Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

sábado, 16 de outubro de 2010

Wander Taffo - Wander Taffo [1989]


Após ler o artigo da Roadie Crew desse mês sobre Wander Taffo, na seção Eternal Idols, peguei esse disco para ouvir novamente depois de certo tempo. À época, a reputação do guitarrista na cena nacional era pra lá de reconhecida, graças a suas participações em bandas como o Made in Brazil e o grupo solo de Rita Lee, além do Rádio Táxi, onde era efetivamente um membro ao invés de um músico contratado. Paralelamente a sua saída desse último, Wander fundou o IGT (Instituto de Guitarra e Tecnologia), projeto pioneiro na América Latina. Mas logo ia sentir falta da vida nos palcos e estúdios, o que fez com que partisse para um projeto solo.

Para completar o grupo, contou com a ajuda de seu aluno e amigo Eduardo Ardanuy, que recomendou dois camaradas que eram irmãos e futuramente formariam com ele uma das maiores bandas de Hard Rock nacional, o Dr. Sin. Assim, Wander juntou os irmãos Busic e entrou no estúdio Nas Nuvens, no Rio de Janeiro, junto com o renomado Liminha, que possui uma extensa lista de sucessos em sua carreira de produtor. Nas composições, colaboraram figuras como Herbert Vianna e Lulu Santos. Mas não se assuste, apesar dos nomes indicarem que a coisa descambou pro Pop, aqui o Rock comanda, guiado pela sempre brilhante guitarra de Taffo.


A abertura com “Meu Punhal” e sua pegada totalmente Hard já mostram como a coisa vai funcionar. Destaque para a participação de Lobão nos vocais, cantando de forma visceral, como o estilo pede. “Luna Caliente” tem um ritmo mais acessível, mas o refrão é algo pra lá de viciante, além das seis cordas tomarem conta desde a introdução. Uma balada tipicamente oitentista surge em “Nossos Erros”, que possui uma letra forte e que fará com que todos se identifiquem e lembrem algum momento doloroso da vida. “Não Esquece de Mim” é um AOR fenomenal, graças a seus teclados e a melodia que gruda na cabeça desde a primeira escutada.



Na seqüência, a única do disco cantada em inglês, a pesada “Nightchild”, que contou com Todd Griffin, do The Graveyard Train na voz. Embora sua banda não tenha ido muito longe, Todd ficou conhecido após cantar o tema da série That 70’s Show em sua primeira temporada. “Balões de Gás” conta com a melhor performance instrumental de toda a banda, com os irmãos Busic mostrando porque chegariam onde chegaram. Para encerrar, o maior sucesso comercial do álbum, “Pra Dizer Adeus”, faixa que entrou na trilha sonora da novela global O Salvador da Pátria – o povo da minha época há de se lembrar do lendário Sassá Mutema (risos).

O trabalho rendeu a Wander o Prêmio Sharp como revelação do ano – meio estranho para um cara tão experiente, mas enfim, premiações e suas concepções. Com o sucesso, foi decidido que o projeto iria se tornar uma banda mesmo, levando a partir de então, apenas o sobrenome do guitarrista. O tecladista Marcelo Sousa, que já tocava com o trio desde o começo (e mesmo não sendo integrante oficial apareceu na capa desse disco) foi efetivado como membro permanente. Com essa formação, lançaram Rosa Branca, outro ótimo trabalho, mas que já não teve o mesmo impacto. Um retorno da banda Taffo estava sendo planejado em 2008. Mas o inesperado falecimento de Wander mandou tudo por água abaixo. Ao menos temos grandes obras como essa para relembrar esse talento ímpar da história do Rock brazuca.

Wander Taffo (vocals, guitars)
Andria Busic (bass)
Ivan Busic (drums)

01. Meu Punhal
02. Luna Caliente
03. Nossos Erros
04. Não Esquece de Mim
05. Nightchild
06. Balões de Gás
07. Pra Dizer Adeus

Link nos comentários
Link on the comments


JAY

10 comentários:

Anônimo disse...

Wander Taffo – Wander Taffo [1989]

26 MB
128 kbps

http://www.mediafire.com/?85advy2ut0ak5ld

Silver disse...

Tá aí um cara fantástico que conseguiu trazer ótimos trabalhos mesmo no lado mais Pop da música, vide o próprio Rádio Táxi.

Vale a pena conferir!

sueco disse...

meu, eu lembro que ele ia na expomusic, mas no site não mostrava qual dia ele ia tocar... pouco tempo depois ele morreu. :/

mas quando ao disco: a perfeição personificada em música!

Weschap Coverdale disse...

Este era um grande músico, e sem falar que a formação desta banda era perfeita, não tinha como com músicos desse nível sair coisa ruim! Grande post!

Bruno Gonzalez disse...

Esse disco é FODA PACARAIO. Pedrada na fuça mesmo!

Moura disse...

Esse cara era muito foda, palhetadas precisas e velocidade em prol da boa música, não apenas malabarismos cromáticos como muitos fazem!!!

Anônimo disse...

Além de um musico excepcional ele era uma pessoa fantástica também!
(Re)Postem o Rosa Branca também...O link que está aqui num post antigo não está mais funcionando.

Ito disse...

Vou pegar pelo que conheço do R.T. que sempre gostei... Vlw.

Ian disse...

Muito bom! Confesso que não conhecia. "Rock do bom", como diria Biafra, hahah.

Um pouco sobre mim disse...

mto bom, pena que já se foi