. E tome mais uma balada. “No More Lonely Nights” é longa e devagar, quase parando, mas é também o momento em que a voz de Boyle mais se destaca numa interpretação pra lá de emocionante! A direta e pesada “Breakout” põe fim aos 41 minutos de audição.

Por ironia do destino, o Glasgow se separaria em 1988 e, até onde eu sei (a partir de consultas ao aluno mais inteligente da sala, o Google), a banda tentou se reunir em dezembro de 2009 para alguns shows em homenagem ao então recém-falecido Kilna, mas parece que a idéia não saiu do papel – o que é uma pena, pois se teve um grupo que soube misturar NWOBHM e AOR com precisão, esse grupo foi o Glasgow. E Zero Four One é a prova máxima disso.

01. We Will Rock
02. Secrets in the Dark
03. Back on the Run
04. My Heart is Running with the Night
05. Meet Me Halfway
06. Under the Lights
07. No More Lonely Nights
08. Breakout

Michael Boyle – vocais
Archie Dickson – guitarra
Neil Russell – baixo
Joe Kilna – bateria

Músicos adicionais:
Don Airey – teclados
Gavin Povey – teclados

LINK NOS COMENTÁRIOS
LINK ON THE COMMENTS

мєαиѕтяєєт

13 comentários:

Anônimo disse...

http://www.mediafire.com/?y8pxl4g8t41awn7

Anônimo disse...

nem comberocks

Anônimo disse...

uai, tem senha, e não é http://combedoiommi.blogspot.com

мєαиѕтяєєт disse...

Puta merda! Foi mal!

A senha é combe
The password is combe

Tenta agora! Abraço!

Anônimo disse...

Hehe, agora foi!
vlw pelo post, vou ouvir agora.

Anônimo disse...

e o link? cade?

Anônimo disse...

lol o link ta no primeiro comentario, tio

jesusbiblio disse...

nunca ouvi!! mas tem cara de ser aqueles AOR que vicia!! Espero que seja!!! valeu!!

Leandro disse...

som maravilhoso, eu não conhecia mas gostei muito

Tankardbeer disse...

Muito foda valeu mesmo , agora espero encontrar CLIENTELLE - Destination Unknown outro classico raro

Tankardbeer disse...

Valeu mesmo, por mais esse classico pra coleção \../ agora espero encontrar o CLIENTELLE - Destination Unknown outro classico raro \../

Tankardbeer disse...

Valew por mais um classico pra coleção , agora espero encontrar o CLIENTELLE - Destination Unknown outro raro classico \../

Tankardbeer disse...

Valew por mais um classico pra coleção , agora espero encontrar o CLIENTELLE - Destination Unknown outro raro classico \../