Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Place Vendome - Place Vendome [2005]


Quando Michael Kiske deixou o Helloween, a banda foi buscar seu substituto no conterrâneo Pink Cream 69. O que jamais alguém imaginou é que as partes ‘abandonadas’ um dia juntariam forças. Mas foi o que aconteceu com a criação do Place Vendome, que trouxe Kiske de volta ao mundo do Rock pesado, mesmo após o cantor alemão tendo feitos severas críticas – várias verdadeiras, diga-se de passagem – ao estilo e seus fãs mais radicais. É bem verdade que o projeto não é adepto do mesmo Heavy Metal que consagrou o antigo grupo do vocalista. O approach aqui é mais ligado ao Hard/Melodic Rock, com cavalares doses de AOR.

Independente da abordagem, não tem como deixar de dizer que a voz de Kiske continua sendo uma das melhores do Rock. Sua interpretação é emocionante na medida certa, sem exageros ou firulas típicas de alguns representantes do gênero. E isso fica bem claro desde o começo desse álbum de estréia. A sequência de abertura, com a indefectível “Cross the Line” e a melódica “I Will Be Waiting” são suficientes para mostrar que mesmo os mais de vinte anos que se passaram não conseguiram tirar sua categoria superior. É bem verdade que a potência pode não ser mais a mesma, mas sua experiência faz com que consiga driblar esse obstáculo sem dificuldades.



A faixa que leva o nome do álbum e da banda é empolgante, com uma levada oitentista total e um refrão grudento in extremus. A calmaria toma conta na bonita “Heaven’s Door”, que poderia até estar no mal interpretado Chameleon, do Helloween. “Magic Carpet Ride” surge numa cadência Hard irresistível, com muita personalidade. Já “Sign of the Times” é um típico AOR norte-americano, lembrando muito Survivor, especialmente em sua sincronia de vozes. Encerrando o play, a bônus track japonesa “Photograph”. Uma pena que não tenha entrado na versão normal. Sua levada Pop maravilhosa dá um significado todo especial a uma belíssima letra, que com certeza fará o ouvinte lembrar-se de alguém importante em seu passado.

Para quem possa vir a pensar que rolou algum tipo de ciumeira de parte do vocalista do Pink Cream 69, David Readman, saiba que o próprio contribuiu na composição de várias músicas. E sua banda não foi prejudicada em momento algum por esse projeto, muito pelo contrário. Agora é aguardar o Unisonic, novo grupo que reúne Kiske, Dennis Ward, Kosta Zafiriou e o guitarrista Mandy Meyer (Gotthard, Krokus). As primeiras aparições ao vivo deixaram os espectadores com água na boca. Por hora, vale conferir essa verdadeira pérola, que resgatou uma das melhores vozes do Hard/Heavy para um habitat mais próximo de seus dias de glória.

Michael Kiske (vocals)
Uwe Reitenauer (guitars)
Dennis Ward (bass)
Kosta Zafiriou (drums)
Gunther Werno (keyboards)

01. Cross The Line
02. I Will Be Waiting
03. Too Late
04. I Will Be Gone
05. The Setting Sun
06. Place Vendome
07. Heaven's Door
08. Right Here
09. Magic Carpet Ride
10. Sign Of The Times
11. Photograph

Link nos comentários
Link on the comments


JAY

11 comentários:

Anônimo disse...

Place Vendome – Place Vendome [2005]

116 MB
320 kbps

http://www.mediafire.com/?zz2hwee6r6omgtx

Besta Fera disse...

Esse é um dos álbuns que não me contentei em baixar. Precisei ter em mãos pra sentir a preciosidade que ele é. Michael Kiske arrebentando como sempre.

Silver disse...

Quando tem talento em jogo, não adianta. O cara canta muito. Mesmo muita coisa dando errado pra ele, Michael Kiske continua aí, conquistando muita gente, como eu.

Anônimo disse...

Excelente play. Mais um obscuro no nosso "mercado" brasileiro. Não fosse o Combe divulgar, muita gente ficaria alheio a esse lançamento.

AlBassPlayer
Curitiba

jullecosta disse...

kiske é o cara,e esse post tenho certeza q diz tudo,ou alguém duvida disso!!!
Ah sem contar os trabalhos solo q ele gravou como por exemplo:readiness to sacrifice lançado em 1999.

Anônimo disse...

Melhor disco q existe ! comprei importado! fudido x 10³ e quem não ouviu deveria ouvir, e quem se recusar a baixar é a mulher do padre hihihi

Anônimo disse...

kiske e d+

leo_jiraya disse...

Excelente álbum mas eu gosto mesmo é do segundo, Streets of Fire, que eu considero perfeito!!

Ernesto disse...

SIMPLESMENTE F U D I D O , PARABENS PELO POST...

Toledinho disse...

"I Will Be Gone" é muito foda. Se fosse anos 80, com certeza serviria para uma propaganda da Hollywood.

Anônimo disse...

massa!